CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 4.5 -『QUANDO ESTA BATALHA TERMINAR』- caminho estrelado para o amanhã -

Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii desu ka? Sukutte Moratte Ii desu ka? (SukaSuka)

Capítulo 4.5 -『QUANDO ESTA BATALHA TERMINAR』- caminho estrelado para o amanhã -

Parte 05 - Mesmo que Essa Batalha Termine

Sobre seus uniformes do exército, elas usavam uma armadura leve. E em suas costas, elas carregavam espadas tão grandes que quase pareciam ridículas. As 3 meninas completaram seus preparativos para a batalha.

[Bem, eu estou saindo. Até mais!]. Ithea fez um gesto energético com o sorriso habitual.

[... Hm]. Nephren assentiu ligeiramente com a cabeça.

Somente Chtholly recusou se a virar ou deixar algumas palavras de despedida. O broche de prata anexado ao uniforme do exército perto do peito simplesmente emitiu um leve brilho de luz, como se estivesse tentando dizer algo.

E assim, as 3 fadas lançaram-se ao céu, suas figuras desapareceram gradualmente no pôr-do-sol.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

[... Você é estúpido?]. Essas foram as primeiras palavras da boca de Grick depois de ouvir a história. [Por que você está comendo aqui comigo?].

[Como assim por quê? Acabei de te falar. Para informar sobre a situação atual e te agradecer].

[Você pode fazer isso a qualquer momento! O agora é chamado de agora, porque é agora ou nunca, você entende!?].

[... Bem, não tenho certeza se você entende o que você acabou de dizer].

[Quem se preocupa comigo ?! É de você que estamos falando! Você!].

Bem, isso é verdade, mas...

Confuso com a irritação inesperada de seu amigo borgle, Willem tomou um gole de seu café salgado.

[De qualquer forma, minha cabeça está cheia apenas de saber que por trás da fachada de paz em Règles Ailés, há tanto drama e sacrifício não vistos. Bem, acho que derramar sangue em lugares invisíveis é o trabalho de um soldada. Se você pensar sobre isso, é natural, mas apenas pensar sobre isso e realmente ouvir você me contar sobre isso acontecendo na vida real são coisas muito diferentes. Como dizer isso... A culpa de não saber sobre isso antes poderia me esmagar... Ou mais, como eu quero ir abraçar essas garotas agora... O que há com esse rosto assustador?].

[Nada], murmurou Willem enquanto ele tomava a xícara de café com um rosto que definitivamente faria uma pequena criança chorar.

Grick soltou um profundo suspiro. [Eu pensei que seria um trabalho mais leve e fácil, então eu dei a você, mas... Bem, funcionou bem no final, mas é assustador pensar o que teria acontecido se eu não pensasse muito nisso e desse o trabalho a um pateta aleatório]. Ele fez uma pausa para tomar um pouco de café. [Então... Por que diabos você está aqui?].

[Bem, a batalha na 15ª ilha começa amanhã, e continuará por dias, e qualquer contato sobre o resultado não será até muito tempo depois, sabe? Não há exatamente nada o que posso fazer agora].

[Não, não, não! Normalmente em momentos como esse você deveria estar tão preocupado, que não poderia comer corretamente ou não poder dormir ou algo assim! Então, por que você está aqui vivendo sua vida cotidiana como se nada aconteceu?].

[Estou ansioso, mas isso não vai mudar suas chances de ganhar. Até ontem, ensinei tudo o que pude e ajustei suas espadas o máximo possível. Mas, suas chances de voltar para casa com segurança provavelmente ainda são apenas um pouco acima de 5%. Não adianta começar a se preocupar agora].

[Oh vamos lá! Você de todas as pessoas não pode duvidar da vitória delas!].

[Não sou do tipo que desvia meus olhos da realidade].

[Mas não desvie seus olhos de suas esperanças e sonhos também! Você só precisa acreditar!].

