CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 9.4 -『MINHAS COISAS MAIS AMADAS, MINHAS COISAS MAIS ODIADAS』 - razões para viver -

Shuumatsu Nani Shitemasuka? Mou Ichido Dake, Aemasuka? (SukaMoka)

Capítulo 9.4 -『MINHAS COISAS MAIS AMADAS, MINHAS COISAS MAIS ODIADAS』 - razões para viver -

Tradução: Jcarvalho | Revisão: Kaoby | QC: Itsuki Lonely Driver

Parte 4 - Dentro da Escuridão


「Ugh...」

Feodor abriu os olhos lentamente.

‘Está escuro.’

Uma névoa espessa nublou sua mente. Por um momento, Feodor não teve a menor ideia do que havia acontecido com ele. Ele estava andando pela cidade com a Lakhesh, Ringo e Marshmallow. Eles pegaram um atalho em direção à prefeitura, passando por uma área próxima às ruas principais. Quando ele e a Lakhesh estavam prestes a discutir algo importante, seus pés pararam, e depois disso...

Ah, sim. Depois disso, ele notou um tremor sob seus pés. Foi uma percepção que chegou tarde demais.

Um som estridente que partiu seus ouvidos e sacudiu seu cérebro. Um terremoto que jogou todo o seu corpo para cima. Uma sensação flutuante, como se o chão fosse um tapete, e que de repente fora puxado debaixo dele. Uma pressão como se o próprio céu estava entrando em colapso.

Se ele tivesse notado o perigo alguns segundos antes, talvez ele pudesse ter tomado um curso de ação completamente diferente. Feodor só conseguiu fazer duas coisas no caos: afastar a Lakhesh, que estava segurando a Marshmallow, e agarrar a Ringo que estava mais próxima e a abraçar perto de seu peito com toda a sua força.

「... Ai. Pesado!」

Ele ouviu uma voz queixosa surgir de algum lugar ao redor de seus braços. Então, ele foi capaz de proteger a Ringo, pelo menos. Entre respirações difíceis, Feodor suspirou de alívio.

‘Ahh.’ Um choque de dor correu através dele.

Parecia que eles haviam pousado em um túnel de manutenção que se estendia por baixo e ao redor da cidade de Lyell. Projetado para Golens e outras raças diminutas, não era o que alguém chamaria de um lugar confortável para se estar. O brilho fraco dos painéis na parede iluminava o ambiente, permitindo que o Feodor desse uma boa olhada sobre o local.

Sua metade inferior estava presa embaixo de alguma coisa - parede ou teto, ele não sabia. Talvez fosse porque ele aterrissou em um espaço bastante apertado, mas ainda não estava completamente esmagado. Dito isto, não seria fácil sair de sua situação também.

Ele não conseguia ver a fonte de sua dor, mas sabia que estava em algum lugar ao longo do fêmur esquerdo Fêmur esquerdo, é o osso da coxa guys.. A julgar pelo pouco que ele podia ver e pela tontura peculiar que o inundava, parecia que ele estava sangrando bastante.

「... Cof.」

Ele não conseguia reunir energia suficiente para avançar com os pés, muito menos mover a parede ou o teto. ‘Merda, isso pode ser realmente ruim’, ele pensou consigo mesmo; quanto mais o tempo passava, mais sangue ele perdia. Mais difícil seria para eles escaparem. A morte era iminente.

‘Morte?’

Para encontrar essa coisa tão cedo logo depois de chegar a este mundo? A vida dele realmente terminaria aqui?

…Não. Ele entendeu. A morte não foi dramática ou especial. Poderia imediatamente cair sobre alguém do nada, por um motivo que a pessoa em si não sabia ou decidiu. Naquele dia em que sua terra natal também foi destruída, ele viu grandes multidões sendo engolidas por esse tipo de morte abrupta.

