CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 8.5 - Até o fim, Hayama Hayato ainda não consegue entender (parte 6)

Yahari Ore no Seichun Love Comedy wa Machigatteiru (Oregairu)

Capítulo 8.5 - Até o fim, Hayama Hayato ainda não consegue entender (parte 6)

Tradução: Yuuri san | Revisão: (y)Logic | QC: Riberiru

 Quando saímos do cinema, minhas bochechas foram submetidas ao vento frio.

 Nas duas horas em que assistimos ao filme, a temperatura caiu.

 Em relação ao filme, foi bastante decente. Havia muitos destaques e eu não estava entediado. Era muito Hollywood, se assim posso dizer.

 Eu não fui o único com impressões. Hayama e as outras duas estavam conversando sobre isso naquele momento. Ah, era basicamente isso. Havia uma razão pela qual era fácil escolher um filme para um encontro. Isso porque dava a você algo para falar logo após um filme; algo assim estava definitivamente destinado a ser escrito em uma edição da Hot-Dog PRESS. N/T: Hot-Dog PRESS é uma revista de moda e coisas do tipo, para adolescente.

 Enquanto Nakamachi dizia ‘foi incrível’ e ‘foi interessante’, Hayama sorria e assentia. Orimoto entraria na conversa.

「Tipo, sério, aquela explosão não foi muito alta? Tipo, o Hikigaya agiu de forma totalmente estranha quando isso aconteceu! Foi hilário! A maneira como ele se movia era tão assustadora que me fez rir!」

「Bem, o som estava muito mais alto do que eu pensei que seria.....」

 Eu fui arrastado para a conversa, então respondi por enquanto. Afinal, ignorar alguém quando ele chama seu nome da uma má impressão. De qualquer forma, o importante hoje era não atrapalhar.

 Hayama seguiu minhas palavras.

「Aah, sim, eu também fiquei um pouco surpreso.」

「Mas você não gostou muito disso, Hayama-kun?」

 Nakamachi ficou ao lado de Hayama e disse isso enquanto olhava para ele. Quando ela o fez, Orimoto alinhou-se ao lado deles não querendo perder e bateu palmas em exagero.

「Ah, eu também pensei isso! Eu também fiquei um pouco surpresa, mas Hayama estava completamente bem~. Maaas, o jeito que o Hi-kigaya se me...!」

 A risada que ela estava segurando explodiu e o corpo da Orimoto estremeceu. Nakamachi olhou para mim e também começou a rir. Riberiru: Sério, se fosse eu, teria ido embora. Se a pessoa não tem nada melhor pra falar, eu não quero escutar também.

 Ce-Certo..... To-Todos gostaram do-dos meus atos de palhaço (olhos brancos)? N/T: Isso também poderia ser colocado como “olhar hostil” ou algo assim :Referência

 De qualquer forma, mesmo que riam de mim, como complemento, se eu não estivesse atrapalhando, então estava tudo bem.

 Hayama olhou para as duas garotas com um sorriso confuso e quando ele olhou rapidamente para o relógio, falou em um tom insistente.

「Devemos nos apressar ou não teremos muito tempo para olhar em volta.」

「Ah, certo. Quando as lojas fecham?」

 Perguntou Orimoto. Eu, é claro, não saberia a resposta a essa pergunta. Além disso, eu nem sabia a que lojas íamos..... Por que eu tinha que participar de um tour misterioso em minha área local?

 Nakamachi mexeu em seu telefone. Aparentemente, ela estava procurando.

「Hum, aqui diz às 20:30.」

「De jeito nenhum! Droga. Estamos, tipo, totalmente sem tempo?」

 Orimoto pegou seu celular apressadamente e olhou a hora. Eram quase 19:30. Então, tínhamos cerca de uma hora. Eu não sabia quanto tempo levava para as meninas fazerem compras, mas provavelmente não havia muito tempo.

 O ritmo de todos tornou-se naturalmente mais rápido.

 Pelo que pude perceber pelo ritmo de Hayama, o plano era sair da rua Nampa-Dori em direção ao shopping center PARCO. Então isso significava que íamos para PARCO.

 Mesmo assim, Nampa-Dori era um nome terrível. Havia também uma ponte em Kaihin-Makuhari chamada Ponte Nampa. O que está acontecendo com Chiba?

 Continuamos dando uma espiada em várias lojas ao longo do caminho até finalmente chegar a um grande cruzamento. Na outra ponta havia um grande parque onde você podia ver muitos jovens andando de skate e dançando.

 Bem, a próxima coisa na programação era fazer compras.

 Entramos no PARCO e enquanto subíamos a escada rolante, houve conversas sobre que tipo de roupa seria bom para o uniforme de inverno, cachecol e assim por diante e eu não fui incluído.

