CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 8.2 - 『TODOS, EM NOME DA JUSTIÇA』- do amanhecer ao anoitecer -

Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii desu ka? Sukutte Moratte Ii desu ka? (SukaSuka)

Capítulo 8.2 - 『TODOS, EM NOME DA JUSTIÇA』- do amanhecer ao anoitecer -

Tradução: Itsuki Lonely Driver

Parte 02 - O Uso Impróprio do Amor e da Justiça

Eles viram algo chamado de Túmulo do Perjúrio. Supostamente, era o túmulo de um vigarista lendário que viveu cerca de 200 anos atrás. Por algum motivo, as pessoas que haviam sido enganadas por ele juntaram fundos para colocar uma lápide em seu túmulo que dizia ‘Aqui está um homem honesto’.

Quase todos ficaram intrigados com o motivo pelo qual eles fariam tal coisa, o que levou a uma grande variedade de teorias. Na verdade, havia tantas teorias que criaram um pequeno boom no mercado de ficção de Collinadiluche e quase formaram um gênero próprio.

[Pessoalmente, eu gosto da teoria de que ele proferiu palavras de amor verdadeiro antes do momento da sua morte].

[Hmm, eu gosto daquele em que ele estava realmente trabalhando o tempo todo para expor a imoralidade e a corrupção dos aristocratas. Parece legal, você não acha?].

[Aquele em que ele irritou um deus da terra e foi amaldiçoado para que todas as suas mentiras se tornassem verdade era interessante].

Uau. Realmente havia uma grande variedade de teorias. No final, no entanto, era um pedaço do passado cuja verdade ninguém sabia. Muitas vezes, a história que é a mais divertida ou a mais conveniente para uma das partes, que vem tornar-se conhecida como verdade, independentemente da sua validade.

Todos acreditam na teoria em que querem acreditar. Se não surgirem conflitos, não há nada de errado com isso. O mundo continuará girando.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Eles viram algo chamado de Escadaria dos Amantes. Este era bastante autoexplicativo. O palco de uma história de amor entre uma filha de um nobre que tem o destino de um casamento arranjado e um menino humilde que se sustentava através de roubos. Eles supostamente se conheceram quando se esbarraram um com o outro nesta escada e rolaram escada abaixo.

Na parte superior e inferior da escada havia grandes avisos que efetivamente arruinavam a paisagem. Sobre eles estavam o símbolo do conselho da cidade e a mensagem de aviso 'sem rolamento'.

[Sem rolamento!?].

Cidadãos passando, riram de Tiat, que soltou um grito de desespero como se o mundo estivesse chegando ao fim. Eles provavelmente ouviam comentários semelhantes com bastante frequência neste local. Willem fingiu que não viu Chtholly ceder seus ombros em decepção.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

[Espere um segundo, Sr. Técnico]. Ithea puxou a manga.

[Você parece estar agindo como se tudo estivesse normal, mas você não acha que poderia, pelo menos, dizer algumas palavras agradáveis ou algo assim para Chtholly?].

Ela olhou para a garota mal-humorada, que se recusava a encarar a direção deles.

[Bem, agora ela está assim, mas até ontem ela estava trabalhando muito, sabia?].

[Eu sei, eu sei. Lidar com garotas de mau humor era um ponto fraco meu há muito tempo].

[Eu imaginava, mas você é o único que consegue consertar esse mau humor].

Willem bagunçou o cabelo de Ithea um pouco. Surpreendida, ela saltou e soltou um grito.

[O-O que você está fazendo tão de repente?].

[Estava pensando que você é uma boa garota, cuidando da sua amiga primeiro, mesmo que você também tenha trabalhado duro e também deva estar cansada].

[Quem se preocupa comigo?! Agora estamos falando da Chtholly!].

Ithea corou ligeiramente e bateu na mão dele afastando-a, uma reação incomum para ela. Ele sabia que ela não estava acostumada a receber elogio, mas ainda assim ela sempre estava por cima.

- Mais uma vez, um sentimento incômodo subiu na parte de trás do pescoço de Willem. Seus perseguidores estavam começando a manter um pouco mais de distância entre eles do que antes, mas parecia estar crescendo em número.

[Eu acho que é hora de cercá-los, hein...].

[Eh? Sobre o que está falando?].