De alguma forma, ele escapou da morte naquela época. Mesmo assim, a morte estava de volta para ele aqui, e desta vez não parecia que ele teria tanta sorte novamente.

「E-eu estou bem! Mas você está bem?!」

Assim que a consciência de Feodor começou a desaparecer, ele ouviu uma voz. No momento seguinte, a pressão sobre seu corpo desapareceu. Abrindo os olhos novamente, ele olhou por cima do ombro.

Lakhesh estava lá erguendo a grande pedra com os dois braços. Era uma visão estranha para uma garota tão tímida e de aparência frágil estar levantando com seus braços esbeltos um peso que inúmeros homens musculosos seriam incapazes de levantar. Quando Feodor se contorceu de dor, ele disse algo que parecia ter que ser dito.

「Você não deveria... Estar usando Venenum. Não está... Sobrecarregando seu corpo...?」

「E-e-este não é o momento de dizer algo assim!」 Lakhesh meio que chorando, jogando fora com um movimento incrivelmente leve o que havia se revelado ser parte do teto. A pedra bateu na parede com um barulhento, estrondo de chacoalhar a terra, se quebrando completamente e espalhando seus pedaços pela área.

Dada a gravidade da dor de Feodor, seu sangramento provavelmente também era evidente. Seus ossos também estavam muito danificados, a julgar pelo calor que irradiava deles. A única coisa em que Feodor podia se contar como sortudo era que suas artérias estavam seguras. Se ele pegasse emprestado o ombro da Lakhesh, ele seria capaz de alguma forma ficar em pé e andar, mesmo que cambaleando.

「Acho que eu escalar e subir até o teto está fora de questão, hein...?」

Terminando os primeiros socorros nas feridas nas pernas, Feodor mais uma vez examinou a área. Havia um pouco de entulho por toda parte. Ainda assim, o caminho subterrâneo não parecia totalmente bloqueado; havia espaço suficiente para ele andar por aí. Por outro lado, era como ele havia dito; o buraco pelo qual haviam caído não era apenas alto e fora de alcance, também era bloqueado por várias camadas de detritos.

「E-ei! Eu posso voar até lá em cima por você, se você tiver uma corda-」

Feodor deu um peteleco na testa de quem insistia que ele continuasse a existir.

「Aiiii!」

「Quantas vezes tenho que lhe dizer? Você não deveria estar usando Venenum. Seria uma coisa se não houvesse nada no caminho, mas não será um fardo voar por aí movendo todos os escombros enquanto tenta não causar outro desmoronamento?

Lakhesh ficou em silêncio. Embora como não usuário de Venenum, ele não estivesse confiante de que poderia convencê-la a descartar medidas mágicas, parecia que os dois haviam chegado a um acordo mútuo. 「...Mas não podemos ficar aqui para sempre...」

「Naturalmente. Também há perigo nisso. É por isso que vamos procurar uma saída... Por alí.」 Ele apontou para o caminho subterrâneo que desaparecia na escuridão.

「Você conhece uma saída?」

「Sei lá. Mas tem que haver uma saída em algum lugar.」

「Mas... Sua perna-」

「Ah, essa?」 Feodor se levantou ousadamente, limpando o suor frio que seu movimento causava. 「Dói como o inferno, mas não desistirei tão facilmente.」

Os túneis subterrâneos eram intrincados, quase labirínticos. Combinadas com a largura estreita e os tetos baixos, as passagens pareciam mais longas e amplas do que realmente eram. Simplesmente andar por aí os fazia sentir-se cada vez mais deprimidos.

Nessas circunstâncias, a existência da Ringo e da Marshmallow se tornou sua salvação. Dizia-se que as fadas jovens não tinham noção da morte, talvez por isso essa situação perigosa fosse como um pequeno incidente emocionante para elas, um breve afastamento da mundanidade da vida cotidiana. Seja como for, elas pareciam gostar de se mover lentamente através de um túnel sombrio. Seus sorrisos encantados eram ainda maiores do que nunca.

