CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 21.3 -『CANTOR, A LAMENTÁVEL PRIMEIRA BESTA』- um pedaço de bolo -

Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii desu ka? Sukutte Moratte Ii desu ka? (SukaSuka)

Capítulo 21.3 -『CANTOR, A LAMENTÁVEL PRIMEIRA BESTA』- um pedaço de bolo -

Tradução: Itsuki Lonely Driver

Parte 03 - Para Quem

Almaria pegou um resfriado.

[... Eu tenho que preparar o jantar]. Ela se levantou, determinada a fazer as tarefas domésticas.

[Durma]. Willem a obrigou a voltar para a cama. [Nanette está na cozinha preparando o jantar agora, então não se preocupe com isso].

[Ela não pode fazer isso sozinha].

[Ela sempre está ajudando você, não é? Ela ficará bem. Ren está com ela também, então você não precisa se preocupar com a Nanette se queimar com fogo ou se machucar com uma faca]. Talvez você precise se preocupar com o sabor, pensou Willem, mas ele manteve isso para si mesmo.

[Mas…].

[Você precisa descansar de vez em quando. Seu corpo nunca foi realmente muito forte, certo?].

[Bem... Isso é verdade...]. Almaria ainda não parecia totalmente convencida, mas ela parou de discutir e repousou a cabeça para trás em seu travesseiro. [Isso é meio nostálgico].

[O que seria?].

[Eu estar doente, e você ficando ao meu lado].

Willem pensou. Se ele se lembrava corretamente, tal situação não acontecia há muito, muito tempo.

[Ei... Você se importa de me mimar de vez em quando?], perguntou Almaria.

[Hm?].

[Se eu disser 'não vá' novamente, você seguraria minha mão como você fez antes?].

Isso é incomum, pensou Willem. Almaria era forte. Ela nunca se queixou, nunca mostrou seu trabalho árduo, e nunca deixou que a gente a visse em momentos de fraqueza. Para ela dizer algo assim...

[Você quer que eu segure?].

[Nn. Estou com vontade de fazer isso agora]. A mão de Almaria se arrastou por debaixo dos cobertores.

Com um leve suspiro, Willem envolveu sua mão em torno dela. [Não podemos deixar que os outros vejam isso].

[Ahaha. Falco pode tentar me imitar].

[Aquele garoto... Ele precisa se apressar e decidir se ele quer ser forte ou ser mimado].

[Ele tem seus próprios problemas para lutar. Você sabia? Quando você não está por perto, ele está trabalhando duro para se tornar um Brave].

[Sério?].

Os Braves nos livros de histórias eram retratados como pessoas que ficavam de pé bravamente em gloriosos campos de batalha, abatendo seus inimigos perversos e se casando com belas princesas. Qualquer garoto, ou mesmo algumas meninas, admirariam essa vida. Willem pensou que tal admiração era importante, mas também, ele acreditava que a admiração precisava permanecer como mera admiração, não como um motivador para realmente perseguir esses ídolos. Willem, uma vez um menino comum como todos os outros, também admirava os Braves desde uma idade jovem e aspirou depois deles. Só depois de ter agarrado este sonho, ele percebeu isso.

[Você está com medo de dormir?].

[Apenas um pouco], disse Almaria com um sorriso nervoso. Willem sentiu sua mão tremendo um pouco. [Eu sinto que talvez eu não consiga acordar nunca mais].

Nos últimos dias, os rumores do sonho cinza se tornaram mais difundidos, pouco a pouco. Os rumores tornaram-se mais assustadores. Aparentemente, aqueles que repetidamente tiveram o sonho eventualmente foram sugados para dentro, para nunca mais acordar.

[Bem, não faz sentido se preocupar tanto com isso que você não pode dormir e estar doente].

[Isso é verdade, mas ainda assim é mais fácil falar do que fazer].

[Você está pensando muito sobre isso. Esqueça isso e durma].

[Oookayy]. Almaria sorriu. [Ei, pai].

