CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 9.2 - 『RESSSURGIR O PASSADO, DESAPARECER O FUTURO』- sem notícias são boas notícias -

Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii desu ka? Sukutte Moratte Ii desu ka? (SukaSuka)

Capítulo 9.2 - 『RESSSURGIR O PASSADO, DESAPARECER O FUTURO』- sem notícias são boas notícias -

Tradução: Itsuki Lonely Driver

Parte 02 - Os Guardiões do Céu

Em uma das muitas ilhas flutuantes no céu, vive um homem velho. Há poucos que conhecem seu nome, mas também poucos que não conhecem sua existência. As pessoas simplesmente o chamam de ‘Grande Sábio’.

Sua história pessoal inclui essencialmente toda a história de Règles Ailés. Por exemplo, digamos que você vasculhe a Biblioteca Cenart, a maior em cima do céu, e encontrar o livro mais antigo que há lá. Provavelmente seria feito com pergaminho grosso e escrito à mão com caneta, tendo sido feito em uma época sem a fabricação de papel ou tecnologias de impressão. Se você virar as páginas, você descobriria um relato do nascimento de Règles Ailés, o tempo em que toda a vida na terra se aproximava da aniquilação nas mãos das Bestas lançadas pelo Emnetwyte. Quando os poucos sobreviventes estavam todos reunidos em Fistilas, o Pico dos Deuses, impotentes contra a morte deles, a uma velocidade assustadora, um único homem criou um caminho para os céus com uma quantidade enorme de Venenum.

Esse salvador mais tarde se tornaria esse velho, o Grande Sábio. Mesmo os livros de história não podem chegar mais longe no tempo do que as rugas na pele do homem. Isso é quanto tempo este homem tem vivido orientando e liderando pessoas.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

[Um homem que pode ajustar Dug Weapons?]. O velho lançou um olhar suspeito sobre a senhora Prima de olhos prateados, que trouxe a notícia com um olhar suspeito. Ela rapidamente ficou pálida e encolhida de medo. [Ah, eu não estou culpando você nem nada. Meus olhos são assim desde que eu nasci. Não precisa ter medo. De qualquer forma, aquele que veio com esse absurdo inútil foi Baroni Makish de novo?].

A senhora concordou.

[Pelo amor de Deus, como ele pode não reconhecer tais mentiras óbvias? Manutenção de Dug Weapons é impossível. Mesmo que o sol se levante no oeste, ou a neve caia no meio do verão, ou o Emnetwyte surgir novamente na terra, isso nunca acontecerá].

A senhora deu-lhe um olhar interrogativo.

[O quê?]. Quando o velho olhou para ela, ela soltou um pequeno grito e recuou novamente. [Não é preciso ter medo. Se você tiver uma pergunta, fique à vontade para perguntar].

[O-Oh não, sua escolha de palavras soou um pouco estranha para mim. Eu sinto muito!].

[Hm? Ah, você está dizendo que se o Emnetwyte voltassem à vida, então eles não poderiam ajustar suas próprias armas?].

A senhora respondeu ‘sim’ com uma voz quase audível.

[Eu continuo dizendo para você não ter medo. É uma boa pergunta. Se eu não soubesse muito sobre o Emnetwyte, eu pensaria o mesmo. Mas a resposta é não]. O velho sacudiu a cabeça. [Dug Weapons, ou Carillons, são coleções de muitos talismãs ligados por magia. Agora, isso pode parecer simples, mas a palavra entrelaçada nem sequer começa a descrever o fenômeno pelo qual diferentes talismãs produzem efeitos diferentes por interferência mútua entre si. Claro, foi preciso muita habilidade para sintonizar sistemas tão complicados. Obter um efeito específico é como tentar empilhar um monte de rochas umas sobre as outras até o céu].

[Entendo...]. A senhora parecia um pouco perdida.

[Mesmo entre os Braves que lutavam com essas armas, apenas um punhado poderia realmente cuidar de sua própria espada. Eles não eram esperados para serem capazes disso. Se você queria consertar um Carillon danificado, normalmente você precisaria montar uma equipe de técnicos especialistas para trabalhar nela em uma oficina com as instalações adequadas].

[Agora você pode ver por que esse relatório deve ser falso. Um homem capaz de fazer a manutenção sozinho? Além disso, na grande espada Seniorious? E outras espadas também? Hah!].

[Ele provavelmente exagerou um pouco para tornar seu relatório mais interessante, mas ele foi longe demais. Mesmo no mundo do Emnetwyte, não havia nenhum monstro que dominasse tal habilidade. Reivindicar tal coisa é absolutamente ridículo].

[Um monstro... Eu acredito que você usou essa palavra antes para descrever alguém. O Black Agate Swordmaster... Ou algo assim].