「Para continuar a conversa que estávamos tendo mais cedo...」 Sentindo que ele devia estar um tanto miserável, Feodor tomou emprestado o ombro de Lakehsh enquanto caminhava. 「Eu queria terminar o que estava prestes a dizer antes de cairmos.」

「Ah... Sim?」

「Veja bem, eu... Acredito que Règles Aile, como a conhecemos, deve ser destruída, para variar.」

「Humm?」

Uma breve pausa. Ele podia ouvir o cantarolar desafinado da Marshmallow.

「E-Eeh」

「É muito pacífico, sabe. Muito decadente.」 Feodor voltou os olhos para a frente. 「Todo mundo esquece o risco de ser destruído. Quantos sacrifícios foram feitos para evitar a destruição que nunca pensamos ou sabemos?」

「Hum, m-mas isso é...」

「Provavelmente é por causa dos números.」, continuou ele sem prestar atenção. 「Mesmo agora, ainda existem centenas de ilhas flutuando neste arquipélago. É demais para vivermos, lembrando como nossas condições são modestas.」

Esses eram os verdadeiros sentimentos de Feodor. A esperança de que o indivíduo chamado de Feodor Jessman, alguém que uma vez desejou salvar o mundo como seu cunhado, só pôde expressar depois de jogar fora sua pretensão de ser um estudante de honra. A crença que ele carregava dentro de seu peito o tempo todo.

「Talvez... Dez ilhas, ou até menos. Podemos deixar apenas essas e afundar todas as outras ilhas. Se o fizermos, os habitantes dessas dez ilhas viveriam de todo coração. Eles ficariam gratos por sobreviver e certamente agradeceriam a tudo que lhes permitisse continuar vivendo.」

O valor cintilante daqueles que existiam no fim do mundo só poderia ser entendido durante o fim do mundo. A dignidade daqueles com o poder para proteger só poderia ser mantida viva no coração daqueles que estavam adequadamente protegidos.

「Se fizermos isso, todos valorizarão sua existência.」

「Nós... Não queremos isso...」

「Vocês garotas, são responsáveis por essa atitude também.」 Feodor bateu novamente na testa de Lakhesh. 「Se o lado que está sendo explorado não disser nada, os exploradores descerão ao nível de monstros que espremem tudo dos outros até morrerem. Afinal, ser mimado para sempre é o suficiente para corromper alguém.」

「... Okay?」 Lakehsh estava sem palavras. 「P-Porque você está me dizendo essas coisas? Se eu falar sobre isso com os policiais militares, você não terá grandes problemas?」

「Você não vai contar a eles.」

「B-bem, isso é... Isso mesmo, eu acho. Mas por que você acha que eu acreditaria em você?」

Sua resposta curta fez Feodor hesitar. Por que ele estava falando tudo isso de novo? Ao contrário de Pannibal, ele não estava sendo forçado dessa vez.

「Acreditar não é a palavra certa.」 Feodor colocou o peso do corpo na perna errada e seu rosto se contorceu quando uma intensa dor passou por ela. 「Meu plano original era pegar as armas secretas escondidas pela Guarda Alada. Foi por isso que me tornei soldado. Se a verdadeira forma dessas armas são vocês, eu nunca seria capaz de começar sem ter sua cooperação primeiro. Eu precisaria falar com você sobre isso um dia de qualquer maneira. É por isso que eu estou falando isso para você.」

‘É isso, esse era esse o plano.’ Feodor uniu sua desculpa posterior, como se tentasse se convencer também.

