CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 5.1 -『ANTES QUE ESTE MUNDO TERMINE–B』- promessa/resultado -

Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii desu ka? Sukutte Moratte Ii desu ka? (SukaSuka)

Capítulo 5.1 -『ANTES QUE ESTE MUNDO TERMINE–B』- promessa/resultado -

Tradução: Itsuki Lonely Driver



Na escuridão da noite, parada no meio de uma vasta extensão cinza, uma única 'Besta' uivava. Sua voz não fazia com que o ar vibrasse e produzisse som no sentido tradicional. E, claro, dentro do alcance dos seus gritos, não existia nenhum ser vivo.

Então, não havia nada para ouvir ou entender a voz do Cantor, a ‘1ª Besta’. Mas ainda assim, a ‘Besta’ continuou a uivar, não se cansando, nem perdendo a esperança, ou talvez nem compreendesse esses conceitos, eternamente, produzindo um som sem sentido que alcançava os ouvidos de ninguém.

Olhando para baixo de Règles Ailés, a paisagem cinza pode parecer à mesma em todos os lugares, mas se você realmente chegar ao chão, ficaria surpreso com a quantidade de altos e baixos do terreno anterior que você pode notar. Onde uma colina costumava ser, uma duna de areia suavemente inclinada está em seu lugar. Um pico cinzento onde era uma montanha íngreme e alta. E em lugares onde os edifícios de pedra costumavam ficar de pé, você pode ver claramente ruínas, ainda contendo vestígios da arquitetura anterior. Por isso, os salvagers podem abrir caminho através dos restos de cinzas, procurando por vestígios da longa civilização perdida.

Agora, vamos falar sobre a terra ao pé da ‘Besta’ uivante. Apenas um pouco mais de 500 anos atrás, havia uma pequena cidade aqui. Não era muito próspera e não tinha indústrias significativas, mas o que tinha era uma longa história. Do pavimento de pedra nas ruas e as árvores plantadas ao seu lado e as paradas dos vagões de patrulha, até os apartamentos baratos, tudo na cidade parecia ficar com orgulho, com certa personalidade que parecia dizer ‘eu estive aqui por centenas de anos, você sabe’.

O orfanato nos arredores da cidade não era exceção. Originalmente um antigo jardim de infância, o prédio reaproveitado estava com uma poderosa pose que te lembrava seu longo passado. Em outras palavras, estava caindo aos pedaços. Toda vez que a chuva caia ou o vento soprava, seus habitantes corriam com martelos e tábuas de madeira.

A cidade tinha uma população total de cerca de 3 mil. E o orfanato, cerca de 20. Isso foi há 526 anos. Agora, essas cenas permanecem apenas nas memórias de um certo alguém.

E agora, a ‘Besta’ continua a uivar, soltando gritos após gritos que não vão a lugar nenhum e não alcançam ninguém.

Deixe-me dizer-lhe um pequeno segredo.

Dizem que os Elfos anciãos costumavam trocar palavras apenas usando suas mentes, não criando vibrações no ar. O que a ‘Besta' está fazendo agora é quase idêntico a isso: um tipo de comunicação telepática que apenas um de uma espécie similar, com uma estrutura mental similar poderia receber.

E cada uma das ‘17 Bestas' conta com suas próprias espécies. As palavras de um Cantor chegarão apenas a outro Cantor.

E o Cantor é o único de seu tipo. Toda a sua existência, tão próxima da integridade, permanece dentro de um único corpo. Mesmo que você busque por todo o mundo, nunca encontrará nada que possa ser chamado de parente.

Então, a voz da ‘Besta' realmente não chegará a nenhum lugar e não será ouvida por ninguém. Ela simplesmente continua a uivar uma sinfonia sem som, como tem feito desde que apareceu pela primeira vez neste mundo, e como continuará a fazer pela eternidade.

Paaaaai.

Os gritos da ‘Besta’ solitária, sem tocar ninguém, sem ressoar com ninguém, simplesmente se derretem no deserto infinito e desaparecem. 

Por ScryzZ | 03/08/18 às 01:01 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Tragédia, Protagonismo Feminino, Guerra, Mistério, Sci-fi, Japonesa