[Ahh... Está certa]. O velho acenou um pouco quando a senhora continuou a conversa. O corredor que eles estavam caminhando sempre parecia excessivamente longo, e não havia nada interessante para olhar. Sem nada para falar, ficou chato muito rápido. [Ele poderia ter sido capaz de tal façanha].

Com um olhar distante em seus olhos, o Grande Sábio começou a falar sobre aquele homem com um tom nostálgico em sua voz. [Ele era verdadeiramente uma besta temível. Ele não tinha talento inato. A quantidade de Venenum que ele poderia inflamar estava abaixo da média. Não podia conjurar feitiços simples. Mesmo em esgrima, o caminho que ele acabou escolhendo, ele só conhecia técnicas básicas].

[Então, em outras palavras... Uma pessoa comum?].

[Está correta. Pelo menos, no começo ele era. No entanto, ele aspirava ser um Regal Brave. E ele nunca desistiu desse sonho, não importa quantas vezes sua falta de talento lhe foi apontada. Para completar suas muitas lacunas, ele simplesmente aprendeu e aprendeu tudo o que podia. E o que ele obteve, ele poliu e poliu até ele ter dominado].

[O resultado? Um monstro que poderia entrar em batalha entre caras que usavam espadas lendárias com técnicas lendárias e ainda chegar em casa com os melhores resultados].

O Grande Sábio estremeceu, talvez por medo, talvez por respeito, e talvez por algo completamente diferente. [Com relação à força pura e ao número de coisas realizáveis com essa força, mesmo naquela época eu estava à frente dele. Mas ainda, depois de centenas de anos, depois de ter adquirido ainda mais poder, não posso me imaginar ganhando em uma briga contra ele].

A senhora olhou para baixo e tentou conter uma pequena risada. [Não temos conhecimento das espadas ou técnicas lendárias de que você fala. Mesmo se você falar de alguém com maior força do que você, eu nem consigo começar a imaginar essa pessoa].

[Isso pode ser o melhor. O que foi perdido nunca mais retornará. Os eventos e pessoas daquela época não são mais que uma fonte de nostalgia para mim. Devemos viver no presente]. O velho parou de andar. [É nesta sala?].

[Sim. Você ainda deseja conhecê-lo?].

[Bem, você me trouxe até aqui, então eu posso ver o tipo de impostor que temos conosco].

Ele girou a maçaneta e abriu a porta.

Um jovem de cabelos negros estava sentado com um cotovelo apoiado em uma mesa de recepção, bocejando de tédio.

[... Hm?]. O jovem olhou para ele. [Ah, Souwong. Faz tempo que não te vejo... Você parece muito diferente agora, hein?].

O Grande Sábio ficou de queixo caído.

[Você ficou um pouco mais alto. Sem esse manto, eu não teria reconhecido você].

[Black Agate... Swordmaster...?]. Com uma voz quase tão alta quanto um sussurro, o Grande Sábio - Souwong - Chamou o nome do jovem.

[Faz muito tempo desde que alguém não me chama assim, Magus of the Polar Star. Fico feliz em ver que está bem].

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Souwong Kandel. Como Willem, ele serviu como um dos membros da equipe de Braves chamados para vencer o Visitante Elq Hrqstn há mais de 500 anos. Os sábios da capital imperial o apreciavam desde uma idade jovem, reconhecendo seu imenso talento como um mago. No campo de batalha, sua força era rival com a dos Quasi Braves. O seu senso de moda tinha algumas falhas importantes, ele era um pouco mais baixo do que outros garotos de sua idade, e às vezes ele tinha um pouco de confiança demais em suas habilidades, mas, além disso, ele tinha sua reputação. Embora ele tenha tido muito talento inato, ele também teve a diligência de trabalhar arduamente para melhorar ainda mais e a modéstia de reconhecer os talentos dos outros ao seu redor. Além disso, ele sabia como trabalhar em equipe para atingir um objetivo. Ele tinha quase tudo.

Para Willem, Souwong era um camarada em que ele podia confiar e confidenciar, embora ele nunca tenha dito isso diretamente. E, claro, Willem pensou que Souwong morreu naquela batalha há 500 anos. No entanto, o fato de que Souwong sobreviveu e até mesmo tornou-se um pilar fundador de Règles Ailés não parecia muito improvável.

Por exemplo, quase tudo em Règles Ailés foi baseada na cultura Emnetwyte, algo que Willem sempre pensou como estranho. Bem, dando alguns passos para trás, todo o conceito de Règles Ailés parecia não natural. Se você reunir todas as diferentes raças, que viviam completamente separadas uma da outra na terra, e as enchia em um só lugar, você poderia esperar por uma batalha de sobrevivência do mais forte entrar em erupção. Por que todos simplesmente decidiram trabalhar juntos para construir cidades e prosperar em sua nova casa?

