CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 4.2 -『QUANDO ESTA BATALHA TERMINAR』- caminho estrelado para o amanhã -

Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii desu ka? Sukutte Moratte Ii desu ka? (SukaSuka)

Capítulo 4.2 -『QUANDO ESTA BATALHA TERMINAR』- caminho estrelado para o amanhã -

Tradução: Itsuki Lonely Driver

Parte 02 - Alguém que não Deveria Estar Vivendo

[O que aconteceu?]. Essas foram as primeiras palavras de Nygglatho depois de terminar o tratamento. [Como seu corpo ficou assim?].

[Hahaha, bem, parece que eu me tornei muito mais fraco. Eu não manejava uma espada há tanto tempo, então meu corpo não conseguiu continuar].

[Isto não é uma piada. É seu próprio corpo, então você deve entender corretamente o que está acontecendo com ele].

Nygglatho estava com um rosto sério, e por algum motivo seus olhos pareciam um pouco vermelhos. Além disso, Willem sentiu sua voz tremer ligeiramente. Parecia que ele não seria capaz de rir para sair disto.

[Simplificando, você está uma bagunça. Quase todos os seus ossos têm pequenas rachaduras que não estão curando. Muitos tendões são incapazes de se recuperar do seu estado enfraquecido. Cerca de metade de seus órgãos não estão funcionando adequadamente. E também suponho que seus vasos sanguíneos também estão muito espancados, embora isso seja fora do meu campo de especialidade].

Willem esperava a maioria dessas coisas. Embora ele não tivesse muito conhecimento médico, ele estava pelo menos consciente da má condição do próprio corpo.

[Com estas muitas feridas em sua carne, acho que com uma mordida minha, meus dentes atingiriam seus ossos sem precisar de uma faca...].

Ele desejou que ela não dissesse isso com um olhar tão triste em seu rosto.

[Além disso, essas feridas não são apenas de ontem e hoje. A maioria delas são feridas antigas que pioraram. O que significa que você viveu com estas feridas pesadas esse tempo inteiro e manteve isso escondido?].

[Bem, eu não estava realmente mantendo um segredo].

[Se você age como se estivesse bem e não diz nada, é a mesma coisa. Como você conseguiu andar e se mover normalmente nessa condição...]. Nygglatho suspirou profundamente. [Essas feridas... Elas são os efeitos secundários de se transformar em pedra, não são?].

[Mais precisamente, elas são os danos que eu tomei na última batalha antes de me tornar em pedra. Bem, foi um milagre que eu continuei a viver, então eu realmente não podia me queixar].

[Isso não é uma desculpa para tratar sua própria vida despreocupadamente].

[Eu acho...], Willem tentou encolher os ombros, mas recebeu uma dor aguda em todo o corpo, então ele apenas sorriu.

[Não se esforce tanto], disse Nygglatho enquanto agarrava sua mão. O coração de Willem instintivamente começou a bater um pouco mais rápido. [Você perderá seu sabor].

Bem, ele esperava algo assim dela.

[Está tudo bem eu disser as crianças sobre você, certo?].

[Sim, como eu disse, não estava mantendo isso como um segredo em primeiro lugar. Se você acha que é necessário, diga-lhes tudo o que quiser].

[Tudo bem, então irei agora. Você fique deitado e durma um pouco. Eu acho que você já sabe, mas você está estritamente proibido de fazer qualquer coisa que esforce demais seu corpo. Eu nem sei como ainda está vivo].

[Entendi. Não estou tentando me tornar seu jantar de qualquer maneira].

[Não brinque. Estou falando sério].

[Ah, ok].

Nygglatho parecia muito irritada, apesar de ter dito algo sobre seu sabor há apenas um minuto. Willem sentiu que era um pouco irracional, mas decidiu não provocá-la ainda mais. Ele pensou que seria melhor para ambos e, mais do que tudo, ele percebeu que afastar sua genuína preocupação com uma piada talvez não tenha sido muito educado.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Ela escolheu a sala de jantar como o local mais apropriado para convocar uma reunião. Com os olhos de cerca de 20 meninas fadas concentradas nela, Nygglatho suspirou.

[Olhar para mim tão ansiosas não fará o que vou dizer mais interessante...].

[Nós julgaremos isso depois. Neste momento, queremos ouvir a verdade, interessante ou não], disse Ithea, enquanto as outras garotas concordavam com a cabeça.

Nygglatho, percebendo que não iria sair dessa, respirou profundamente e começou a falar.

[Foi na primavera do ano passado, um pouco antes de eu ter sido enviada aqui. Fui despachada para ajudar um grupo salvagers da Orlandri].

[Salvagers!].

Algumas das fadas, seus olhos pareciam brilhar, suspirando admiração. A imagem dos salvagers como heróis que corriam perigo em busca do tesouro e do romance ganhou muita popularidade entre as crianças de Règles Ailés. Bem, geralmente entre meninos, mas mesmo assim...