「Você precisa de nós...」

「Isso mesmo. Ainda temos tempo, então não há necessidade de responder agora. Quanto ao que você deve dizer as outras...」 Feodor deu de ombros. 「Bem, eu vou confiar em você para não dizer nada.」

「... Feodor」, disse Lakhesh com uma expressão abatida. 「... Vocês claramente não são nada parecidos, mas são praticamente iguais...」

'Sobre o que ela está falando? Ela está me comparando com alguém?' Em vez de ter dúvidas flutuando em sua cabeça, seria mais rápido ele dizer isso-

「Fuedo, Akesh! Saída! Saída!!」

Marshmallow veio correndo até Feodor e puxou a bainha do seu uniforme militar. As feridas que ele acabara de tratar ganharam vida com espasmos sangrentos. Todas as palavras que ele preparou desapareceram em meio ao grito uivante que jorrou dentro de sua garganta.

「Fuedo, muito alto.」

「Arrrrggghhhh... Marshmallow, você-!」

「Fuedo bravo?」

「Sim!!!. Eu estou bravo!!」 Feodor rangeu os dentes dolorosamente com a intensa dor latejante, sentindo as lágrimas brotarem nos cantos dos olhos. Sua raiva só aumentou mais quando ele viu que Marshmallow olhou para ele com o rosto vazio. Mesmo que elas não entendessem o valor da vida, ele se viu se importando pouco no momento. No mínimo, ele teria que criar as crianças para entender adequadamente a dor dos outros. ‘Pelo menos ainda resta tempo para isso.’

「... Se voltarmos em segurança, vou repreendê-la, nossa.」

「Repreender? Sermão?!」

「Por que está tão feliz...?」 De repente, ele notou a Ringo à distância. Havia uma porta - provavelmente uma saída - na frente dela. Ela estava vagamente olhando através dela.

「... Ringo?」 ele chamou o nome dela, trazendo-a de volta à realidade. Ela virou a cabeça.

「Fuedo?」

「Qual o problema? Aconteceu alguma coisa?」

「Hm.」 Ringo pensou por um momento. 「Preto.」

Ele não entendeu. ‘Tem algum gato lá?’ Havia muitas coisas de cor preta no mundo, mas como a Ringo era jovem, seu vocabulário era muito limitado. Se ela tivesse encontrado algum objeto estranho, não seria estranho que ela não conseguisse encontrar as palavras certas para descrevê-lo.

Bem, que seja. Ela poderia usar essa chance para aprender uma nova palavra. Seu mundo se espalhou por tudo o que tocou ou viu - algo natural para todas as pessoas. Essa naturalidade era importante, especialmente para uma criança que possuía um mundo muito pequeno para começar. Feodor correu em direção à saída enquanto se perguntava para o que ela estava olhando, arrastando o pé esquerdo levemente. Quando ele se aproximou da porta, ele olhou através dela e para fora.

「Isso é…」

Branco puro correu por sua cabeça.

Havia - definitivamente - algo preto lá. Provavelmente era uma montanha de escombros até alguns minutos atrás; sua forma era algo assim. Mas não era mais uma coisa tão simples. Ele deixou de se tornar apenas escombros.

Agora era um belo cristal, brilhando sombriamente.

「Fuedo?」 Ringo puxou sua manga. 「Aquilo. O que é aquilo?」

Ele não teve resposta. Claro, ele sabia muito bem o que era aquilo. Ele poderia ensiná-la. Mas suas palavras não saíram. Se ele fizesse isso, dissesse aquilo, era o mesmo que reconhecer a realidade da cena diante de seus olhos.

Diante da perplexidade e do choque de Feodor, -

O Croyance, que se libertara dos escombros, continuou silenciosamente sua invasão na 38ª Ilha Flutuante.

「Fujam!」 Feodor gritou. 「Lakhesh, entre em contato com a Guarda Alada! Evacue o maior número possível de civis e não perca nem um segundo!」

A situação foi muito diferente do incidente no Distrito Portuário. Em um lugar como este, ele não tinha como derrubar a Besta invasora na superfície. Isso significava que sua invasão não pararia até terminar de transformar toda a ilha em um cristal preto.