Agora, de volta ao primeiro ponto, não importa aonde você vá, todos os edifícios de Règles Ailés são semelhantes aos construídos pelo Emnetwyte. De volta à terra, as pessoas feras viviam nas árvores ou nas lacunas entre as rochas. Orcs tendiam a cavar cavernas para residir, os Reptrace abriam casas de tenda com estruturas construídas a partir de grama, e Ballman e Prima nem sequer tinham o conceito de uma casa permanente. Agora, por que todas essas raças se juntaram e construíram casas no estilo Emnetwyte para viver?

Havia inúmeros outros exemplos: comida, moeda, costura, hierarquia social, fabricação de papel e livros, etc, etc. Na verdade, era difícil encontrar até mesmo um contraexemplo. Règles Ailés, um mundo em que muitas raças, exceto o Emnetwyte, moravam, se aproximava muito do velho mundo onde o Emnetwyte viveu uma vez.

Willem agora teve uma explicação para tudo isso: Souwong. Na fundação de Règles Ailés, ele assumiu a liderança e criou essencialmente a cultura que seria dominante no novo mundo. A cidade natal de Souwong era a capital imperial, e também conhecia um pouco de história. Agora, a história da capital imperial foi preenchida com invasões e anexações, o que tornou uma caixa de tesouros de exemplos de diferentes pessoas, de diferentes culturas sendo forçadas a viver no mesmo lugar. Com toda essa experiência e conhecimento, não havia dúvida de que Souwong tinha a capacidade de criar uma nova cultura. Afinal, ele era um gênio.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 [Você foi transformado em pedra!?], o velho perguntou histericamente. [Depois da batalha, não importa quantas vezes tentei sentir um batimento cardíaco nas proximidades, não obtive resposta, então pensei que você estivesse morto].

[Quero dizer, como o meu coração deveria estar se movendo se eu for uma pedra?].

[Me devolva as lágrimas que derramei naquele dia].

[Hm? Você chorou por mim?].

[N-Não! Não há como fazer uma coisa dessas por você! Eu sabia que você iria viver o tempo todo!]. A atitude do velho não demonstrava isso.

 [Bem, de qualquer forma, foram um monte de problemas. Antes que eu realmente fazer isso, nunca ouvi falar de ninguém acordar depois de ser transformado em pedra. Tanto quanto eu estava preocupado, eu estava basicamente morto. Como eu tinha uma série de maldições em mim além de estar petrificado, demorou muito tempo e dinheiro para me recuperar em condições de trabalho. Graças a isso, desde que acordei, estou pagando dívidas].

[Absurdo…].

 Não é como se Willem tivesse se transformado em pedra porque queria. E ele não acordou e voltou à vida porque queria também. Ele podia entender o que Souwong deveria estar sentindo, então ele guardou isso para si mesmo.

[De qualquer forma, acho que já falamos o suficiente sobre mim. Como você chegou aqui? Ouvi dizer que o Emnetwyte foi extinto. Mesmo que isso não tenha acontecido, como você ainda está vivo depois de todos esses anos? Não creio que alguém ainda esteja vivo, não é?].

 [Não faça tantas perguntas ao mesmo tempo. Bem, apenas uma resposta é necessária para essas três perguntas]. Enquanto falava, Souwong tirou a túnica e revelou seu peito. Um grande buraco onde seu coração deveria estar.

[O que…].

 [Eu também fui morto naquela batalha de 500 anos atrás pelo Jade Nail, um dos 3 deuses da Terra, ou Poteau, que protege os Visitantes. Eu o desafiei junto com Emissa, mas nós dois morremos sem lutar muito. Antes de perder a consciência, lancei um feitiço sobre mim. Não posso lhe contar os detalhes, mas me interferi em uma parte da minha existência, de modo que não seria perdida com a morte normal. Na minha forma atual, não posso morrer por ferimentos ou velhice. E, claro, eu não sou mais um Emnetwyte].

 [Entendo…].

[Apenas para deixar as coisas claras, não quero sua pena. Estou bastante satisfeito comigo mesmo, e a ideia de você sentir pena de mim me faz tremer].

[Não, não é você. Apenas fiquei chocado ao saber que Emissa morreu].

[Ei].

[Então, aquele demônio explosivo morreu, hein? Eu pensei que toda a tristeza já havia me deixado, mas ouvir isso novamente ainda me trás de novo esse sentimento. Então eu assumo o resto morreu também?].

[Não, nem todos. Lillia e Navrutri conseguiram].

 Souwong não sobreviveu pulando pelo tempo como Willem fez enquanto ele estava transformado em pedra. Souwong estava vivo e ativo o tempo todo. Todos os 500 anos. Diante disso, ele deveria saber. Ele deveria saber tudo o que ocorreu enquanto Willem era uma rocha inútil e duradoura.

