CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 2.4 - O Caçador de Bruxas se Move Junto com as Chamas『Pelo Santo Ofício...』

To Aru Majutsu no Index (Index)

Capítulo 2.4 - O Caçador de Bruxas se Move Junto com as Chamas『Pelo Santo Ofício...』

Tradução: Sora | Revisão: yLoosT

<<PARTE 4>>


Ele estava se sentindo muito mal agora.

De qualquer forma, o objetivo inicial era investigar as lacunas em todo o prédio - as salas secretas. E a sala secreta mais próxima ficava nesse prédio - perto do quinto andar do bloco sul. Assim, os dois subiam as escadas.

“Por que eu me sinto um merda?”.

Kamijou se perguntou enquanto subia a estreita escadaria de emergência. No começo, ele pensou que era por causa desse cavaleiro. Então, ele pensou que era porque a escada era estreita e escura.

Contudo, havia também outra razão física além daquela razão psicológica.

— Minhas pernas…

Kamijou olhou para as pernas que mostravam fadiga por algum motivo.

A frente e o verso das moedas - o mago que sabia tudo do lado de trás, mas não podia interferir com os cidadãos na parte da frente. Stiyl disse antes que essa era a regra do jogo. Além disso, todo o edifício estava na parte da frente.

Isso significava que o impacto causado pelo pisar no chão seria refletido de volta nos pés.

Basicamente, era como a diferença entre perfurar pessoas e perfurar uma parede de concreto. Enquanto caminhavam em um piso excessivamente duro, o acúmulo de fadiga era de duas a três vezes mais rápido.

— Nós… só podemos… rezar… para que o… inimigo esteja na… mesma situação…

Stiyl parecia incomodado com a fadiga que chegava cedo demais. Embora Stiyl fosse realmente enorme, parecia que ele não tinha feito muito treinamento físico e não estava acostumado a atividades físicas.

Che… se eu soubesse, deveríamos ter pegado o elevador.

— Estamos no verso da moeda, como podemos pressionar o botão que está na parte da frente da moeda? Se você puder, me ensine.

— …

— Suponhamos que entramos no elevador quando a porta se abriu. O que você faria se os alunos da frente o usassem? Nós seríamos esmagados se muitos deles entrassem.

As pessoas na parte de trás da moeda não podiam interferir com as pessoas na parte da frente da moeda.

Por exemplo, mesmo se um carro na parte de trás da moeda batesse com força em uma pessoa na parte da frente da moeda, o carro seria destruído enquanto o humano estaria completamente bem.

Se o elevador estivesse cheio de pessoas…

Seria como um ovo cru que estava em um trem abarrotado, seria esmagado.

“Ugh, isso está ficando cada vez mais deprimente…”.

Kamijou abaixou a cabeça desanimado. Ele já estava cansado e, com os pensamentos sombrios e lúgubres, começou a sentir que deveria desistir.

Pense em coisas felizes, apresse-se e pense em algo feliz - o coração de Kamijou precisava urgentemente de descanso.

Então ele fez.

— Ah sim, e os telefones?

— O que?

— Você acabou de mencionar a parte da frente da moeda e a parte de trás da moeda, certo? Os telefones funcionam? - Kamijou disse quando pegou o telefone.

Embora ele tivesse dito isso, Kamijou percebeu que isso era apenas uma desculpa que ele fez para si mesmo. Como muitas coisas anormais aconteceram, Kamijou teve que fazer algumas coisas normais ou poderia ficar louco.

Quanto a quem chamar, Kamijou não precisava pensar em nada.

Seu quarto - em outras palavras, uma garota que estava em seu quarto esperando por ele. Assim quando Kamijou pretendia ligar, ele percebeu algo.

— Espere aí, o inimigo não detectaria esse sinal de chamada e nos atacaria…?

— Quem sabe? Mas nossa existência pode ter sido descoberta. Nós entramos pela porta da frente.

— Se sim, por que não fomos atacados?

— Quem sabe? Talvez seja porque eles são excessivamente confiantes, ou talvez eles pretendam nos destruir de uma só vez. Aquele alquimista é esse tipo de pessoa. Neste momento, ele deveria estar preparando todos os tipos e meios para preparar um contra-ataque.