No momento, a Besta não era particularmente grande. Só isso e apenas isso tornaram esse encontro melhor do que o inimigo enfrentado no Distrito Portuário. No entanto, isso só lhes deu algum tempo; o destino da ilha já estava selado.

A cidade de Lyell, que se aproximava lentamente da morte, estava agora à beira dela. Havia apenas uma coisa que eles podiam fazer agora - lutar para minimizar o dano que só aumentaria a partir de agora.

Claro, Feodor entendeu o quão contraditórias suas ações pareciam. Que ele, que planejava derrubar incontáveis ilhas como um inimigo de Règles Aile, não teve outra escolha senão se preocupar com um pequeno número de vidas!

‘Não, não há contradição aqui.’ Feodor forçou a voz em sua mente. Sua decisão foi puramente lógica. Após a conversa anterior, seus planos já haviam começado a avançar seriamente. Já nesta fase, ele teve que começar a pensar em proteger seu status social. Tudo isso era apenas parte de sua encenação como um excelente 4º oficial da guarda alada.

「Lakhesh, leve as meninas!」 Vá para o 1º oficial agora mesmo!!」

「Feodor!?」

「Não podemos ir juntos, não com a minha perna! Então, agiremos separadamente e entrarei em contato com você assim que chegar à prefeitura-」

‘Não, nada bom. Provavelmente não há esperança para mim agora’, Feodor pensou secretamente.

Seu palpite era que ele já estava condenado. Enquanto a invasão natural do Croyance era lenta, era apenas quando não recebia nenhum impacto extra. Era improvável que todas as pessoas em Lyell ficassem quietas sem oferecer qualquer resistência a esse terror sombrio. E com os pés... bem, ele não podia ser particularmente otimista.

Então, pelo menos, mesmo que ele morresse aqui, ele não queria envolver essas três. Essa foi a sua decisão.

Ele queria que essas meninas, que pareciam gostar mais dos outros do que elas mesmas, vivessem. Ele usaria todo o seu corpo para forjar um mundo onde esses ideais pudessem florescer. Ele não permitiria que ninguém morresse sob sua presença - como seu cunhado - ou talvez como aquele homem chamado Willem, e aquela grande fada sênior, Chtholly Alguma Coisa.

Por isso ele queria que elas vivessem um pouco mais. Lakhesh, Ringo, Marshmallow, Tiat, Pannibal, Collon. Se fosse por elas, então–!

「Ei, Fuedo?」

Uma voz sem tensão. A Voz da Ringo.

「Fuedo, você odeia isso?」

「Sim, eu realmente odeio isso!」 Respondendo ela por reflexo, ele rapidamente olhou ao redor da área. Quanto mais ele olhava, mais ele não sabia o que fazer. Havia uma torre alta que parecia ser composta inteiramente de máquinas e estava oscilando perigosamente a partir de sua base. Os escombros que caíram provavelmente se originaram da mesma torre. Ele não conseguia ver nenhuma figura na área em volta. Era melhor agradecer por um pânico que não foi causado imediatamente ou ficar aborrecido com o atraso na propagação de informações?

O que poderia ter causado um desastre tão grande? Ele não tinha como saber.

「Fuedo odeia isso-」 A Ringo estava murmurando alguma coisa.

Descobrindo sua posição atual, Feodor lembrou uma coisa sobre a torre. Era a torre de observação climática municipal, uma das instalações municipais que havia sido fechada no outro dia por causa de seu perigo. ‘Para que estivesse em uma condição tão terrível agora... as medidas de desligamento foram muito tardias? Ou havia outro fator nisso?’

‘O que poderia causar tamanho desastre? Ele não poderia ter nenhuma maneira de saber.

「Tá bom. Então a Ringo também odeia.」

Por causa de seu processo de pensamento, ele não percebeu. Sua resposta foi fatalmente atrasada.

Ele não viu a pequena figura escapar facilmente de seu lado, e começar a correr.

「Sua idio-!」

A Ringo estava correndo, agitando um pequeno cano de metal que ela pegou sabe-se lá de onde.