 Voltando a mão para a cabeça fofa de Ithea (e causando outro grito), Willem chamou Phyr, que estava liderando o caminho à frente deles. [Ei, posso fazer um pedido para o próximo local? Se houver uma espécie de local escondido onde não haja muitos turistas, eu gostaria de ir lá].

 [Isso é um desafio para minhas habilidades de guia? Muito bem, eu aceito], ela respondeu com um sorriso sem medo, seu habitual olhar delicado de princesa não estava mais lá.

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 [Aquele é o poço dos desejos].

 Phyr apontou para uma pequena clareira onde 6 ruas se cruzavam. No meio, havia um antigo poço comum.

 [Agora, não é tão famoso como a Igreja Central ou a Praça Cevada, mas foi usado algumas vezes em filmes ou histórias, então acho que qualquer um que seja apaixonado por essas coisas irá reconhecer isso].

Tiat acenou com a cabeça vigorosamente.

 [É uma dessas coisas em que você joga uma moeda e seu desejo se torna realidade? Eles sempre são populares em romances e contos de fadas], perguntou Ithea enquanto olhava para o poço.

[Infelizmente, nem todos os desejos se tornam realidade. Na verdade, existe um espírito que reside no poço que pode fazer eles se tornarem realidade, mas a proporção é de aproximadamente 1 em cada 1.000 ou 10.000 pessoas que lançam uma moeda].

 [Ah, quando você menciona os números, ele realmente perde sua mágica de conto de fadas].

[No entanto, você pode jogar quantas moedas quiser. Quanto mais você coloca, maiores são suas chances, então algumas pessoas vêm com sacos de moedas de 20 Bradal].

[... Agora todo o sentimento romântico desapareceu].

[Houve um período de tempo em que o uso do poço foi proibido. Isso foi há cerca de 50 anos, durante a proibição de apostas. Foi considerado muito viciante para os jogadores].

[Tudo bem, basta. Isso está ficando cada vez mais deprimente...].

Enquanto Ithea e Phyr conversavam, Tiat tirou uma pequena moeda e atirou no poço. Segundo ela, ela particularmente não tinha nenhum desejo que quisesse tornar realidade; ela só queria reconstituir as cenas dos filmes que ela tinha visto. Ithea, que aparentemente não ouviu isso, abraçou Tiat de uma forma romântica e esmagadora. Ao lado, Nephren a copiou silenciosamente, tirou uma moeda e jogou-a com um respingo.

Parecia faltar uma pessoa. Virando a cabeça ao redor, Willem logo a encontrou. Chtholly Nota Seniorious estava sozinha um pouco longe do poço.

[Você não quer tentar também?]. Ele se aproximou e sentou-se em uma das caixas de madeira empilhadas ao lado dela.

[Não, eu estou bem. Na verdade, não estou com vontade de fazer um desejo], ela respondeu suavemente, ainda se recusando a olhar para ele.

[Mesmo? Isso é surpreendente... Eu pensei que você gostava desse tipo de coisa].

[Bem, eu não odeio... Acho que se eu tivesse que dizer, eu realmente gosto muito, mas...], ela murmurou praticamente quase inaudível.

[Eu não estou com vontade. Provavelmente é algo que as pessoas fazem para reconfirmar sua determinação quando seu objetivo ainda está fora do alcance. Dói a carteira um pouco, mas isso ajuda a lembrar de quão valiosa é sua determinação. Então, as pessoas que perderam seu objetivo ou chegaram ao alcance dele por si só não ficam muito fora disso]. Seu tom trazia sugestões de solidão e gentileza.

[Ei, você está realmente bem? Você parece um pouco desligada hoje].

[Sim, eu disse, estou bem. Nós, meninas, temos apenas dias como estes, às vezes sem motivo].

Ah, isso parecia ser algo que a Chtholly normal diria. Isso deu a Willem um pouco de conforto. E esse conforto o empurrou para dizer palavras que ele poderia ter guardado originalmente para si mesmo.

[… Obrigado].

[Eh]. Ela parecia genuinamente surpresa.

[Por muito tempo, tudo o que eu pensava era a morte. Tudo o que eu queria fazer era encontrar aquelas pessoas que esperaram meu retorno para casa. Mas quando conheci vocês, eu consegui mudar. Eu queria um lugar para pertencer novamente. De certa forma, você me salvou. Porque eu conheci você, eu tenho alguém que eu posso esperar também. E agora que você voltou, bem... Estou um pouco mais feliz].

[Eh]. Ela parecia genuinamente assustada.