 [Ei...]. Havia montes de perguntas que ele queria fazer. Onde nosso mestre, com quem não conseguimos entrar em contato, acabou indo? O que aconteceu com o exército de monstros depois da marcha na capital? A princesa e o rei que sempre nos apoiaram sobreviveram? [Só me diga uma coisa: o que são essas '17 Bestas’? O que aconteceu no mundo enquanto nós estávamos fora de combate contra os Visitantes?]. Fazendo o possível para afastar todas essas coisas da sua cabeça, Willem reduziu a uma simples questão. Os resultados da batalha de Lillia. A segurança de seus amigos. Não havia como perguntar sobre isso agora. A humanidade já havia desaparecido; Ele já conhecia as respostas. Havia apenas uma coisa que valia a pena saber.

 [Você se lembra da True Word?].

Willem assentiu. Foi uma das organizações religiosas contra o governo da capital imperial. A pedido da família real, ele, Lillia e outros os tinham esmagado.

[Os remanescentes desse grupo estabeleceram uma base em uma pequena cidade fora da capital e iniciaram pesquisas sobre armas biológicas. As ‘Bestas’ são o resultado dessa pesquisa].

 [Entendo. Então, é verdade que o Emnetwyte destruiu o mundo]. Claro, os bandidos eram apenas uma pequena fração do Emnetwyte. No entanto, as outras raças prestes a serem extintas não se importavam. E muito tempo depois da provação, não havia nenhuma razão para alguém tentar recuperar a reputação de um povo que desapareceu há muito tempo atrás.

[No relatório da polícia militar, ouvi dizer que você é um técnico de armas encantadas agora?]. Souwong, talvez não quisesse falar sobre os Bestas, conduziu a conversa em uma direção diferente.

 Willem ainda queria saber um pouco mais sobre o passado, mas ele decidiu não ir contra Souwong. [É apenas nos documentos, então me sinto um pouco mal pelos verdadeiros técnicos de armas encantadas, mas...].

[Do que você está falando? Você acha que existem realmente 2º técnicos de armas encantadas?].

[Hã?].

 Souwong olhou para o rosto estupefato de Willem com um ainda mais pasmo.

 [A natureza do 2º técnico é completamente diferente do 1º ou 3º ou inferior. Quero dizer, é um trabalho vazio onde você finge que está fazendo pesquisas, mas você sabe que nunca chegará a lugar nenhum. A única responsabilidade real é apenas estar lá, e é isso. Afinal, presume-se que a pesquisa não produza resultados, então escrever um relatório é apenas um desperdício de tempo e papel. Praticamente todas as pessoas anteriores em sua posição eram oficiais que ficaram um pouco irritados e consequentemente recebiam um rebaixamento. O trabalho dá apenas o mínimo de autoridade e pagamento].

 Souwong respirou fundo.

 [A pesquisa que nunca se esperava chegar a qualquer lugar era a pesquisa dos fundamentos do Carillon. Em outras palavras, você pode dar um novo significado ao posto de 2º técnico armas encantadas].

[Bem, este trabalho é bom o suficiente para mim. Eu consigo relaxar porque não é realmente um trabalho, e não é como se eu desejasse mais autoridade ou dinheiro].

[Agh!]. Souwong apoiou os cotovelos na mesa e enterrou a cabeça nas mãos.

[Alguma coisa errada?].

 [Eu não posso decidir se é o trabalho perfeito para você ou o maior desperdício em toda Règles Ailés. Você é o único que pode realizar manutenção nos Carillons, algo que pode desbloquear um enorme potencial em nosso poder de combate. Mas para ter você definhando lá sem fazer nada...].

Ele parecia estar reclamando de alguma coisa, mas ele falou com uma voz calma, então Willem não conseguiu ouvir.

 [De qualquer forma, o oficial da polícia militar disse que precisava perguntar ao Grande Sábio sobre o que fazer comigo ou algo assim. Desculpe pela pressa, mas você poderia decidir rapidamente? Eu prometi que eu estaria em casa em breve].

[Casa?]. Souwong ergueu a cabeça. [Você quer dizer aquele armazém de fadas?].

 [O que mais eu poderia dizer? Eu duvido que minha casa lá embaixo ainda esteja por aí. É verdade que seria bom conversar com um velho amigo um pouco mais, mas, felizmente, nós dois parecemos saudáveis. Podemos nos encontrar novamente em um dia posterior].

[Ah...], murmurou Souwong. [... Bem, antes disso, há alguém que eu quero que você conheça].

[O que, ainda há mais? Já faz 2 dias, sabia? Eu tenho crianças com fome para alimentar em casa].