[O que é?]

[Desde que você voltou para casa, todos os dias foram super divertidos].

[Mesmo?].

[Nephren também é fofa. Ela é uma boa criança].

[Mhm].

[Mas as coisas não podem ficar assim para sempre, podem?].

… Claro que não. Willem e Nephren não podiam ficar neste mundo para sempre. Eles precisavam escapar antes que as Bestas apareçam e os matem. E, desnecessário dizer, quando chegar esse momento, eles precisariam deixar os residentes desse sonho para trás. Almaria. Ted. Lucie. Falco. Nanette. Wendel. Marlies. Meanae. Dettloff. Horace. Amigos próximos. Estranhos. Eles teriam que abandonar todos.

[Precisamos ir em algum lugar longe de novo em breve]. Willem aumentou a pressão sobre o aperto na mão de Almaria.

[Mas voltaremos para casa novamente. Eu prometo].

Que mentiroso.

[Eu vou trazer de volta mais camaradas da próxima vez. Conheço algumas das quais você iria se dar bem].

Outra mentira.

 

 [Então não se preocupe. Eu nunca quebrei uma promessa, não é?].

Claro, esta última foi a maior e mais descarada mentira de todas elas. Quase o fez querer rir. Ele nunca voltou para casa depois de sair para eliminar os Visitantes. A história deste mundo poderia ter sido reescrita, mas Willem lembrou claramente a realidade: ele nunca cumpriu aquela promessa.

[... Não, você nunca fez isso]. Almaria olhou para Willem com um sorriso gentil, como um santo que perdoa um pecador.

[Então não se preocupe com rumores estranhos e adormeça].

[Nn]. Ela assentiu e fechou os olhos.

Lentamente, Willem soltou aquela mão quente.

[Pai].

[O que é?].

[Te vejo amanhã].

 [- Sim. Boa noite].

Willem saiu do quarto e fechou a porta atrás dele.

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 Surpreendentemente, um delicioso cheiro flutuava por toda a cozinha. Uma sopa saborosa cozinhada levemente em uma panela.

[Nós resolvemos fazer algo simples], Nanette, de pé em um banquinho, disse com uma pitada de insatisfação.

Bem, é bom que ela seja honesta consigo mesma, pensou Willem e deu-lhe um cafuné na cabeça.

 Nephren, que estava habilmente cortando um pedaço de carneiro ao lado de Nanette, virou-se. [Como está Almaria?].

 

 [Ela não parece muito ruim, mas eu a fiz dormir um pouco mais apenas por precaução].

[... Preocupado?].

[Claro que estou].

[Mesmo que isso seja apenas um sonho?].

[Mesmo que isso seja apenas um sonho], Willem respondeu sem hesitação.

 [Entendo]. Nephren voltou-se para o pedaço de carne. [Eu acho que é o melhor. Não seria apropriado para você procurar um motivo para não ajudá-la. Mas…].

[Mas o que?].

[Se eu lhe incomodei, então eu sinto muito].

[Não seja boba]. Com uma ligeiro aceno de mão, Willem deixou a cozinha.

 [Discussão de amantes?], ele ouviu Nanette perguntar. Quem te ensinou essa palavra...

[Quando você terminar, traga um pouco para Almaria. Ela provavelmente está com fome].

[Oookay!] Nanette respondeu com entusiasmo com sua voz aguda.

 Quando a sopa estava pronta, Almaria ainda não tinha acordado. Ela parecia estar dormindo pacificamente, então eles a deixaram em paz.

Na manhã seguinte, no horário do café da manhã, Almaria ainda não tinha acordado.

Não importa o quanto eles chamassem ela.

Ou a sacudir.

Ou estapear suas bochechas.

Ou gritar seu nome.

Ela não mostrou sinais de abrir os olhos.

Por ScryzZ | 03/08/18 às 13:41 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Protagonismo Feminino, Guerra, Tragédia, Mistério, Sci-fi, Japonesa