[Ei, não se recue tão rápido. Também não fique com essa cara de ‘o que é essa criatura embaraçosa’. Eu nem disse nada estranho...].

[Tudo isso foi estranho, especialmente como você pode dizer coisas tão embaraçosas com um rosto sério].

[O que você quer que eu faça? Diga com um grande sorriso na minha cara?].

[Não, esse não é o problema... De qualquer forma]. Chtholly sorriu. Aquela expressão gentil, alegre, ainda fugaz, fez o coração de Willem pular uma batida.

[Você coloca isso da maneira mais embaraçosa possível, mas fico feliz que você se sinta assim. Ser capaz de fazer alguém feliz me permite pensar que a vida vale a pena viver depois de tudo. Como eu pensei, não cometi um erro quando escolhi por quem me apaixonar].

- Pera lá. Nervoso, Willem afastou o olhar do rosto de Chtholly. Isto é ruim. O que é essa garota. Qual é a desse sorriso. Ela ainda é uma criança, lembrou. Ele não podia aceitar sinceramente suas palavras de ‘amor’. Fazer isso só traria sua infelicidade mais tarde. As palavras e a expressão de Chtholly possuíam um encanto tão incomum que Willem devia continuar repetindo essas ordens para manter a calma.

Nesse momento, Willem percebeu: ela estava confrontando ele de frente com seus verdadeiros e honestos sentimentos. É por isso que suas palavras tinham o poder de mover seu coração. Ele não podia mais lidar isso como a primeira paixão tola de uma criança ou uma obsessão temporária.

[O que há com essa reação], Chtholly riu suavemente.

Nada, ele começou a dizer, então conseguiu engolir aquela mentira antes de deixar escapar de sua boca.

[Estou com vergonha, ok? Algo de errado com isso?].

[Haha não, na verdade, isso é muito bom]. Ela riu mais alto desta vez.

Por algum motivo, apesar do sorriso amplo, mesmo agora seu rosto parecia estar prestes a explodir em lágrimas. Isso é ruim. Agora, estamos realmente caminhando para um território desconfortável. Chtholly, que deveria ser uma criança na mente de Willem, estava começando a ser cada vez mais como uma mulher. E, claro, Willem nunca tinha sido muito bom em lidar com mulheres. Ele não tinha absolutamente nenhuma ideia de como decifrar o significado de cada palavra e ação. Mesmo contra pessoas relativamente fáceis de ler como Nygglatho, ele tinha problemas, então ele não teve nenhuma chance contra Chtholly, que obviamente estava escondendo algo debaixo daquele sorriso dela.

Ainda assim, ele não podia ficar em silêncio. Quando Willem se recolheu e começou a fazer uma resposta adequada, a voz de um homem cortou-o.

[Desculpe pela interrupção do seu passeio turístico, princesas].

[Você conhece ele?]. Tiat perguntou a Phyr.

[Não, não me lembro de vê-lo antes], ela respondeu, balançando a cabeça.

[Sim, claro. Este é o nosso primeiro encontro].

O homem era uma pessoa fera com características de gato. Ele usava um terno (que não ficava muito bem nele) e estava acompanhado por outros 5 jovens atrás dele. Todos eram pessoas feras com roupas que não pareciam ser de qualidade muito alta, e cada um tinha um lenço marrom enrolado em torno de seu pulso.

[Estamos cercados], murmurou Nephren.

Phyr olhou ao redor deles em pânico. Grupos de 2 ou 3 pessoas feras, todos com o mesmo lenço, haviam aparecido em cada uma das ruas que levavam à pequena clareira onde estavam. Os 6 deles e os recém-chegados foram os únicos à vista. Era como se a pequena seção da cidade onde estavam estava completamente cortadas e isoladas do resto da cidade.

[Não…].

[Não se preocupe, preferimos não tornar as coisas difíceis. Princesa Phyracorlybia, se você deseja ver seus companheiros imundos e ‘sem marca’ saírem daqui em segurança, eu sugiro que você aceite nosso convite].

O homem gato parecia estar tentando falar com uma voz dramática e pomposa, mas ele falhava completamente. No final, ele soou como um palhaço artificial.

[Quem são vocês?]. Phyr tentou falar com ousadia, mas sua inquietação mostrou claramente em sua voz trêmula.

[Haha, não sou tão importante que minha identidade seja mantida em segredo, mas já que você perguntou, eu vou mantê-lo em suspens-].

