CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 3.3 - 『LADO ESQUERDO E DIREITO DE UMA QUEBRA DE EQUILÍBRIO』 - bala cara -

Shuumatsu Nani Shitemasuka? Mou Ichido Dake, Aemasuka? (SukaMoka)

Capítulo 3.3 - 『LADO ESQUERDO E DIREITO DE UMA QUEBRA DE EQUILÍBRIO』 - bala cara -

Tradução: Verin | Revisão: Laxuel | QC: Itsuki Lonely Driver

Parte 3: Um Par Controverso

Feodor sentou-se em um assento vazio no refeitório, com a bandeja do almoço a tiracolo. Uma garota que ele poderia ter encontrado antes já estava lá. Ela levantou a cabeça um pouco, resmungando quando o viu.

「Por que você está aqui?」 Tiat perguntou, aborrecimento estava escrito em todo o seu rosto.

「Nenhum outro lugar está livre」, resmungou Feodor, tão infeliz quanto ela.

「Não há uma mesa reservada para oficiais superiores? Vá sentar lá, por favor.」

「Por que você não usa seus olhos? Os segundos oficiais estão todos comendo aqui hoje seja qual for a razão, e em primeiro lugar essa mesa não é grande, em primeiro lugar, então não há lugar para um subalterno como eu sentar.」

「Hmph, como se...」 Tiat olhou para o canto do refeitório que Feodor havia indicado. Seus ombros caíram. 「Isso é verdade.」

「E então」, disse Feodor, sem nenhuma pequena satisfação, 「eu vou comer aqui hoje.」

「Acho que não pode ser evitado」, Tiat resmungou. Tendo perdido o argumento, ela dirigiu sua atenção ao lado dos vários condimentos alinhados em sua mesa.

Aliás, como refeitórios como o da 5ª Divisão abrigavam as línguas de muitas raças diferentes, tais condimentos estão sempre à espera. Como as próprias refeições quase nunca são temperadas de antemão, este é um método para o consumidor introduzir qualquer sabor que seu gosto pessoal possa achar desejável.

Tiat selecionou alguns frascos e colocou-os na frente de Feodor: mostarda em pó, pimenta, alho, sal, ervas e algo vagamente parecido com banha amassada.

「Da esquerda para a direita, três, dois, quatro, três, um, dois」, disse Tiat friamente. 「Para adicionar mais e melhor sabor, polvilhe apenas uma pitada da garrafa mais à direita depois, sem misturá-lo com o resto.」

Feodor assentiu, fazendo o que ela mandou, e eles começaram a comer.

「Entendo」, disse ele depois de alguns minutos. 「Apesar de enganar a ponta da língua com a sua amargura, a forma como o último condimento se combina com as ervas cria um sabor forte o suficiente para disfarçar o sabor e até o cheiro do alimento subjacente? Nada mal, considerando que não faz muito tempo desde que você começou a comer aqui.」

「Certo? Certo?」 Tiat bufou orgulhosamente, sua reação totalmente imprópria da avaliação factual que ele tinha dado. 「Heheheh...」

「Mas é muito segmentado」, continuou ele. 「Já que você está sempre andando por aí com raças como a minha, você não acha que seu processo de pensamento está ficando muito restrito?」

「Huh?」 Tiat emitiu um chiado irritado não muito diferente do de um bule fervendo. 「O queee? Se você vai tão longe, então que tal fazer algo melhor?!」

「Hmph.」 Ele quase não teve que fazer tanto esforço. 「Basta adicionar meia colherada da substância daquele pote preto ali.」

Tiat agarrou a jarra que ele apontou, inclinando a cabeça para o rótulo para limpá-lo enquanto abria a tampa. Ela gritou abruptamente e recuou.

「Eeeeeeeca?! O que é esse fedor? É algum tipo de coisa de homens-fera?!」

「Você é bem perspicaz」, disse Feodor secamente. 「É feito fermentando as entranhas dos animais. Como o cheiro pode durar por algum tempo, você precisa ter cuidado para não derrubar em suas roupas.」

「V-você está me dizendo para comer isso?!」 A propósito, as lágrimas brilhavam nos cantos dos olhos de Tiat, ela claramente recebeu uma grande dose do aroma exalado do conteúdo do frasco. 「É sério? Você está louco? Sem dúvida, isso não é algo que devemos comer!」

Feodor deu de ombros. 「Fuja se quiser ou não. Eu não me importo especialmente.」

O rosto de Tiat se contorceu quando ela olhou para o frasco, lutando furiosamente com a ideia de deixar Feodor ganhar ou cair na dele. Ela finalmente soltou um uivo poderoso e enfiou a colher no pote.