 [Se ele soubesse que você estava vivo, eu tenho certeza que ele gostaria de conhecer você. Quanto a você, bem, você provavelmente nunca iria querer vê-lo novamente. Ainda assim, você não pode ignorar essa chance].

[Um conhecido meu? Se você o conhece também, então isso significa que é alguém do passado?].

Souwong não conseguiu responder.

 [Vamos, quem é? Eu sou apenas um Emnetwyte comum. Além de você, tenho certeza de que eu não conheci ninguém que pudesse viver por centenas de--]. Willem de repente se cortou. Alguém que conheceu no mundo anterior. Alguém que ele e Souwong conheciam. Alguém que possa permanecer eterno por centenas de anos. Ele poderia pensar em apenas um que corresponderia a esses critérios. [- Não me diga...].

 [Vamos conversar no caminho]. Souwong levantou-se.

[Espera. Não disse que iria].

[Bem? Você pretende dizer que você não vai?].

Willem estava com uma perda de palavras. Souwong, levando isso como uma resposta, abriu a porta com força e falou alto para a senhora aguardando silenciosamente.

[Nós estamos indo para a 2ª ilha flutuante. Prepare uma aeronave imediatamente!... Ah, não se assuste. Me desculpe, por levantar a minha voz. Não estou tentando gritar com você. Eu também deveria abrir a porta com mais suavidade, então você não precisa se ficar com medo].

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 A 2ª ilha flutuante, também conhecida como Coração da Árvore do Mundo. Se você olhar para Règles Ailés de cima, fica quase no ponto morto. Naturalmente, você pode esperar que seja um importante centro comercial. No entanto, nenhuma das aeronaves inter-ilhas parava por aí. Havia 3 razões para isso.

 Em 1º lugar não há aldeias ou cidades na ilha, o que significa que na verdade não há quem se beneficie do comércio. Em 2º lugar, ela flutua em uma altitude muito maior do que todas as outras ilhas, e geralmente é cercada por nuvens de tempestade, que impedem a passagem de aeronaves. E em 3º lugar, é um solo sagrado.

Basicamente falando, tudo entrará em colapso. As muitas enormes ilhas que flutuam no céu, que compõem Règles Ailés, parecem contrariar as leis da natureza. O segredo que permite que isto seja dito está na 2ª ilha. Romper o lugar sagrado também significava que o mundo entraria em colapso, então qualquer entrada é proibida.

Ainda assim, ocasionalmente, os salvagers que pensam que podem descobrir a verdade velada por trás do truque religioso, tentam chegar à ilha. A maioria deles volta para casa maltratado e ferido pelas violentas tempestades e correntes de ar que cercam a ilha, sem sequer ter vislumbrado.

 Às vezes, os salvagers aparecem afirmando terem visto o que está além dessas nuvens. Eles dizem que não é uma pedra gigante no céu como as outras ilhas flutuantes, mas um enorme pedaço de quartzo preto polido. As inúmeras plantas crescem na sua superfície sem respeitar as estações. Flores de primavera e outono florescem ao mesmo tempo. Seus contos quase todos soavam como delírios incoerentes. Claro, quase ninguém realmente acreditava neles, então a 2ª ilha flutuante ainda permanecia envolta em mistério.

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 [... Esse é um pedaço grande de quartzo preto. Ou é um vaso de flores?].

Souwong assentiu. [Aparentemente, é algo como um talismã gigante, mas não conheço os detalhes. Quando é assim tão grande, também não sinto vontade de descobrir sozinho].

[Certamente há muitas árvores diferentes crescendo naquele grande vaso de flores].

[Há algum tipo de barreira em torno da ilha que controla o clima, permitindo que seja simultaneamente as 4 estações no interior. As nuvens de tempestade ao nosso redor são um subproduto disso. A propósito, não sei por que eles porque eles configuraram assim].

[Para um Grande Sábio, você parece não saber muito].

 Obviamente perturbado pelo comentário de Willem, Souwong respondeu:

 [Um sábio sabe o que ele precisa saber. Apenas aquele compreende qualquer coisa acha que ele deve saber tudo].

[Uau há insetos voando ao redor! Insetos! As estações estão realmente fora de sintonia!].

[Ouça quando as pessoas falam!].

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 Para uma ilha flutuante, a 2ª era minúscula se comparada às outras ilhas. Nem tinha um distrito de porto de qualquer tipo. Willem perguntou-se o que eles deveriam fazer sem lugar para ancorar, mas a pequena aeronave preparada pelo Grande Sábio desembarcou sem dificuldade em uma clareira pequena e plana.

[Uau, isso é bom. Você deveria me dar uma. Parece útil para fazer compras]. O distrito do porto na 68ª ilha estava bastante longe do armazém de fadas, tornando-se bastante inconveniente ao tentar fazer compras em outra ilha flutuante.

