CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 11 -『UMA HISTÓRIA UM POUCO ANTIGA』 - laço quebrado -

Shuumatsu Nani Shitemasuka? Mou Ichido Dake, Aemasuka? (SukaMoka)

Capítulo 11 -『UMA HISTÓRIA UM POUCO ANTIGA』 - laço quebrado -

Tradução: Jcarvalho | Revisão: Kaoby | QC: Itsuki Lonely Driver

Esta é uma história um pouco antiga.

Especificamente, esta é uma história sobre um incidente na primavera. Remonta ao ano de 415 no calendário comum de Règles Aile, quase 30 anos antes de Feodor Jessman conhecer quatro certas garotas Leprechauns.

Era uma vez uma guerra.

Claro, isso em si não era muito incomum. Naquele tempo, era uma época mais difícil. Para ser um pouco mais preciso, uma grande guerra travada em pequena escala estava em curso.

O ator principal era um estado autônomo expansionista que se espalhava da 6ª Ilha Flutuante, comumente conhecida como O Império da Asa Real. Recém-saído do zelo e do ímpeto de seu golpe, um general que roubou o trono do imperador matando seu ocupante anterior começou a invadir as ilhas e cidades vizinhas. As várias cidades visadas, bem como várias cidades não visadas, cada uma dedicou-se a suas próprias estratégias – seja resistindo ao Império ou prometendo fidelidade a ele. Alguns estabeleceram relações comerciais, outros planejaram seus próprios planos em resposta. O caos se espalhou incontrolavelmente ao ponto de o Exército da Guarda Alada, formado como uma organização que era destinada a lutar contra invasores estrangeiros pela sobrevivência contínua de Règles Aile, ter sido forçado a agir.

Incontáveis vontades e sentimentos encheram os céus, e o interesse próprio e as emoções estimularam os envolvidos na guerra. O sangue fluiu, o dinheiro mudou de mãos, e vidas foram perdidas.

Esta batalha foi apenas um único pedaço da devastação causada pelos incêndios de guerra.

Chamas rugindo afugentou a escuridão da noite.

Os dirigíveis destruídos enumeraram cinco no total; cinco hulks queimando de várias formas e tamanhos. Hulks é um tipo de dirigível, no anime creio que apareça alguns.

Clang. Clang.

O aço colidiu duramente contra o aço, uma vez, duas vezes – uma pequena pausa – e mais uma vez.

Clang.

Duas garotas se cortaram com lâminas estranhamente grandes, carregando rachaduras por todas as bordas – Dug Weapons, como eram frequentemente chamadas.

Dug Weapons são armas cujas aparências desmentem seu vasto poder escondido. Ao responder ao Venenum emitido pelo usuário, elas podem gerar energia suficiente para matar as Bestas imortais. Se duas se confrontam com todo seu poder, era impossível para suas portadoras saírem ilesas. À medida que infligiram feridas umas às outras, a força das meninas gradualmente se drenava enquanto suas armas estalavam e se moíam umas contra as outras.

As espadas se enfrentaram novamente, as duas garotas empurrando uma contra a outra com a mesma força. Simultaneamente, elas saltaram para trás, cada uma repelida pela força da outra. Elas pousaram a uma distância mútua.

「Fique fora disso, Nasania!」 a menina vestindo um uniforme militar esfarrapado gritou, raiva e sangue estavam em seus olhos. Ela segurava uma Dug Weapon emitindo luzes deslumbrantes de suas rachaduras: Mūrusmarea. É o nome da Espada Cores azuis e verdes ondulantes constantemente se contorciam dentro da lâmina. 「Mesmo você deve saber contra quem estamos realmente lutando! Aqueles que têm o direito de viver!」

Ela era uma Leprechaun. Um tipo de arma de propriedade do Exército Guarda Alada com o propósito estipulado de lutar contra o Timere que invadiu Règles Aile. Suas circunstâncias básicas não eram diferentes naquela época. Naturalmente, elas também foram proibidas de lutar por qualquer razão, exceto contra as Bestas.