Observando-os da mesa que Feodor desejara tanto sentar, Portrick sacudiu a cabeça. 「Que conversa estranha」 murmurou o lycanthropos, afundando suas presas em uma fatia de carne mal passada. 「Olhando para eles daqui, não consigo encontrar sentido no relacionamento deles. Eles se dão bem ou brigam como cães e gatos?」

「Nossa Tiat é direta, mas ela com certeza não é honesta」, comentou Pannibal, mordendo sua própria enorme fatia de carne ao lado dele.

「Oh–」 Portrick sacudiu, não tendo notado ela lá. 「Compreendo」, ele balançou a cabeça rapidamente, recuperando-se. 「Mesmo que um cara como o Quarto Oficial Jessman seja honesto o suficiente, você poderia dar a ele um prêmio por isso, ainda é possível que algo assim aconteça se ele for jogado junto com uma garota que ele não sabe lidar, hein?」

「... Honesto?」 Pannibal riu um pouco, com um pouco de carne grudando em sua bochecha.

「Hmm? Você não acha, menina de cabelo roxo?」

「Eu disse isso? No mínimo, eu concordo que ele pareça ser uma pessoa agradável.」 Pannibal deu uma grande mordida em seu pedaço de carne e arrancou outro pedaço. 「Para alguém como a Tiat, que agiu friamente e tentou afastá-lo」, disse ela enquanto mastigava, 「Ela com certeza parece ter superado isso durante a noite.」

Pannibal engoliu em seco. 「Parece que vou ter que parar de vê-lo como um cara comum.」

Portrick seguiu a direção que seu garfo apontava a tempo de pegar o fim da conversa. 「... Blargh! Nojento! Espera... O que é isso? É tão repugnante, mas por alguma razão eu quero comer mais!」

「Alguns dizem que a diferença entre o remédio e o veneno é apenas a dosagem. Se você sabe o quanto usar, os menores pedaços de qualquer coisa podem se tornar excitantes...」

「Errrrggh! Ugh! Outro, por favor!」

「Você estava me ouvindo?! Acabei de lhe dizer para ter cuidado com o quanto você come! E não deixe isso cair na sua roupa!」

A maneira como Tiat estava agindo agora realmente se adequava à frase: 「É assim que as coisas devem ser.」

Como Feodor deixou o refeitório, ele foi atingido por boa e má sorte ao mesmo tempo.

O azar: de repente começou a chover no exato momento em que ele saiu. Uma chuva bem forte. A boa sorte: enquanto corria através da chuva torrencial, ele viu uma parada de descanso com um teto preso a ela. Feodor correu para a parada de descanso e seu telhado salvador.

Ofegante, ele se abaixou e viu-se cara a cara com outra pessoa, igualmente molhada e sem fôlego, que chegara logo antes dele.

Depois de algum tempo, Lakhesh, agora com o paletó de oficial sobre os ombros, limpou a garganta nervosamente. 「... hum...」

「O que?」

「Eu sinto muito. Sobre o seu casaco, quero dizer. E, hum, muito obrigado.」

Feodor sacudiu a cabeça. 「Não se preocupe com isso. Também sou responsável por mantê-la em boa saúde.」

Ele sacudiu a água de suas roupas e tirou os óculos, limpando rapidamente as gotas de chuva de suas lentes antes de colocá-los de volta. Olhar para fora revelou céus cinzentos que escondiam o sol, com a chuva continuando a cair. Embora o frio fosse tolerável o suficiente, ele não sentia vontade de correr de volta e ficar encharcado de novo ainda.

「H-humm...」 Ela estava olhando repetidamente para ele por algum motivo, resmungando e murmurando para si mesma. 「Tiat estúpida... Indo e dizendo todo esse absurdo... Eu estou completamente ciente disso agora...」

「Seu rosto está um pouco vermelho」, disse Feodor.

Lakhesh pulou. 「Ahhhh?!」

「Você pode ter pego um resfriado. Pode ser uma boa ideia visitar a enfermaria mais tarde.」

「O-oh! Sim, entendi, farei isso!」 ela gritou em pânico, enroscando-se em uma bola trêmula e se mexendo o mais longe possível de Feodor. Isso o lembrava vagamente de um filhote de coelho. Que fofo.