[A Ordem do Serviço de Aniquilação Histórica, certo?]. Todos os olhos se voltaram para se concentrar em Willem. Com toda a atenção nele, ele se abaixou para pegar algumas pedras e começou a brincar com elas, jogando-as no ar e pegando-as. Enquanto ele continuava a fazer malabarismos, ele olhou e chamou Phyr.

[Ah, sim, o que foi?].

[Você provavelmente não deveria estar aqui fora sozinha, estou certo?].

[Eh? S-Sim. Meu pai me ordenou que fizesse isso].

[Mas hoje você precisava conversar com aquele lagarto branco gigante, então você deixou sua casa em segredo, certo?].

[Sim... Mas por que você...].

[Simplificando, essa ‘ordem de cavaleiros’ vai usar você para realizar negociações com o prefeito. Bem, para ser mais preciso, eles vão te vender como alguém que pode ser usada em negociações com o prefeito sendo seu fiador].

Uma onda de agitação percorreu através das pessoas feras que estavam em volta deles.

[Você teve a sorte de não ter sido pega enquanto estava saindo de casa a caminho da sede do exército, e esses caras tiveram sorte de terem encontrado você caminhando com a gente].

Tiat parecia completamente confusa, Nephren estava inexpressiva como de costume, Ithea parecia estar acompanhando como se fosse uma novela de detetive ou algo assim, e Chtholly suspirou com um rosto que dizia ‘lá vamos nós’.

[Enquanto comíamos, eu podia sentir que estávamos sendo observados. Eu podia sentir que eles estavam rapidamente reunindo reforços, então eu pedi que você nos levasse para um lugar despovoado. E como eu previ eles apareceram].

[E-Espera um segundo. Eu não entendo. Quando você diz isso assim, quase parece que você me usou...].

[Está correta. Eu usei você como isca. Queria conversar um pouco com esses caras].

Com uma perda de palavras, Phyr ficou imóvel em estado de choque.

[E sobre o que você queria falar conosco?], o líder que estava de terno se interpôs com desconfiança.

[Eu não acredito que possamos negociar com você, amigo].

[Ithea].

[Hmm?].

[Os bons cavaleiros desta ordem não têm a habilidade de ver veias mágicas. Por que você não mostra um pouco daquele Venenum que você acendeu?].

[Você está me dando permissão para mostrar toda minha força?].

[Não. Apenas um pouco, nada mais].

[Entendi, Sr. Técnico Demoníaco].

Por uma fração de segundo, uma explosão de luz encheu a área. Olhando para cima, Willem viu um par de asas amarelas radiantes espalhadas na parte de trás de Ithea, que estava lá com os olhos fechados. Para ser preciso, eram meras ilusões de asas, existentes apenas como luz pura, não objetos tangíveis. Mas porque eram apenas ilusões, mesmo sem soprar vento, ela poderia facilmente tirar os pés do chão.

[Ah...]. Phyr, que provavelmente não tinha ouvido nada sobre Ithea, além de que ela estava de alguma forma envolvida com os militares, soltou um suspiro de surpresa e admiração.

[... Uma usuária de Venenum, entendi. Técnicas mágicas para brotar asas são bastante raras. Então, você quer me mostrar que você poderia escapar a qualquer momento, mesmo cercado assim?].

Pelo breve tremor nos olhos do homem fera que vestia um terno, Willem adivinhou que eles prepararam algum tipo de método para lidar com a possibilidade de eles escaparem pelo ar, provavelmente uma arma de fogo. No entanto, uma arma tão pequena e portátil teria necessariamente uma precisão e alcance mais fraco, o que significa que seria difícil para eles pararem as fadas. Além disso, eles não podiam arriscar ferir Phyr com uma bala perdida.

[É bom ver que você entende rápido]. Willem inferiu que eles não tentariam nada arriscado, e parecia que o palpite estava certo.

[Se o que você disse era verdade, então você planejou que tudo isso acontecesse. É óbvio que você estaria preparado. Mas sobre o que você quer falar?].

[Bem, nada muito importante]. Ele parou por um segundo, então perguntou: [Vocês gostam dessa cidade?].

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 Uma brisa soprou, espalhando pedaços de papel nas ruas de tijolos em todas as direções. O uivo de uma fera soou de algum lugar distante.