 [Não seja estúpido. Você não pode simplesmente comprar um desses por qualquer quantia de dinheiro].

[Bem, isso é lamentável].

Eles saíram da aeronave. Apesar de parecer uma ilha muito pequena de longe, parecia muito maior quando Willem estava no chão. Olhando ao redor, tudo o que podia ver eram várias plantas confusas sobre qual estação era. Isso fez um cenário bastante estranho.

 [O que é isso? Uma maçã e um pêssego estão crescendo lado a lado].

[Se você está com fome, não há problema em comer um. Não tem veneno].

[Eu acho que vou passar...]. Willem não pôde deixar de pensar que eles devem estar usando algum tipo de fertilizante rudimentar. Ele nem queria tocar uma, e muito menos comer. [Bem de qualquer maneira, para onde é que estamos indo?].

No centro da ilha havia uma torre negra, provavelmente feita do mesmo material que o fundo da ilha. Pelo menos de onde Willem estava, parecia ser o único edifício em toda a ilha.

 [É preto, tem espinhos por toda parte... Dá uma sensação de templo do mal].

[Correto... O conheci há muito tempo, mas nunca entendi esse senso de moda dele].

[Olha quem está falando]. Willem riu. [Mesmo depois de 500 anos, essa sua preferência para capas brancas exageradamente grandes nunca melhorou, hein?].

[Não faça parecer que é uma doença. É uma parte de mim. Mesmo que passassem 1.000 anos, não me livraria disso].

 A nostalgia e as lembranças evocadas por sua conversa lúdica quase fizeram Willem querer chorar. Era uma conversa que ele nunca deveria ter a chance de ter novamente, com um amigo que ele nunca deveria ter encontrado novamente. Só por isso, esses poucos minutos ele sentiu serem infinitamente preciosos.

[Ei…].

[O que?].

[Obrigado].

[... E por que estou sendo agradecido agora?].

[Eu simplesmente me senti assim, não se preocupe].

 Souwong tornou-se o Grande Sábio, mas o Grande Sábio não era mais Souwong. Ele passou por 500 anos de vida, obtendo muitas coisas novas e mudando a si mesmo. Isso era óbvio. Afinal, um homem velho não teria os mesmos maneirismos que tinha quando era adolescente.

 Apesar disso, Souwong agora falou e agiu como o velho Souwong que Willem uma vez conheceu. E Willem foi inteligente o suficiente para perceber que Souwong provavelmente se comportaria de maneira diferente com ele. A dor de perder amigos, família, casa e tudo mais - Souwong já experimentou uma vez, e ele sabia que Willem estava agora na mesma posição. Para fazer Willem se sentir um pouco mais à vontade, ele estava agindo como seu velho eu.

 [Sobre o que você está sorrindo assustadoramente?].

Ou talvez ele ainda fosse apenas um jovem de coração. Essa era uma possibilidade, mas que Willem realmente não queria pensar depois de ter acabado de agradecer a Souwong.

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 A torre estava vazia. Eles abriram as pesadas portas subindo uma longa escada em espiral apenas para encontrar uma sala do trono desabitada.

[O que está acontecendo?].

[Não é incomum. O clima está bom hoje, então ele provavelmente está caminhando].

[Hã?].

[Bem, como você pode ver, quase não há nada nessa ilha exceto as plantas. O que significa que há quase nada para fazer para passar o tempo, então, sempre que o tempo estiver bom, ele geralmente passeia por aí], explicou Souwong enquanto caminhava até a janela. [Olhe, ele está lá].

 Olhando para baixo, Willem viu uma senhora vestindo um uniforme de empregada empurrando um grande carrinho de bagagem.

[... Quem é aquela garota?].

Então, não é uma ilha desabitada, pensou Willem enquanto observava a mulher. Do seu ângulo, ele não conseguiu ver o rosto dela, mas, a partir das orelhas triangulares, ele adivinhou que era uma Ayrantrobos. Apesar de empurrar o que parecia uma carga muito pesada, ela mantinha a postura perfeita.

[Não ela. Olhe para lá].

 Willem virou-se para onde Souwong apontou e viu uma coisa preta descansando em cima do carrinho. No começo, ele pensou que era apenas uma pedra, mas seu instinto lhe dizia o contrário. Ele não conseguiu identificar o motivo exato, mas algo parecia errado.

[Ei, seu pedaço de lixo! Nós viemos para uma visita!]. Souwong gritou com uma voz alta como um trovão.

[Ah, o Grande Sábio! Sincronia perfeita! Eu só queria saber o que fazer com todo o meu tempo livre!].