Até mesmo Feodor ainda era um cara. Embora houvesse uma grande quantidade de coisas para se ter em mente onde essas garotas estavam preocupadas, isso não impedia seu coração de bater um pouco mais rápido nesses tipos de situações em que ele estava sozinho com uma delas.

Mas ela é sem-marca. Com apenas um fato, ele sentiu que a distância entre eles poderia ser um cânion intransponível. Ele teria que deixar de lado qualquer paixão que ele pudesse sentir.

「Hum...」

「Hmm?」

「Isso pode ser repentino, mas você... Sabe... Você odeia sem-marcas?」

Espere, ela leu minha mente? Instantaneamente, Feodor estava em guarda. Ele não considerou uma reação exagerada levar essa idéia a sério. Ele sabia muito bem que havia algumas raças obscuras neste mundo que eram mais do que capazes de fazer exatamente isso.

「Eu sei que é estranho perguntar, porque você também é sem-marca, mas... se você faz isso, há algum motivo?」

「... Não especialmente.」 Feodor respirou, acalmando-se. 「Parece natural para mim. Desde que nasci, nunca houve figuras decentes entre os sem-marcas que conheci. Não importa onde eu vá, eu só conheço os tipos distorcidos.」

Seus próprios membros da família já se encaixam na definição de estranho, mas não foi aí que terminou. Mesmo Feodor que era um sem-marca tinha relacionamentos formados com amigos ou conhecidos devido a suas raças similares tenderem a ser muito anormais de maneiras variadas. Depois do número de incidentes e avarias que ele passou, ele não tinha certeza se os sem-marca estavam amaldiçoados ou apenas estragados para começar.

「Se você tivesse tantas experiências ruins quanto eu, você não gostaria dos sem-marca, mesmo que não quisesse」 concluiu Feodor, ciente de que ele próprio não era exceção.

「Então, poderia ser que...」 Sua voz se encolheu. 「Falando com você assim... estou possivelmente causando problemas para você também?」

「Não seja idiota」, ele respondeu sem rodeios - talvez demais. 「Quero dizer, você não precisa se preocupar. Eu odeio sem-marcas em geral, mas reconheço que você e as outras garotas são decentes. Eu não penso em nenhum de vocês mal como indivíduos.」

「É-é mesmo?」

Feodor deu a Lakhesh um olhar de soslaio. Ela parecia de algum modo aliviada. De qualquer forma, ela felizmente engoliu seu recuo apressado. Honestamente, ele se preocupava com o que aconteceria se alguma vez ela arranjasse confusão com um golpista ou um vigarista.

「Assim...」

Ele lutou contra um suspiro irritado. 「E agora?」

「Eu sinto muito! Mas eu acho que Tiat poderia ter lhe dito algo estranho...」

「Estranho?」 Feodor não tinha certeza de quão seriamente deveria reagir. Nós não nos conhecemos há muito tempo, mas minhas memórias já estão cheias de incontáveis ​​vezes que ela agiu ou falou de maneira estranha.

「Sim」. Lakhesh disse nervosamente. 「Algo como ‘uma vez que não estamos vivas, não temos medo de morrer’.」

「Oh, isso?」 Tinha sido sem dúvida uma conversa estranha, talvez a mais estranha entre todas as que ele teve com Tiat. Mas... 「Não foi tão estranho assim, mas soou bastante ridículo. Ela estava dizendo a verdade?」

「S... sim...」 Lakhesh deu-lhe um pequeno aceno de cabeça amargo.

「Se é assim, então não há nada de estranho para falar. Honestamente, estou feliz que você tenha sido capaz de me dizer algo assim.」

「... Tudo bem.」 Ela assentiu novamente, um pouco mais feliz.

「Deixando isso de lado, enquanto eu acredito em você, ainda é difícil de compreender.」 Feodor colocou a mão no queixo. 「Você pode ter alguma coisa que eu possa ver como prova de que todas são fantasmas?」

「Hum, isso não é fácil para... oh!」 Lakhesh se animou. 「Agora que você mencionou, houve uma vez com a Collon. Um tempo atrás, ela bebeu uma garrafa cheia de água benta protetora e estragou muito o estômago!」

Não, fazer algo assim destruiria o estômago de qualquer um, não é?

Lakhesh engoliu em seco, vendo a expressão cética no rosto de Feodor. 「H-hum, você... você realmente odeia fantasmas, afinal de contas...?」

Não, não, quem vai responder isso com 'Claro que não'?

「Se você está me perguntando de que lado eu tomo, estou firmemente do lado que odeia fantasmas」, disse Feodor.