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 Tiat, incapaz de compreender a situação, desistiu de pensar sobre isso e olhou em volta. Nephren estava segurando a mão dela sobre a boca e sorrindo um pouco, uma visão bastante incomum. Ithea, um pouco espantada, sacudiu a cabeça para frente e para trás enquanto continuava a flutuar no ar. Chtholly ainda se recusou a enfrentá-los e murmurou: ’talvez eu cometi um erro quando  escolhi ele para eu me apaixonar’. Bem, talvez isso fosse o melhor. Os olhos originalmente grandes de Phyr se tornaram ainda maiores, e, enquanto isso, todas as pessoas fera ficaram em silêncio, incapazes de responder.

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 [... O que você quer dizer, tão de repente?], perguntou o líder de terno.

[Apenas responda].

Uma pequena pausa.

[Claro que sim].

[Isso é porque tem 400 anos de história? Porque é a maior cidade? Porque a sua economia é próspera? Porque a comida é boa?].

[Quantas perguntas idiotas você faz. Que outras respostas poderiam ser se não sim para todas? Collinadiluche é a joia do céu. Polida ao longo de seus longos anos, com todas as virtudes que uma cidade poderia ter, é a capital em que vivemos com orgulho, então...].

[- É isso que o seu contratante acha?]. A pergunta de Willem silenciou completamente o homem.

[Quanto você sabe?].

 [Na verdade, praticamente acabei de adivinhar, mas graças a você, eu sei bastante agora]. Willem suspirou.

 [Em primeiro lugar, as ações de vocês são uma bagunça. A ameaça de assassinar o prefeito na cerimônia foi um movimento estúpido. Se o seu objetivo principal era negociar, então há métodos melhores do que assassinato. Se o seu objetivo principal era realmente assassiná-lo, é claro que você não o advertiria antes. Mesmo que seu objetivo fosse ameaçar a oposição como um primeiro aviso, e depois matando o prefeito, você não precisava especificar o local e a hora. Então, por que a ameaça foi enviada? Provavelmente para satisfazer os desejos infantis da aristocracia para se exibir e chamar atenção].

 Bem, isso já era óbvio por um nome como ‘Ordem do Serviço de Aniquilação Histórica'. Willem fez uma pausa por um momento, mas ninguém falou. Todos estavam esperando que ele continuasse.

[A julgar por como você conseguiu reunir muitas pessoas num curto espaço de tempo desde que você nos viu, seus preparativos e comunicações devem ser muito bons. Além disso, ir atrás da filha do prefeito foi uma jogada prática. Não é difícil notar que ela é um pouco ingênua e não tão cautelosa como deveria ser].

 [A pessoa que pensou no sequestro deve ser diferente daquele que enviou a ameaça. A ordem oposta teria obviamente sido mais eficaz. O fato de que a ameaça veio antes da tentativa de sequestro significa que fazê-los na ordem inversa não era possível por algum motivo. Muito provavelmente, os caras que receberam ordens para realizar um assassinato absurdo, entraram em pânico e planejaram o sequestro quase todos por conta própria no último minuto].

 [Bem, isso foi o que me pareceu, e acho que estava certo na maior parte]. Willem finalmente parou de falar e assentiu algumas vezes.

[... O que você quer?]. O líder mudou o tom de voz.

[Hm?].

[Se você quisesse nos esmagar, não havia motivo para dizer tudo isso primeiro. Agora que você revelou suas cartas, eu suponho que você deseja negociar?].

 [Fico feliz em você entender rápido]. Willem levantou-se da caixa de madeira em que ele estava sentado.

 [Vou ser direto ao ponto. Conte quem é o seu contratante. Me parece que vocês não se importam particularmente com o prefeito. Vocês são apenas mercenários, seguindo as ordens do seu contratante. E você está começando a se encher de seus pedidos irracionais. Eu aposto que há pessoas entre vocês, já prontos para abandonarem].

Algumas pessoas feras estavam visivelmente perturbadas pelas palavras de Willem. Um deles deslizou a mão no bolso e puxou uma arma. Na velocidade de um relâmpago rapidamente, ele se virou e mirou em Willem, mas logo soltou um grito e deixou cair a arma. A pedra que tinha atingido sua mão caiu no chão e rolou em torno ao lado da arma.

 [A propósito, independente da resposta, deixar vocês ilesos dependerá das suas próprias ações], disse Willem, ainda em uma posição de arremesso.