— …

“Nesse caso, por que esse cara é tão composto nessa situação?”.

No entanto, como seu paradeiro provavelmente estava exposto, não havia necessidade de ser cuidadoso.

Kamijou decidiu fazer a chamada descaradamente.

O telefone tocou três vezes.

“Então não vai funcionar ...?”.

O telefone tocou seis vezes.

“ …parece que vou ter que desistir”.

O telefone tocou nove vezes.

“Apresse-se e atenda!”.

Embora ele estivesse se sentindo impaciente, Kamijou não queria desligar o telefone. Enquanto esperava, Kamijou teve outro pensamento. E se isso não estivesse relacionado à parte frontal da moeda ou ao lado de trás da moeda, mas a Index não estava disposta a pegar o telefone?

Ou… e se não é que ela não vai, mas ela não pode?

Não pode ser que algo tenha acontecido com a Index?

“Em-!”

Assim como um frio misterioso subiu o estômago de Kamijou ...

O telefone foi atendido.

— Hya, Hyai! Esta é a Index Libror-- com licença, desculpe. Este é o Kamijou falando! Olá!?

A voz um tanto absurda de Index pôde ser ouvida.

— Ei, deixe-me perguntar. - Kamijou perguntou, como se tivesse acabado de tentar um método errado de emagrecer - É a primeira vez que você atende uma ligação?"

— Uweeh! Essa voz é de Touma. Hein? Todas as vozes no telefone soam iguais?

Então, um som de batida pode ser ouvido.

Deveria ser  Index intrigada, inclinando a cabeça e batendo o receptor contra o chão.

— Index! Pare de bater na máquina sempre que sentir que tem um problema! Isso é o que uma velha gagá faria para consertar alguma coisa!

— Isso é estranho, o único que deveria estar dizendo palavras tão estúpidas é Touma.

Kamijou respondeu dentro de si.

Isso era de se esperar. Deveria ser a primeira vez em que a Index pegava um telefone (mas, parecia que ela tinha visto outras pessoas atenderem o telefone antes, a julgar pela saudação). Parecia que ela estava andando freneticamente em frente ao telefone, mas o telefone continuava a tocar, então ela teve que pegar o telefone.

A especialista em magia que tinha conhecimento de 103.000 grimórios não entendia nada sobre ciência, e isso divertiu Kamijou. No entanto, ele se lembrou de outra coisa. O conhecimento de Kamijou dizia a si mesmo que Index não tinha lembranças, já que ela só tinha um ano de recordações.

Uma ação tão engraçada foi na verdade uma deficiência causada pela perda de memórias. Pensando nisso, estava realmente dolorido.

— Nyai? Touma? Por que você deve usar deliberadamente uma coisa tão problemática, exagerada, excessiva e hostil ao telefone? Aconteceu algo sério?

— Ah, nada…

Parecia que para Index, o telefone não era algo comum.

— Ah, é porque uma das duas lasanhas na geladeira era do Touma!?

— Você comeu? Ah bem--

Antes que Kamijou pudesse continuar, a voz pôde ser ouvida novamente.

— Ah, havia pudim na geladeira…!

— Você comeu!? Esse era o meu pudim!

— Mas, havia apenas um!

— Você não pode poupar nenhum pensamento para o dono da casa! Isso era pudim de mel preto! Custa setecentos ienes! - Kamijou chorou - Oh, oh bem. Não importa, eu quase saí do assunto. Como a ligação está conectada, não importa.

— Hein? Touma, você está procurando por alguma coisa?

— Ah. Estou apenas testando se posso falar com você pelo telefone. Vou desligar.

— ???

“Neste momento, Index deveria estar inclinando a cabeça em confusão, certo?”.

— Ah sim. Você sabia, Index? Para cada minuto que você usa o telefone, sua vida útil será encurtada em um dia, de acordo?

— Waahhh!

A linha telefônica foi cortada. Parecia que todo o receptor caiu no chão.