「O-oh...」

「Veja só」, ele continuou. 「Meu tio adorava histórias assustadoras. Ele sempre me obrigou a ouvir, continuando com os tons mais assustadores, embora soubesse o quanto eu estava com medo. Depois disso, nunca consegui ir ao banheiro sozinho no meio da noite.」

「Huh?」 Lakhesh olhou para ele, não entendendo.

「E assim, sempre que isso acontecia, eu acordava meu cunhado e o obrigava a me acompanhar. Às vezes ele não estava de bom humor, e acabava não chegando a tempo. Pode ser por causa de tudo isso que eu não aprecio particularmente as histórias de fantasmas.」

「H-humm, espere...」

「Oh, mantenha isso em segredo da Tiat e dos outros, no entanto. Eles me provocariam se ouvissem.」

Lakhesh explodiu em um pequeno riso. 「F-Feodor, você é terrível! Agora eu posso realmente te odiar da próxima vez que eu te ver. Você não viu que eu estava realmente com medo?」

「Você não deveria deixar suas expressões mostrarem tanto.」 Feodor sorriu. 「Isso faz as pessoas quererem provocar você ainda mais.」

「Oh, você -」 ela socou o cotovelo levemente.

Com Lakhesh acalmada, Feodor olhou para o céu para medir a chuva. Infelizmente, não mostrou nenhum sinal de parar e, quando baixou o olhar para o nível dos olhos, viu as árvores tremendo minuciosamente da chuva e do vento.

「Eu tive uma irmã mais velha uma vez.」 Aproximando-se de Feodor para cuidar do mesmo mundo que ele, Lakhesh falou novamente. 「Ela era uma leprechaun como eu, é claro. Ela era incrivelmente forte, gentil e maravilhosa. Todos nós a amamos muito. Tiat sempre disse que queria ser como ela. Poderia ser o seu slogan favorito dela.」

Está no tempo passado , ele notou. 「Eu estou supondo que esta sua irmã mais velha é...?」

「Sim. Ela lutou contra as Bestas e morreu em batalha...」 Lakhesh se interrompeu. Ela respirou instável. 「Ela aceitou que iria... Morrer pelo bem de todos, então ela estava prestes a ir para o campo de batalha. Mas antes que ela pudesse, ela... Se apaixonou por um homem maravilhoso. Ela não queria morrer depois disso, ela queria... Viver mais. Mesmo que ela fosse descartável, como todas nós, ela tentou ao máximo sobreviver e voltou para o lado do homem que ela queria ficar para sempre. Mas então... Em seus momentos finais, ela foi para a batalha novamente sozinha pelas pessoas importantes para ela. Ela sabia que nunca mais voltaria e, apesar disso, saiu sorrindo...!」

「... Hmm.」 Isso foi tudo que Feodor pôde oferecer em resposta. Mais uma história dramática, entendo. Ele não pôde deixar de sentir um pouco de repugnância.

「Oh, espere!」 Algo parecia ter ocorrido a Lakhesh. 「Eu não sei se eles são amantes ou não, pode ter sido um pouco diferente disso! Como eu deveria dizer... Nós éramos tão pequenas na época, então parecia um típico amor entre adultos para nós, mas quando eu penso sobre isso agora, esse não era realmente o caso...」

「O que há com isso?!」 Ele se sentiu de alguma forma enganado. 「Então os sentimentos dela eram unilaterais, então?!」

「Não não! Eu acho que eles eram mútuos. O-ou melhor, era como se ambos os sentimentos fossem unilaterais?」 O rosto de Lakhesh estava lentamente ficando vermelho de um jeito estranhamente fofo enquanto ela falava. 「Nossa irmã mais velha, naquela época, ela tinha a mesma idade que temos agora. Ela não escondeu inteiramente seus sentimentos sobre amor, e outras coisas, e passou tanto tempo quanto podia ao lado de Willem. E Willem... Ele também gostava dela, mas ele continuava a tratá-la como sua filha, então era como se ele estivesse tentando manter distância dela? Ah, mas, mas! Ninguém sabe realmente o que realmente estava acontecendo! Mesmo que parecesse assim para mim, é como...」

Como Lakhesh apressou sentença após sentença, Feodor pensou consigo mesmo.

「Ele era realmente tão grande como pessoa?」 Ele perguntou finalmente. 「Este soldado chamado Willem?」

「H-huh? Oh sim! Ele era incrivelmente incrível! Hum, se eu tivesse que dizer que tipo de pessoa ele era da forma mais resumida que eu poderia...」 Ela pensou um pouco. 「Um pai amoroso, talvez?」

... Eu não entendi.