A coisa preta se moveu. Era um crânio. Ou pelo menos, tinha a forma de um crânio. Era preto e quase tão grande como a braçada de um adulto. Era apenas um crânio, se você ignorar a parte em que se movia por conta própria, olhou para eles e, além disso, começou a falar com a voz de um velho. Em outras palavras, bem, não era apenas um crânio.

[Nós também não conseguimos terminar nosso jogo na última vez. Hoje vamos deixar claro quem é o melhor jogador!].

Infelizmente, Willem reconheceu essa voz. Ele tinha encontrado inequivocamente o dono daquela voz há apenas 2 anos atrás - Bem, para o resto do mundo seria cerca de 500 anos. Os eventos que ocorreram naquele dia, Willem provavelmente nunca esqueceria. Essas lembranças haviam sido esculpidas vividamente em algum lugar no fundo dele.

[Desculpe-me, mas não vim brincar ou curar seu tédio hoje! Há alguém que quero que você conheça, Ebon Candle!].

Os dois velhos trocaram gritos intimidantes e amigáveis entre o topo e a base da torre.

[O que... Você trouxe um convidado? Diga-me mais cedo, tolo!].

[Foi você que decidiu passear por aí! Se você tiver um problema com isso, então arranje um cristal de comunicação! Então, eu poderei dizer-lhe antes de vir!].

[Não seja estúpido! Você sabe que as comunicações não podem passar pela barreira ao redor da ilha!].

[Então, faça algo sobre isso! Ou isso é muito complicado para um deus imortal!].

[Você é muito falastrão, apesar de só viver 500 anos! Espere aí, eu irei te esmagar no tabuleiro!].

[Eu lhe disse, eu tenho outros assuntos hoje!].

[Ah, está certo! Kaiya, desculpe, mas pode se apressar?].

A senhora de uniforme de empregada assentiu e começou a correr enquanto empurrava o carrinho. Em pouco tempo, chegaram aos portões da torre de quartzo preto e começaram a subir a escada em espiral, fazendo barulhos altos quando subiam.

[Por favor, Souwong]. Willem gemeu quando pressionou fortemente a ponta dos dedos contra a testa, tentando suprimir a dor de cabeça. [Estou apenas tendo um sonho ruim, certo?].

[Eu entendo como você deve sentir, mas encare a realidade. Se você quiser, eu posso te dar uma bofetada]. Souwong preparou sua mão na frente de Willem.

[Vou passar. Se você fizer isso, minha cabeça pode sair voando antes de acordar].

[Hm. Chato].

O barulho ruidoso se aproximava da sala do trono.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

[Hahahah!].

Willem pensou que sentiu um forte vento soprando do trono. Mas não era vento verdadeiro, mas era o resultado de Venenum tão forte que podia sentir em sua pele. Willem conhecia apenas uma pessoa, ou ser, que poderia produzir tal força.

[Muito tempo sem te ver, Brave! Pensar que cruzaríamos os séculos e nos encontraríamos de novo! Realmente uma reunião inesperada!].

Ele era um dos 3 deuses da Terra, ou Poteau, encarregado de proteger a Visitante Elq Hrqstn que se encontrava diante de Willem e dos outros Braves naquela batalha há muito tempo, seu último e mais forte oponente.

[Mas infelizmente, somos inimigos destinados! Esta reunião milagrosa logo será manchada de sangue!].

Ele era conhecido por muitos nomes. Aquele que Dorme na Morte. O Tecelão do Mundo. O Pai da Terra. Aquele que Brilha a Escuridão no Jardim da Luz -- Ebon Candle.

Naquela antiga batalha, ninguém menos que o Quasi Brave Willem Kmetsch o derrotou em troca da vida do jovem. Mas, assim como ele contou a seu oponente antes de morrer, ele simplesmente passou por um longo sono antes de despertar.

[Não, acho que estou bem]. Willem, ainda estupefato, agitou as mãos em rejeição.

[Hm. Chato]. O crânio, Ebon Candle, suprimiu seu Venenum. O ar ameaçador que enchia o quarto do trono desapareceu instantaneamente. [Eu pensei que você ia ter um monte de ódio por mim, então eu ia deixar você colocar tudo para fora, mas...].

[Você tem uma maneira estranha de ser atencioso com os outros].

[Então você está tentando dizer que você não tem ódio?].

[Mesmo que eu fizesse, por que eu iria passar por algo tão incômodo como uma revanche? Antes, lutei porque eu tinha pessoas para proteger e você estava tentando machucá-las. Este não é o caso, então não há motivo para lutar. Estou errado?].

[Você lutou até o ponto de jogar fora sua própria vida, e ainda não guarda rancor... Você é um homem mais simples do que eu pensava].