 Tudo o que ele fez foi levemente atirar uma pedra, sem mágica envolvida. No entanto, ele teve o elemento de surpresa, o que tornou quase um truque mágico para alguém que não estava preparado.

 [Bem, o que vai ser?].

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 Depois disso, as coisas se resolveram bastante rápido. As pessoas feras deram e revelaram o nome da aristocrata que estava os contratando. Eles também disseram que tinham provas de algumas de suas ordens, então Willem disse para trazê-la diretamente ao prefeito.

A multidão reunida no pequeno cruzamento provavelmente não era a totalidade da ordem, mas a perda de seu líder e pelo menos 10 membros significava que eles não seriam capazes de causar um grande problema por enquanto. Em particular, não havia mais preocupação de uma tentativa de assassinato na próxima cerimônia. Eles realizaram com sucesso as ordens de Limeskin, mas...

 Uma forte bofetada pousou na bochecha de Willem.

[Eu odeio você], disse um Phyr, com lágrimas olhos. [Eu entendo que o que você fez foi por minha causa, mas não posso te perdoar por escolher essa maneira de fazer].

Bem, eu sabia que isto estava chegando, pensou Willem. A princesa era honesta, diligente e pura. Muito provavelmente, ela inconscientemente esperava essas qualidades das pessoas que à volta dela. O termo ‘jogo sujo’ não tinha lugar em qualquer espaço em sua cabeça. Desnecessário será dizer que ela nunca pensaria em fazer tal coisa com ninguém, mas ela entraria em pânico, incapaz de compreender o que aconteceu, sempre que alguém usava tais ações contra ela.

[Quando nos conhecemos, você até tocou na minha barriga...].

[Hã?].

 [Não me diga que você não está ciente! Para os Licantropos, confiar a barriga é equivalente a confiar tudo! É uma parte que não pode ser exposta tão casualmente, mesmo para a família!].

Como diabos eu deveria saber disso!? O que vocês são, cães de verdade? Mesmo que Willem gritasse, ela provavelmente não acreditaria nele. Ele riu nervosamente e desviou os olhos. Então é por isso que ela mencionou algo sobre embainhar a espada ou qualquer outra coisa naquela época. Bem, agora ele sabia. Ele fez uma nota mental para ser mais cuidadoso na próxima vez.

 [Ah, bem... Mil desculpas. Não vou pedir-lhe que me perdoe, mas pelo menos aceite minhas desculpas].

[É como o tio disse. Você não pode confiar ou depender dele]. As duras palavras de Phyr deixou Willem sem resposta. [Dizendo isso me faz sentir um pouco melhor, então vou aceitar suas desculpas. No entanto, não entenda mal. Eu ainda te odeio].

[Claro. Tudo bem comigo], Willem assentiu, então se virou. [Tudo bem, pessoal, é hora de voltar para ca...]. Sua voz rapidamente se apagou, deixando a última parte mal audível. Olhares fixos mais frios do que o gelo estavam diretamente sobre ele.

 [Claro, vamos para casa], disse Chtholly, seus olhos se estreitaram com suspeita.

[Eu sabia que você era esse tipo de pessoa, mas isso era como um novo nível, sabe?], disse Ithea, com um sorriso deslumbrante de alguma forma ainda no rosto.

[Vamos rápido. As passagens para a aeronave deixarão de ser vendidas em breve]. O habitual tom indiferente de Nephren parecia um pouco frio.

[Há mais tantos lugares que eu queria ver!]. Tiat parecia estar com raiva de algo, diferente de todas as outras.

Elas tinham seus próprios estilos, mas todas as 4 pareciam estar irritadas de alguma forma.

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 [Por que você escolheu um método tão perigoso?], perguntou Chtholly quando voltaram para a clínica pegar suas armas.

[Hm?]. O humor de Chtholly deve ter melhorado, essa era a primeira vez que ela falava com ele.

[Deveria ter pelo menos algumas maneiras mais seguras de fazer isso, correto? Em vez de levá-los a um lugar despovoado. Você só queria se exibir?].

 [Não, é só que não estava muito confiante em mim mesmo. Eu acabei parecendo um bom detetive ou o que fosse, mas eram tudo apenas suposições com base em experiência passadas. Eu só podia ter certeza dos detalhes quando eu vi suas reações às minhas perguntas, então eu precisava fazer uma situação em que pudéssemos conversar].

[Experiência passada... Que tipo de vida louca você teve para conhecer esse tipo de situação?].