Naquela época, elas também operavam a partir de um posto apelidado de Armazém das Fadas. Como agora, sua operação carregava um tipo diferente de nuance do que seria implícito por 'Armazém'. Armas que viviam, se moviam e precisavam ser cuidadas, em última análise, não eram tão diferentes dos cavalos de guerra ou aves de guerra. Essa interpretação fez com que as Leprechauns fossem administradas de forma semelhante aos cavalos de guerra de alta classe. Sua residência era cercada por uma cerca cinza. Elas foram mantidas limpas o suficiente para não adoecerem, recebiam comida suficiente para aumentar suas forças e foram instruídas o suficiente para serem capazes de entender suas ordens.

Apesar de serem colocadas em um ambiente onde foram criadas como cavalos de guerra e aves de guerra, cada uma das Leprechauns eventualmente desenvolvia corações e personalidades diferentes.

「Isso... Não é algo em que devemos pensar, Elba」, respondeu Nasania, seu murmúrio baixo, no entanto, mantendo a raiva igual à do oponente. 「Eu entendo porque você está triste, porque você está frustrada. Eu até entendo seus sentimentos, por mais confusos que sejam, de não querer mais ouvi-los. Mesmo assim, nós - e somente nós - não devemos falar sobre eles.」

「Mesmo que seja isso seja certo?! Como se atreve?」

「… Perguntar isso é inútil. Você sabe disso, não é?」 Nasania acendeu silenciosamente seu Venenum. Uma luz pálida permeou através das rachaduras distorcidas e entrecruzadas que cobriam a enorme lâmina em sua mão: A Dug Weapon chamada de Pacem. Mesmo agora, ainda segurando as violentas energias que ameaçavam explodir de sua espada, ela tomou uma posição.

「Como premissa, 'justiça' pode ser distorcida a qualquer hora, em qualquer lugar, contanto que as pessoas desejam que seja. Lutarei pelo futuro de Règles Aile enquanto esse futuro permanecer, não importa o quão feio se torne. Você pode dizer o mesmo?」

「Feio? Que escolha de palavras educada.」 Elba estreitou os olhos ardentes, nem mesmo reconhecendo Nasania com um aceno de cabeça. 「Vamos nos transformar em meras armas no futuro sobre o qual você fala. Nossos inimigos não serão apenas as Bestas - nós nos tornaremos ferramentas para acabar com qualquer coisa que nossos proprietários não gostem. Exatamente como o que fomos ordenadas a fazer agora!」

Atrás delas, cinco aeronaves de vários tamanhos e formatos jorravam chamas. Uma delas era uma nave de ataque da Guarda Alada. O resto eram aeronaves de carga do Império acompanhados por aeronaves de escolta.

Os dirigíveis, alimentados por reatores de feitiço em vez de energia térmica, não produzem grandes chamas por si próprios quando suas fontes de energia ficavam dora de controle. As chamas vinham da carga acondicionada em cada aeronave, bem como dos dispositivos explosivos plantados na carga para apagar todos os rastros a qualquer momento necessário.

As fadas foram instruídas que “A aeronave de carga é para transportar armas de destruição em massa para as linhas de frente.” Como tal, sua missão era “Evitar uma grande tragédia com perdas mínimas. Não podemos permitir que essas armas cheguem ao seu destino.”

E como foram os resultados?

As aeronaves que elas derrubaram tinham grandes quantidades de civis a bordo. Embora fosse difícil distinguir corpos totalmente queimados pertencentes a várias raças, parecia que havia muitas mulheres e crianças.

Por que isso teve que acontecer?