O corpo dele não se mexia. O momento parecia se arrastar para sempre, como se o próprio mundo tivesse parado, com apenas as pequenas costas da Ringo desaparecendo.

Lakhesh, como se estivesse prestes a chorar, estava gritando alguma coisa. Não havia som neste mundo congelado, então suas palavras lhe escaparam. Mas ele conhecia o conteúdo delas. E, definitivamente, naquele momento, ele também devia estar gritando as mesmas coisas.

Clang.

O cano de metal bateu no cristal preto.

O Croyance transformou o impacto adicional em impulso para sua invasão. Um pequeno ruído crepitou, e o que antes era um tubo de metal instantaneamente transformou-se em cristal preto.

Como o cristal, a mão direita da Ringo brilhava sombriamente.

‘Sua idiota! Pare com isto!’

‘Ainda posso consertar isso! Eu só preciso cortar sua mão direita! Então sua vida será salva!’

Ele queria gritar, berrar, mas sua voz não saiu.

Ringo olhou confusa para sua nova e estranha mão. Como se estivesse perdendo o interesse, voltou-se para o Croyance e pisou nele com os pés.

Mais uma vez, a invasão foi instantânea. Os sapatos, os calcanhares, as pernas - a Besta devorava avidamente todos eles. A consciência de Feodor se manchou com total desespero.

A Ringo perdeu o equilíbrio e estava prestes a cair. A mão esquerda dela tocou os escombros próximos e, assim, tornou-se parte do cristal preto também.

「Uuuggh!」 Agora a Ringo parecia irritada. Apesar de querer espancar aquela coisa repugnante, ela não tinha mais meios de fazer isso. Sua mão direita, ainda segurando o que havia sido um cano de metal, estava endurecendo. O cano não cedeu uma polegada sequer, ainda preso no local exato em que havia impactado. A mão esquerda estava firmemente presa, assim como os dois pés.

No mínimo, era nisso que ele acreditava que a Ringo devia estar pensando.

E então... Ela parecia perceber algo. Mesmo que suas mãos e pés não pudessem se mover, ela tinha apenas mais um método para se livrar daquela Besta incômoda e irritante.

Feodor não tinha olhos convenientes para discernir o Venenum. Em outras palavras, ele não tinha uma habilidade conveniente disponível para sentir o Venenum quando era inflamado. Mesmo assim, ele sabia.

O que está envolvendo o corpo da Ringo agora?

Seu pequeno corpo estava sendo envolvido por algum tipo de energia transbordando de dentro de si mesma.

Por alguma razão, ele se lembrou de sua briga com a Tiat no outro dia.

Salvar alguém jogando fora sua vida - essa lógica era inaceitável para Feodor. Se a vida dele não pudesse sobreviver sem que a vida de outra pessoa fosse sacrificada, ela também poderia desaparecer. É por isso que ele precisava da Ringo-

「Por favor! Pare!!」

Mesmo ele orando - assim como ele desejou-

「PAR-」

Branco.

Branco, branco, branco.

A brancura esmagadoramente pura inundou toda a sua visão, toda a sua consciência.

Ele sabia o que era. O objetivo original das fadas soldadas, que antes eram muito usadas em batalhas contra o Timere.

Uma técnica mágica só é possível para quem não tinha vida verdadeira.

O Venenum, uma substância contrária à vida, pode ser severa e poderosamente inflamada por pessoas com força vital limitada. Portanto, se alguém não tivesse força vital natural, teoricamente não haveria limite para o poder que eles poderiam inflamar. Obviamente, como não havia como controlar esse poder fenomenal, existia apenas uma maneira de usá-lo.

Inflamar explosivamente o Venenum, explodindo não apenas seu corpo físico em pedacinhos, mas todos e tudo ao seu redor. Somente isso.