[Quero dizer, mesmo que eu tivesse um motivo para lutar, o que há com você? O Ebon Candle que eu lutei tinha pele e carne, e um corpo abaixo da cabeça. Por que isso se transformou em uma cabeça que anda por aí em um carrinho para tomar sol?].

[Do que você está falando? Você foi quem queimou a minha pele, carne e corpo].

[Bem, isso é verdade, mas como você não está totalmente recuperado depois de dormir por 100 anos!].

[Estou lhe dizendo que é culpa sua. Desde que você me destruiu tão completamente, meu corpo não conseguiu se curar a tempo. Você sabe como eu estava surpreso quando eu acordei? Eu queria começar a chorar, mas eu sequer tinha uma glândula lacrimal!].

[Quem se importa!?].

[E depois disso, eu continuava tendo que usar o poder, então não tive a chance de recuperar mais. Como você pode ver, depois de 400 anos eu ainda estou nesta forma vergonhosa].

O crânio preto reclinado em seu trono. Willem teve algumas dúvidas sobre se o estado atual dele era realmente vergonhoso, mas no final quem realmente se importava.

[Tudo bem, basta. Souwong, eu suponho que você não me trouxe apenas para dizer olá. Vamos ao verdadeiro assunto].

[Verdadeiro assunto?], perguntou o crânio.

[Ahh]. Souwong assentiu. [Este sujeito está podre até o núcleo, mas ele é excepcionalmente habilidoso e podemos confiar nele. Ele será uma parte essencial do nosso plano].

[Hmm…].

[Ei! Quem você está chamando de podre até o núcleo!?]. Willem retrucou.

[Willem, você não quer ter de volta a terra?].

[Não tente mudar o tópico - A terra?]. Essa palavra fez Willem esquecer os insultos de Souwong por um momento. [Quero dizer, tudo já está destruído, e as Bestas vagam livremente. O que você está tentando fazer?].

[Vamos lutar contra elas... Bem, claro, a terra é muito grande para recuperar toda de uma só vez. Em primeiro lugar, tomaremos de volta as proximidades de Fistilas, o Pico dos Deuses, e usá-lo como nossa base de operações. As duas coisas mais importantes que precisamos são uma maneira de lutar contra as Bestas e uma maneira de manter a luta. Todo esse tempo, nos faltava o último. Mas agora, com você aqui, podemos dar um grande salto á frente. Você pode consertar qualquer Carillon instável ou quebrado. Isso é significativo].

[Entendo...]. Willem assentiu vagamente. [Esse é um plano bastante ambicioso].

[Eu sei, certo? Claro, é um plano de longo prazo e que exigirá as forças combinadas de cada cidade em Règles Ailés. Será muito perigoso e talvez não produza resultados imediatos, mas no final acredito que temos uma boa chance de vitória]. Conforme Souwong falava, ficava mais e mais animado. [Até agora, apenas o número de Carillons trabalhando tem sido um problema, pois podemos produzir tantas fadas quanto quisermos].

[- Oh?]. Willem assentiu vagamente novamente.

Souwong, provavelmente percebendo sua observação desagradável, perdeu seu impulso. [Ah deixa pra lá. Isso foi... Er...].

[Tudo bem, Souwong. Eu acho que eu percebi isso. Ebon Candle usou necromancia em sua batalha contra mim. Acho que dormir por 100 anos em vez de morrer também deve usar o mesmo tipo de magia. E o feitiço que você costumava deixar uma parte de você viver quando morreu deve ser o mesmo tipo de coisa também. Por último, vocês dois são os guardiões de Règles Ailés. Esse ponto tornou-se bastante óbvio para mim].

Do que Willem aprendeu em sua pesquisa, as fadas são as almas perdidas de crianças falecidas incapazes de entender a morte. Geralmente, elas aparecem naturalmente em uma forma instável, como um fogo fátuo ou goblin. E aparentemente, elas podem ser criadas artificialmente e usadas através de técnicas de necromancia.

As Leprechauns que Willem conhecia definitivamente não eram fogo fátuo ou goblin. Talvez fossem instáveis, mas tinham o corpo e a mente de Emnetwyte. Dentro de seus corações, elas tinham esperança, medo, amor, admiração, persistência, desespero. E com essas emoções, elas continuaram a lutar e sacrificar suas vidas.

[Qualquer um poderia resolver isso com toda essa evidência]. Willem estava quase completamente convencido de que seu palpite estava certo. Dominado com emoções estranhas que o faziam querer chorar e explodir de rir ao mesmo tempo, Willem colocou em palavras a conclusão que tinha sido preparada em sua mente.

[São vocês que criam as fadas, não é?].

Por ScryzZ | 03/08/18 às 09:10 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Protagonismo Feminino, Guerra, Tragédia, Mistério, Sci-fi, Japonesa