「Sabe, há um número bastante grande de nós fadas. Por volta das trinta agora, e naquela época também. E Willem, bem, ele era Willem」 Lakhesh riu. 「Ele era o tipo de cara para dizer 'Você é a garota mais fofa do mundo' para cada uma de nós com um olhar completamente sério em seu rosto.」

Ah, entendi agora. 「Então ele não estava realmente relacionado a você pelo sangue?」

「Sim. Nós não temos pais no verdadeiro sentido da palavra.」

「... Então ele era realmente uma pessoa muito estranha.」

Ela riu sem jeito, incapaz de negar isso. 「Mas ele realmente se importava com a gente. Ele nos regou com carinho e gentileza. Pensei nele como meu verdadeiro pai, a coisa mais próxima que eu tinha de um verdadeiro pai.」

A voz de Lakhesh ficou nostálgica enquanto ela olhava distante para o céu além das nuvens de chuva. 「Eu... Eu acho que é o mesmo para as outras. Por causa de como nascemos, todas nós estamos famintas por amor. Algumas de nós podem negar, mas não havia ninguém que não amasse o Willem.」

Eu entendo tudo agora. Feodor assentiu para si mesmo como se acabasse de resolver um grande mistério. Um homem com carinho de sobra jogado em um lugar cheio de jovens que nunca foram amadas. E assim a imagem é pintada do pai amoroso com suas trinta filhas, todas elas ostentando um complexo paterno.

... Espera. Isso não seria um grande dilema?

Imagens mentais surgiram em sua mente para serem rapidamente enterradas e substituídas por outras. Ele não tinha certeza do que sentir sobre a ideia.

Ok, seguindo em frente... Ele balançou a cabeça violentamente. Em qualquer caso, as fadas são existências destinadas a morrer no campo de batalha. Independentemente de quanto esse homem pudesse amá-las, elas inevitavelmente morreriam antes dele. Para esse tipo de homem agir como um pai, até mesmo um cônjuge... Não importa quanta resolução ele reunisse, ele não podia imaginar tal coisa, nem ele queria.

「Tiat diz que quer ser como nossa irmã mais velha」, disse Lakhesh. 「Mesmo agora, ela ainda faz. É por isso que... hum, talvez, apenas talvez, mesmo que você odeie Tiat... Eu poderia fazer um pedido a você?」

O jeito que ela colocou enviou cautela deslizando pela espinha de Feodor. 「... Depende do que é.」

「Nos próximos três meses, até o dia da operação... Você poderia se dar bem com ela? I-isto é, você poderia tratar Tiat como uma mulher e passar um tempo com ela como mulher? Apenas até a batalha...」

「Em outras palavras,」 Feodor interrompeu, 「você quer que eu seja um substituto para aquele homem de quem você fala tão carinhosamente. Você realmente acredita que sou tão facilmente capaz de amar outras pessoas ou tratá-las como minha própria filha?」

「B-bem... hum...」 Lakhesh gaguejou fracamente. 「Eu gostaria... Se você pudesse tentar ser assim, eu acho?」

「Aquela garota decidiu que quer morrer, e até agora se dedica totalmente a tornar seu destino uma realidade. Você propõe que eu permita que o cenário se forme onde ela me dá uma despedida chorosa no dia da operação, e então ela explode mais fantasticamente enquanto eu ‘lamento’ ela?」

「I-isso é...」 sua voz falhou e quebrou.

Seguidamente, notou que seus óculos haviam começado a se embaçar por causa da chuva. Acalme-se. Neste momento, Feodor Jessman é um soldado honesto e exemplar. É assim que você deve ser.

Se Feodor estava sendo honesto consigo mesmo, de alguma forma ele se sentia afetuoso com as quatro garotas. Era divertido estar perto delas, e elas eram - normalmente - garotas legais. Ele não estava sem as segundas intenções usuais que se poderia esperar de um garoto da idade dele em relação às garotas da mesma idade. Enquanto ele duvidava que ele iria precisar, ele não se importaria em dizer a uma delas ‘Você é a mais fofa do mundo’, desde que ele fosse autorizado a andar cem passos adiante.

Mas isso era uma coisa e essa era outra.

Neste mundo, existem mentiras que você entra no jogo e outras que não mentiras. Este caso foi o último.