[Esse grupo de salvagers nunca teve muita sorte. Eles desceram muitas vezes na terra, mas nunca tiveram muito lucro. Naquele dia não era diferente. Estávamos prestes a voltar para casa com as mãos vazias, quando um membro do grupo subitamente deu um passo errado e caiu no subsolo. Lá, ele descobriu um enorme lago subterrâneo congelado. E afundado no fundo desse lago, havia uma estátua de pedra de um jovem ‘sem marca’].

[Assim como no Caixão de Gelo!]. Uma menina deixou escapar o título de um conto de fadas.

[Exceto que havia uma estátua, ao invés de uma princesa. Um dos meus companheiros com a habilidade de ver poder mágico confirmou que não era apenas uma estátua, mas um homem de verdade que virou a pedra por alguma maldição. Então, é claro, não poderíamos simplesmente deixá-lo e ir para casa].

[Deu muito trabalho, mas conseguimos quebrar o gelo em torno da estátua e carregá-lo de volta para as ilhas. Após cerca de um mês no hospital, a pedra começou a se dissipar do corpo do homem, que recuperou a consciência].

[Em primeiro lugar, tivemos muitos problemas. Ele surtava cada vez que via um Borgle ou um Orc, e ele não entendia o nosso idioma. Pudemos finalmente conversar depois de chamar um tradutor especial da Orlandri].

[Foi então que descobrimos. Ele era um genuíno Emnetwyte. O último dos soldados que transformaram todas as outras raças na terra em seus inimigos. Nós não sabíamos o porquê, mas ele estava dormindo no fundo desse lago congelado há centenas de anos...].

[Ele estava lá por tanto tempo, mas nunca foi comido pelas bestas?].

[Bem, provavelmente porque ele era pedra. Eu acho que essa foi uma coisa afortunada sobre sua situação].

Mais tarde, eles encontraram uma maneira de lidar com o problema da barreira do idioma com bastante facilidade. Ao lado de sua cobertura de gelo, rodando no lago, havia um antigo talismã que dava ao usuário o poder de entender qualquer idioma. Com isso, o jovem começou a contar sua história e começou a entender a realidade que enfrentava. Nygglatho nunca esqueceria o rosto de desespero ou lamentos de angústia do jovem.

O último sobrevivente dos extintos Emnetwyte. Nygglatho e seus companheiros decidiram manter essa identidade especial em segredo, como ele pediu. Ela não sabia muito sobre o que aconteceu depois disso. Ele acabou morando na 28ª ilha, apesar de serem tão hostis aos ‘sem marca’, e simplesmente trabalhou sem parar para pagar as várias dívidas. Ela só ouviu tudo isso de um salvager.

Depois disso... Ele veio aqui. Nos 6 meses desde sua chegada, ficou mais alto, aprendeu a rir mais e mostrou uma inesperada bondade para as crianças. Mas o sombrio e negro sentimento de vazio visível em seus olhos solitários não havia mudado um pouco desde então.

[E isso é tudo o que sei].

Nygglatho tentou dizer o máximo possível, deixando suas próprias impressões subjetivas. As meninas se viraram e sussurraram secretamente.

[Eu não posso dizer mais nada. Tudo o que resta é apenas um pedido. Pode ser difícil no início, mas eu não quero que ninguém tenha medo ou o rejeite. É isso aí].

Terminou seu informe, Nygglatho saiu do refeitório. Ao caminhar pelo corredor, ela se perguntou se ela cometeu um erro. O Emnetwyte era uma raça odiada. Embora Willem possa não ter desempenhado um papel direto, eles foram inequivocamente aqueles que lançaram as 17 Bestas, trazendo destruição ao mundo.

Ela não achava que as meninas necessariamente tivessem a mesma atitude que o resto da sociedade, mas podem ter uma reação semelhante independentemente. Afinal, elas existiam como armas descartáveis com o único propósito de combater as Bestas. O Emnetwyte seria então o único responsável por criar esse destino. Ainda assim, se possível, ela esperava que as crianças não rejeitassem Willem.

Ele não pertencia a nenhum lugar neste mundo. Então ela não queria que ele colapsasse, aqui poderia ser o único lugar onde ele poderia sorrir. O próprio Willem não parecia preocupado, vendo como ele tentava encontrar a verdade por trás das fadas e até mesmo insinuou sua própria identidade verdadeira para elas. Nygglatho não negou essa decisão, e é por isso que ela acabou de contar às meninas sobre seu passado. No entanto, ela ainda não desistiu de seu desejo. Talvez fosse um desejo egoísta, mas queria que as crianças ficassem do lado de Willem, exatamente como fizeram nos últimos 6 meses.

De repente, ela parou de andar. Um mau pressentimento apareceu na parte de trás do pescoço. Não, agora não. Não nesse momento, ela pensou. Mas, ao mesmo tempo, ela podia ver isso acontecer. Elas fariam algo assim. Ela rapidamente inverteu a direção e correu para a clínica. Assim que ela estava virando a esquina...

[Willem! Nós ouvimos tudo sobre você!].

[O Emnetwyte é tão parecido com a gente!].

[Muito interessante. Conte-nos mais sobre sua geração].