Elas não podiam saber apenas com as informações disponíveis. Talvez elas tenham obtido informações falsas ou houve algum problema de comunicação. Talvez alguém a bordo da aeronave estivesse transportando uma arma real de destruição em massa entre grupos de pessoas desafortunadas, ou poderia haver um alvo de assassinato misturado com os civis, ou pode até ser que os resultados não importassem, contanto que o dirigível do Império afundasse por causa disso.

Não havia como saber a verdade agora, e era desnecessário saber também. Elas foram forçadas a assassinar cidadãos de Règles Aile. Independentemente da verdade, esse único fato não mudaria.

「Você está falando sério que concorda em receber a ordem de matar e matar pelo resto de nossos dias?!」 Elba rugiu e avançou contra Nasania enquanto suas espadas - as Dug Weapons destinadas a matar Bestas - colidiram mais uma vez.

Alto e fortemente, aqueles ruídos estridentes soaram novamente. Ainda mantendo suas posturas com suas espadas pressionadas juntas, elas empurraram uma contra a outra com suas palavras e força.

「Mesmo assim, nós, fadas, só podemos viver às custas dos militares.」

「O inferno que podemos!!!」

「Você, eu e todas no armazém só existimos como armas do Exército da Guarda Alada. Se você continuar agindo estúpida assim, vai explodir tudo - incluindo o futuro das pequenas.」

「Eu estou bem com isso!」 Elba rosnou. 「É dever da geração mais velha acabar com tudo antes que elas sejam usadas como armas nojentas!」

A expressão de Nasania se contraiu de fúria. 「Isso é arrogância, Elba!」

「Não importa o que você diga, não posso mais acreditar em qualquer esperança para o nosso futuro!」

Um rugido estrondoso ecoou quando o par foi empurrado em direções opostas. Quando pousaram, a terra e a areia que encontraram seus pés explodiram e voaram para longe como se atingidas por uma grande explosão.

Sem hesitar, as duas fadas se viraram em seus lugares e avançaram pela distância recém-aberta em outra corrida. Com a força nas suas pernas estimulada por um Venenum severamente inflamado, seus corpos voaram para frente com velocidade fenomenal. Elas descartaram qualquer aparência de postura ou equilíbrio, juntando tudo na frente delas apenas para ficar um pouco mais rápida, para golpear um pouco mais forte, para trocar tudo por força impetuosa.

Clang.

O aço falhou em encontrar a carne. Elas ganharam alguma distância, lançando-se e atacando uma a outra novamente.

Clang. Clang. Clang.

Três vezes seguidas. Clang. Quatro vezes. As duas fadas soldado despejaram suas próprias vidas nas lâminas que brandiam, travando batalhas pelo bem do futuro, nenhum dos quais poderia ceder um único centímetro.

Vamos abordar alguns fatos agora.

Essas duas eram melhores amigas criadas no mesmo armazém.

Elas lutaram em vários campos de batalha juntos, apoiaram-se umas às outras e, portanto, sobreviveram até este ponto. Elas até compartilhavam a mesma crença – “Nós morreremos lado a lado.” E mesmo que morressem um dia, seria para proteger suas amigas.

Esses sonhos convenientes não durariam para sempre, mas pelo menos elas poderiam ficar juntas até que suas vidas desmoronassem. Jurado como um juramento não dito, era um desejo fervoroso mantido por aquelas duas.

As lágrimas se espalharam, misturadas às fagulhas que explodiam incessantemente. Era impossível dizer de quem eram os olhos das quais as lágrimas saiam.

Esta é uma história um pouco antiga.

Naturalmente, a batalha está resolvida há muito tempo.

Nem é preciso dizer, mas a garota derrotada perdeu a vida. Da mesma forma, o vencedora morreu logo após o duelo. Cada uma fechou os olhos sem ver o futuro que desejava.

Dificilmente ainda vive alguém que sabe que aquela batalha ocorreu.

Por Itsuki Lonely Driver | 11/09/20 às 13:04 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Tragédia, Protagonismo Feminino, Guerra, Mistério, Sci-fi, Japonesa