「Eu suponho... Você tem um ponto.」 Lakhesh disse, sem olhar em sua direção. 「Eu sinto Muito. Eu não deveria ter te perguntado sobre... Sobre isso. Por favor, esqueça essa conversa agora mesmo.」

Vendo como ela parecia desanimada fez algo torcer no coração de Feodor. Ele sentiu como se sua língua estivesse prestes a se mover sozinha contra sua vontade.

Como de costume, falei demais.

Feodor era ruim nesses tipos de conversas; Não importa o que ele fizesse, eles sempre ficavam muito emotivos. Ele abriu a boca, prestes a se desculpar

Algo na distância explodiu, violentamente o suficiente para que o chão tremesse um pouco.

「Huh?!」 O barulho expulsou Feodor de seus pensamentos e de volta ao mundo real. Os céus permaneciam cinzentos, mas agora o caminho podia ser visto tremendo através da chuva.

Essa explosão veio do porto! Um acidente aconteceu durante o embarque da aeronave ?! Ou...

Ele tomou sua decisão. 「Eu vou dar uma olhada.」

Lakhesh fez um barulho assustado, levantando a cabeça. 「V-você vai? Espere sua jaqueta...」

「Fica com ela.」

Deixando apenas algumas palavras em seu caminho, Feodor precipitou-se na chuva.

A explosão foi bastante pequena em escala e, portanto, não houve grandes danos ao porto. No entanto, a imagem pintada pela cena mostrava uma chance extremamente pequena de ser um mero acidente, e por isso a polícia militar acabou decidindo que deveria ter sido cometida por um criminoso.

Depois de examinar a cena, a polícia concluiu que quem quer que tenha detonado a bomba provavelmente queria uma distração. Era inteiramente plausível que o verdadeiro culpado estivesse realizando seus objetivos maliciosos em outro lugar.

「Então, em suma, sabemos absolutamente nada」, concluiu o chefe de divisão, parecendo muito descontente.

「É apenas uma possibilidade, mas alguém pode ter escapado da nossa busca e pode estar se esgueirando pelas nossas costas enquanto falamos」, disse Feodor. 「Ainda assim, se este é o único incidente que ocorreu, não temos nenhuma referência para comparar com ele.」

「Você acha que foi mais do que um culpado, então?」

「Talvez.」 Ele colocou uma mão no queixo em pensamento. 「Havia alguma coisa aqui? Um possível alvo, alguma pista escondida em algum lugar, ou evidência de que o culpado era hostil em relação à Guarda Alada...?」

「Quem sabe.」 O Chefe de Divisão encolheu os ombros. 「Pode ser que a polícia militar esteja escondendo alguma coisa, mas se deixar algo fugir, seria apenas mais trabalho duro para mim.」

Obviamente. Feodor franziu a testa. Dito isso, também é possível que o grupo que fez isso esteja oculto dentro das forças armadas.  「... Poderia ter sido aqueles fanáticos da Chegada do Paraíso?」

A ideologia da Chegada do Paraíso propunha que as bestas e seus ataques eram revelações divinas transmitidas pelos visitantes no alto, e, portanto, a melhor resposta era deitar-se em silêncio e permitir que as Bestas matassem a todos sem resistência.

Mais uma seita do que uma religião verdadeira, sua doutrina aterrorizante era naturalmente proibida na maioria das ilhas. A Chegada do Paraíso, consequentemente, não tinha muitos seguidores. Mesmo assim, de vez em quando, o pouco que eles tinham surgiam e arranjavam briga com a Guarda Alada, usando suas crenças como a razão.

「Ahh... Eu não gosto de pensar assim, mas eu não duvidaria. Esse bando não faz nada além de causar problemas para nós.」 O chefe de divisão sacudiu a cabeça, cansado. 「De qualquer forma, essa bagunça não tem nada a ver conosco por enquanto. Nosso inimigo é aquele cristal negro voador, não uma pessoa misteriosa tramando algo de algum lugar.」

Antes que Feodor pudesse dar seu acordo cético, um súbito arrepio o assaltou e sua boca explodiu em um enorme espirro.

「... Você deveria ir e tomar um banho. Só de olhar para você está me fazendo sentir frio.」

Feodor se abraçou, só agora percebendo o quão completamente encharcado ele estava. 「Eu vou」, disse ele, tremendo e esfregando os ombros.

Por Itsuki Lonely Driver | 24/06/19 às 18:08 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Protagonismo Feminino, Guerra, Tragédia, Mistério, Sci-fi, Japonesa