 [Bem, aquela época era uma época bastante perigosa. Se você fosse um Quasi Brave, você ficaria preso em algum tipo de luta pelo poder em algum lugar, pelo menos uma vez por mês. Depois de fazer isso por um tempo, eu poderia me esquivar de uma faca enquanto dormia e detectar alimentos envenenados apenas pela intuição. O veneno que os profissionais utilizavam dificilmente tinha gosto ou cheiro, então você não podia simplesmente confiar em seus sentidos para escolher]. Willem riu alegremente.

[... Isso deveria ser engraçado?].

 [Bem, é porque eu vivenciei tudo isso. Claro que se eu tivesse morrido, eu não estaria rindo]. Chtholly fez uma cara azeda. Agora essa era para ser uma piada, mas parece que ele fracassou terrivelmente.

 [Eu admito que não era um plano muito bom. Achei que vocês notariam algo anormal e inflamariam o Venenum, e você fizeram, mas vocês acabaram de voltar de uma longa batalha. Eu não deveria ter feito um plano que envolvesse vocês usando Venenum. Tiat e Phyr também estavam lá. Eu prometo que estou devidamente refletindo na minha-].

 Antes que ele pudesse terminar, suas palavras foram cortadas. Chtholly parou de andar. A dois passos da frente, Willem também parou e virou a cabeça.

[Esse não era o problema], disse ela com um tom frio e culpado.

 [Quando eu disse que era um método perigoso, não queria dizer para nós. Não houve nenhum risco para nós. Você estava em posição de batalha desde que você se sentou naquela caixa de madeira].

Ah. [Do que você está falando? Eu estava no modo relax total].

[3 segundos].

 [… O que?].

[O primeiro que você cuidaria era o homem fera carneiro atrás de você no lado direito. Faria uma abertura ao lançar uma pedra, seguido de um chute no peito, depois uma arrancada contra os dois homens cervos nas proximidades. Deixando-os inconscientemente, roubaria suas facas e as jogaria, desabilitando os dois restantes nesse grupo. Isso levaria apenas menos de um segundo. Para cuidar de todos, seria necessário um total de 3 segundos. Estou certa?].

 Ela viu tudo. Ela deveria estar observando Willem muito de perto, detectando as menores mudanças em sua postura ou no seu olhar. Naquela época, ele pensou que Chtholly estava apenas parada estranhamente, mas ela estava observando tudo isso.

[Eu acho que você está lendo demais sobre as coisas. 5 pessoas em 1 segundo e 10 em 3? Mesmo eu não conseguiria fazer isso].

[Não minta. Conheço seu estilo de luta e força melhor do que ninguém neste mundo. Se esqueceu? Você mesmo me ensinou].

[… Está certa. Você é tão boa que eu esqueci que você era minha aluna].

 Bem, ele só a ‘ensinou’ por alguns dias. E quase metade desse tempo foi gasto na maneira correta dela lidar com o Carillon. Quanto às técnicas, tudo o que realmente fizeram foi praticar o básico. Ele rapidamente mostrou-lhe algumas das técnicas especiais nomeadas, mas nem sequer contou os nomes, muito menos os detalhes mais finos. Quem teria pensado que ela iria melhorar tanto assim?

[A razão pela qual você teve que levá-los a um lugar isolado... Talvez o motivo que você deu é meio certo, mas parece-me que metade era uma mentira. Eu sei que você poderia ter encontrado uma maneira mais segura, então...]. Chtholly deu a Willem um brilho afiado.

 [Você queria lutar, não é?].

 Ah. Agora que ela apontou, Willem percebeu essa possibilidade. Talvez, subconscientemente, ele quis lutar. Queria que suas tendências violentas fossem liberadas. Queria correr o risco de superar seu corpo já acabado. Queria tirar a frustração de enviar as meninas para a batalha enquanto ele se sentava inutilmente seguro em casa.

[Não sei por que, mas pare. Você não precisa lutar mais. Sua batalha pertence a nós agora].

[- Não tenho nada a dizer. Você realmente me observou de perto].

[Obviamente. Eu estou apaixonada por você].

[Vamos, vamos nos atrasar!]. Em frente, Tiat acenou com as duas mãos no ar.

Depois de acenar, os dois aceleraram o ritmo.

Por ScryzZ | 03/08/18 às 09:03 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Protagonismo Feminino, Guerra, Tragédia, Mistério, Sci-fi, Japonesa