[Hm... Eu não sei o que dizer, mas... Sinta-se melhor em breve!!].

As fadas se aglomeraram na clínica, incomodando o pobre Willem, um paciente deitado na cama com feridas graves que quase morreu, com suas vozes fortes e enérgicas.

[...].

Nygglatho ficou perto da porta em choque por cerca de 10 segundos, e então levou mais 5 segundos para rir do ridículo de tudo o que ela estava pensando há apenas alguns minutos. Ela deveria ter predito facilmente esse desenvolvimento, mas por que ela se preocupou tanto? Respirou fundo para se acalmar usando mais 7 segundos.

[Vocês…].

As garotas pararam de se preocupar com o som de sua voz e lentamente viraram os pescoços para encarar a porta.

[Ele está muito cansado agora e precisa descansar, então, mantenha suas vozes baixas. Crianças impertinentes que não ouvem...], Nygglatho lentamente espalhou seus lábios em um sorriso largo. [Vocês sabem o que acontece agora, certo?].

Dentro de 10 segundos, todas as garotas haviam saído da porta e correram pelo corredor.

[Ohh, ela fez aquele o truque], disse Ithea, caminhando por trás.

[Se ficar barulhenta, eu vou persegui-la também, você sabia?].

[Hahaha, eu não gostaria disso], respondeu Ithea com uma risada, depois colocou uma expressão ambígua. Se era um rosto sério ou estava apenas brincando, Nygglatho não podia dizer. [Mas, eu queria confirmar rapidamente algo com o Sr. Quase morto ali. Você irá permitir isso?].

[… O que você quer perguntar?].

Antes que Nygglatho pudesse dizer qualquer coisa, o próprio Willem respondeu. Neste ponto, ela não podia interferir. Ithea entrou furtivamente no quarto com o sorriso habitual dela e puxou uma cadeira ao lado da cama.

[Primeiro, apenas para ter certeza. Você é um Emnetwyte, sim?].

[Mhm, acho que eles começaram a se chamar assim eventualmente. Quando eu morava lá, não tínhamos um nome especial para nós. Apenas chamando de ‘pessoas’ para se referir a nós, e qualquer outra raça era basicamente equivalente ao Monstruoso aos nossos olhos].

[Muito selvagem, hein?].

[Bem, não vou negar que... De qualquer forma, qual é a sua pergunta principal?].

Ithea de repente mudou o sorriso para um olhar sério, então, em voz baixa, perguntou: [Por que um Emnetwyte se preocupa tanto a gente? Agradeço o que você faz 2º técnico de armas encantadas. Mas agora que eu sei quem você é realmente, não consigo entender o motivo pelo qual você se esforça tanto. Como você lutou com Chtholly com esse corpo acabado. Você sabia que estava arriscando sua vida, não é? Chegando tão longe sem qualquer motivo real... É meio estranho, sabe?].

[Ser bom com as meninas é o senso comum].

[... Simples, hein?], Ithea iluminou seu rosto um pouco e começou a coçar sua bochecha. [Bem, acho que os biólogos dizem que os machos serem gentis com as fêmeas é o padrão].

A raça Leprechaun não tem membros masculinos, ou pelo menos nenhum nunca foi encontrado até agora. Como elas se multiplicam aparecendo naturalmente, em oposição à reprodução sexual, não ter filhos, não apresentava nenhum risco para a sobrevivência. Mas, como elas realmente não têm sensação de separação de gênero, Ithea poderia não entender o que Willem estava dizendo.

[Hmm, oh. Você gosta de gatinhos?].

[Ahh... Tanto quanto qualquer outra pessoa].

[Você sente que quer proteger um quando você vê?].

[Eu acho... Tanto quanto qualquer outra pessoa].

[É basicamente o mesmo que isso].

[Ainda não entendi...].

Willem pensou por um momento.

[Bem, isso é algo que eu ouvi há muito tempo. Coisas com aparências bonitas não aparecem aleatoriamente do nada. Elas adquirem essa característica por causa de seu instinto ou precisam ser protegidas e amadas. É por isso que as crianças são sempre fofas, sejam seres humanos ou animais. Elas têm um desejo desesperado de serem cuidadas... Ou algo assim].

[... Então você está dizendo que nós somos assim também?].

Observando-os, Nygglatho começou a se sentir um pouco arrependida por se preocupar cedo demais. No final, descobriu que nem as fadas, nem Willem pensavam sobre coisas tão profundas quanto esperava. Todos simplesmente seguiram seus próprios raciocínios ou instintos. Ou, em outras palavras, era um grupo de idiotas. E, é claro, os idiotas são idiotas porque não podem ficar inteligentes com tanta facilidade. Eles eram idiotas porque podiam rir e rir tão livremente.

Ahh... Eu amo todos vocês. Sempre que Nygglatho disse isso em voz alta, por alguma razão, todos ficariam assustados, então ela só podia dizer dentro da própria cabeça.

Por ScryzZ | 03/08/18 às 00:53 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Protagonismo Feminino, Guerra, Tragédia, Mistério, Sci-fi, Japonesa