A mão que ele estendeu não alcançou ninguém, não tocou em ninguém, não agarrou ninguém. E-

A luz-

Engoliu tudo -

... Quanto tempo se passou?

Céu azul.

Silenciosamente, olhando para cima, Feodor pôde repentinamente sentir novamente. Suas feridas doíam dolorosamente.

Significando... Ele ainda estava vivo.

Aqueles que estavam na zona de impacto quando o Portão das Fadas abriu deveriam ter sido erradicados sem deixar rastro. Mesmo assim, ele estava parado aqui sem ter desaparecido. O que aconteceu?

Havia uma possibilidade. O Portão das Fadas não abriu. A Ringo não jogou fora sua vida.

A esperança despertou na mente de Feodor. Abandonando toda a lógica, ele se apegou desesperadamente à sua fantasia. ‘É isso mesmo, eu consegui! A Ringo ainda está aqui! Eu não perdi nada. Essa garota ainda está animada como sempre. Certamente, se eu chamar o nome dela, nossos olhos se encontrarão, e ela virá correndo até a mim, me chamando de “Fuedo” de novo!’

Ele abaixou o olhar lentamente.

Um grande abismo surgiu da terra. Foi gigantesco o suficiente para engolir vários edifícios de três ou mesmo quatro andares. Tudo dentro dele havia sido destruído. Muitas coisas lá fora também foram derretidas, queimadas, retorcidas ou de alguma forma devastadas.

「Ah...」 A voz de alguém, fraca e patética, vazou.

「...Você... Você está acordado?」

Ele ouviu uma voz frágil, e percebeu que junto com a Marshmallow, ele estava sendo segurado com força por uma garota.

「O qu...?!」

Uma garota com cabelos incrivelmente vermelhos. Por um momento, ele não soube quem ela era.

「Eu estou...Contente... Tão contente…」

Mesmo assim, ele conhecia essa voz. Ele nunca poderia confundir a voz dessa menina que era tímida, delicada, amável, e - mesmo agora - amava sua família.

「La...khesh...?」

Os braços da menina ficaram fracos. Deslizando- Não, como se ela estivesse deslizando - ela colapsou ali.

Feodor finalmente entendeu o que tinha acontecido.

Ringo abriu seu portão das fadas.

Ela lançou a atrocidade branca que aniquilou tudo.

Feodor e os outros nunca deveriam ter escapado daquele turbilhão horrível. No entanto, Lakhesh os protegeu. Ela, que possuía as maiores capacidades de Venenum entre as quatro fadas soldados, acendeu seu Venenum o máximo possível e protegeu os dois que estavam em seus braços.

Quanto às consequências de sua decisão...

O que foi que ela disse?

「Quando inflamamos Venenum forte demais para nosso corpo lidar, nossas personalidades que já são efêmeras, se tornam ainda mais instáveis...」

Muito provavelmente, foi exatamente o que aconteceu. Para proteger Feodor e Marshmallow, Lakhesh havia literalmente queimado sua própria mente.

Ringo e Lakhesh.

Pelo bem de seus entes queridos, pelo bem de alguém que consideravam mais precioso do que a sua própria vida, elas jogaram fora suas vidas.

「Entenda, eu detesto personagens em histórias inspiradoras.」

「Eles fazem o que for preciso para os outros, até mesmo para o mundo. Eles protegerão aqueles tipos de pessoas que... - bem, de qualquer maneira, desde muito tempo atrás, eu sempre odiei alguém que diz que eles vão morrer para fazer outras pessoas felizes.」

Feodor gritou.

Um uivo selvagem, antinatural, estranho e incompreensível até para si mesmo. Ele gritou até sua voz explodir através de seus limites. Ele gritou até não ter mais voz.

Mesmo assim, o garoto continuou a gritar silenciosamente em sua mente.

Por Itsuki Lonely Driver | 18/08/20 às 20:00 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Tragédia, Protagonismo Feminino, Guerra, Mistério, Sci-fi, Japonesa