— Uma pessoa de mente tão pequena…

Tendo se vingado de seu pudim, ele murmurou para si mesmo depois de desligar o telefone.

Contudo…

— ………………..

O mago ao lado dele parecia que ele queria dizer alguma coisa.

— O-O que foi?

— Nada. - Stiyl suspirou e continuou - É só que eu sinto que você pode estar muito relaxado. Este é um campo de batalha, e ainda assim você está conversando despreocupadamente com uma garota. Eu realmente não me importo se você morrer por causa do descuido; na verdade, eu vou dançar de alegria, mas por favor não me arraste pra baixo.

— Você tá com ciúme?

— Gu… nuu…

Stiyl permaneceu em silêncio, e parecia que ele explodiu cerca de sessenta por cento de seus vasos sanguíneos. Kamijou começou a entender como ele deveria lidar com a pessoa na frente dele.

— É, está certo…

O choque que as palavras de Stiyl deram a Kamijou foi ainda mais do que ele esperava.

Kamijou não sabia por que ele estava tão afetado.

No entanto, Stiyl disse.

— Não se engane. Eu não estou tratando essa criança como um alvo de romance…

Sem olhar para o rosto de Kamijou, Stiyl continuou.

— Você deveria saber que, até agora, aquela criança tinha que apagar suas memórias uma vez por ano ou então ela morreria. Se sim, você pode imaginar quantas pessoas estavam em sua posição.

— …

— Houveram pessoas que tentaram se tornar seu pai. Houveram pessoas que tentaram se tornar seu irmão. Houveram pessoas que tentaram se tornar sua amiga íntima. Houveram pessoas que tentaram se tornar sua professora. - Stiyl elaborou - É assim, simples assim. Eu falhei no passado e você conseguiu. Essa é a única diferença entre você e eu.

Stiyl olhou para o rosto de Kamijou.

Parecia que ele estava enfrentando um futuro impossível.

— No entanto, vou mentir se disser que não me importo. - Stiyl suspirou e continuou - Além disso, eu realmente não fui abandonado pela Index, é só que ela esqueceu. Se ela recuperar suas memórias, ela virá correndo até mim para me abraçar.

Kamijou não podia dizer nada.

“Se há uma pessoa, uma pessoa muito importante para mim que perdeu a memória, sem saber de nada, e alguém apenas a acompanha, como eu me sentiria? Eu ainda posso permanecer calmo?”, Kamijou se perguntou.

Não, isso não era apenas um problema de alguém ao lado dela.

Ele não se sentiria traído por essa pessoa importante?

Mas, aquela pessoa na frente dele ainda acreditava em si mesmo, seguindo completamente sua crença.

Isso mostrava o quão forte ele era.

Kamijou olhou para o celular. Aquela conversa sem sentido de cinco minutos; alguém realmente desistiu de tudo o que tinha para proteger aquela pessoa que era mais importante para ele, mesmo depois de saber que ele não podia voltar atrás.

O coração dessas pessoas…

Todos foram esmagados sob seus próprios pés. Que direito o atual Kamijou tinha de manter essa garota só para si?

“Eu não sei…”.

Se esse fosse o único desejo da Index, Kamijou a protegeria até o final.

Porém, o ponto principal era que Index apenas se esquecera. Como uma garota que não sabia que ela tinha outras opções deveria tomar decisões?

“Eu não sei. Mas, Kamijou Touma realmente salvou a Index”.

Sim. Se fosse esse o caso, ele tinha que assumir o fardo de salvá-la.

Era como dar comida de gato por entusiasmo, mas não trazê-lo de volta para casa, mesmo sabendo que ele morreria de fome. Em vez de dar-lhe a esperança de encontrar um lar, era melhor dar-lhe o desespero desde o início.

Contudo…

“Aquele que a salvou não é o atual Kamijou Touma--”.

No final, eles estavam de volta ao ponto de partida.

“--O que a Index precisa é do Kamijou Touma antes de perder a memória”.

Por Sora | 03/03/19 às 20:31 | Ação, Sobrenatural, Comédia, Ficção Cientifica, Seinen, Japonesa