[Todos se esforçam porque a vida não funciona desse jeito... De qualquer forma, estar tão convencido de algo faz com que seja mais difícil voltar à realidade, quando ocorre algo inesperado. Se eu quiser acreditar nelas, então, isso significa que eu deveria estar pronto para aceitar qualquer resultado que elas trouxerem].

[Tão frio, cara! Eu não sinto o calor do romance em suas palavras!].

[Bem, eu não sou de uma raça adequada para ser um salvager].

Grick deu uma gargalhada kekeke, que Willem interrompeu ao ficar de pé.

[O que, você tem algum lugar que precisa ir?].

[Sim, eu tenho que comprar um pouco de comida].

[Willem... Você realmente está levando sua vida cotidiana, hein?].

[Claro. Há pessoas que lutam para proteger esse estilo de vida para mim].

Grick ficou em silêncio.

Justo quando Willem deu um rápido ‘até mais’, e começou a se afastar, [... Ah, é mesmo]. Ele fez uma pausa, lembrando que tinha algo que precisava perguntar. [Você conhece alguma loja por aqui que venda manteiga e farinha por um bom preço?].

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

E então, ele retornou ao 4º armazém da Orlandri.

[Willem!].

As garotas perseguindo uma bola pelo terreno o reconheceram e se aproximaram.

[Onde você foi? Nós te procuramos em todos os lugares!].

[Hm, já faz um tempo, então, gostaria de brincar conosco?].

[Ultimamente você não está falando conosco, com todos os seus desmaios e outras coisas, então não faria mal sair conosco pelo menos hoje].

Pequenas mãos puxaram as mangas de todas as direções, mas...

[Desculpem-me, mas hoje eu tenho algo que eu preciso fazer].

Ehhh? Suas vozes de protesto beiravam a gritos.

[Eu vou brincar com vocês mais tarde].

Ele dirigiu-se direto para a cozinha, sem prestar atenção às vozes deprimidas direcionadas às suas costas. Em sua mente, ele folheou o livro de receitas ‘sobremesas populares com crianças pequenas’ e encontrou a página para o bolo de manteiga. Ele apenas lembrou vagamente a maioria dos pequenos detalhes, já que a receita nunca foi um sucesso no orfanato (sempre foi comparado com o da ‘filha’), mas ele disse a si mesmo que isso funcionaria de alguma forma. Ainda havia muito tempo para praticar, e, além disso, uma colher de amor ou algo nesse sentido certamente teria um grande impacto no gosto. Provavelmente.

Paaaaaaaai.

De repente, sentiu um ouviu uma voz chamando-o de algum lugar.

[... Almaria?].

Ele se virou, olhou para o céu, mas é claro que não havia ninguém para ser encontrado. Tudo o que ele viu eram nuvens em forma de seda fina, espalhando-se infinitamente para além das gradações de vermelho e escarlate acima.

Em primeiro lugar, a dona dessa voz já não existia neste mundo. Ela o deixou muito há tempo, incapaz de receber a pessoa que ela estava esperando por todo esse tempo, a pessoa que ela continuou a assar o bolo de manteiga para que sua promessa pudesse ser cumprida.

[Desculpe, Almaria].

Ele sentiu que estava fazendo algo horrível. Não apenas para ela, mas também para os camaradas que haviam lutado ao lado dele. Para os nobres que os tinham visto com grandes expectativas de sua vitória. Por que ele não poderia ter morrido com eles? Ou melhor, por que ele não acabou com sua vida assim que acordou neste mundo? Será que viver esta vida como eu estou fazendo agora, não quebraria todas essas promessas de há muito tempo?

Ele entendeu, mas ainda...

[Eu sinto Muito. Eu realmente sinto]. Diante dos céus, ele inclinou a cabeça em desculpas.

Ele não tinha lugar nesse mundo. Mas, se alguém o fizesse parte desse lugar, então, para poder dizer ‘bem-vindo ao lar’, ele precisava ficar aqui. Willem decidiu isso em sua mente quando ele tirou o avental.

Por ScryzZ | 03/08/18 às 00:59 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Protagonismo Feminino, Guerra, Tragédia, Mistério, Sci-fi, Japonesa