 Em seguida, chegamos ao segundo andar.

 O chão estava cheio de lojas nas quais meninas do ensino médio poderiam matar algum tempo: Moda feminina, lojas de interiores e diversos.

 O interior e as lojas diversas tinham sofás e camas que permitiam que você relaxasse o quanto quisesse, permitindo-lhe mergulhar na atmosfera relaxante. Se vocês dois se sentaram no mesmo sofá, você pode chegar mais perto; isto é, se você pensasse sobre isso da perspectiva do Hot-Dog PRESS.

 Mas no que diz respeito a roupas e acessórios, eu não fazia a menor ideia do que era bom.

 Qual era exatamente a maneira certa dos caras passarem o tempo em momentos como esse?

 A última vez que fui fazer compras na área feminina, me senti muito envergonhado, mas me fez pensar sobre como realmente me sentia naquela época.

 O que fiz foi fingir que estava passeando.

 Mas hoje, isso não parecia ser necessário.

 Porque Hayama estava aqui ou foi porque éramos um grupo de quatro composto por meninos e meninas? O balconista da loja não parecia particularmente desconfiado desta vez.

 Se estivéssemos escolhendo presentes para alguém, então dava para eu dar minha opinião sobre o assunto. Mas, no que se refere a essas meninas, eu não tinha absolutamente nenhuma ideia.

 Fiquei ali parado ao lado do Hayama enquanto o tempo passava.

「Hayama, que tal isso?」

「Ah, que tal este?」

 Orimoto e Nakamachi começaram seu desfile de moda para Hayama. Hayama parecia que ia ficar ocupado.

 Por outro lado, eu tinha muito tempo para matar, então decidi olhar em volta. Imaginei que estava agindo como guarda-costas de um indivíduo importante enquanto vigiava a área. Coloquei minhas mãos na orelha discretamente, como se alguém estivesse me contatando através de um dispositivo sem fio e fingi procurar possíveis posições de atirador. Riberiru: kkk que vergonha alheia, eu já fiz isso kkkkkkkkk

 E algo interessante surgiu na minha vigia.

 Havia uma voz familiar.

「Mas sabe, experimentar roupas é bom e tudo, mas não importa, já que temos uniformes, certo?」

「Você é que queria dar uma olhada nas botas, Yumiko.....」

 Enquanto procurava cautelosamente a origem dessas vozes, me deparei com as figuras de minhas colegas de classe em uma loja na diagonal a partir daqui.

 Era Miura Yumiko parada na frente de um espelho com um rosto não convencido e Ebina Hina com uma expressão resignada.

「Definitivamente preto? 」

 Ela murmurou para si mesma, agarrou as botas de couro preto e as colocou. Ela ficou na frente do espelho novamente com uma expressão pensativa. Ali, Ebina-san, que a observava, parecia que algo vinha à mente. Ela bateu palmas e um sorriso enorme se formou em todo o rosto.

「Ah, isso não seria bom? Botas pretas com o seu uniforme realmente dão a impressão de que você está em algum tipo de jogo maníaco.」

「..... Deixa para lá. Além disso, diga algo assim de novo e eu vou chutá-la.」

 Com apenas as botas, imagino.

 Miura fez uma cara óbvia de descontentamento e tirou as botas. Sua expressão por si só a fazia parecer chateada, mas parecia que ela estava realmente se divertindo muito.

 Tudo estava bem se elas estivessem se divertindo. Mas, me incomodou um pouco da Yuigahama não estar lá. Sempre que vão às compras ou saem para se divertir, a imagem das três juntas parecia natural. Acho que ela tinha coisas para fazer.

「Eu acho que Suede seria bom afinal?」

 Ebina tirou outra coisa de outra prateleira e se virou lentamente para Miura. No meio disso, os olhos da Ebina-san encontraram os meus, que estavam neles o tempo todo.

「Ah. 」

 A última vez que tivemos um encontro cara a cara foi provavelmente durante a viagem de campo. Um silêncio passageiro veio enquanto nós dois nos perguntávamos como responder um ao outro.

 Durante esse tempo, achando aquilo estranho, Miura virou a cabeça.

「Ebina, o que foi?」

 E então, ela me notou, bem, falando mais precisamente, ela notou Hayama mais adiante na loja. Ela também viu as garotas com ele.

「Ha-Haya ...」

 O cabelo loiro encaracolado e frouxo da Miura esvoaçou quando ela se levantou abruptamente.

 Mas as botas que ela tirou prenderam seus pés e ela caiu maravilhosamente.

 Calcinha! Rosa! Inesperado!

 Que perigo. Eu estava perto de pensar ‘que bom que decidi sair hoje~!’. Riberiru: Opaaaaa, eis o poder das calcinhas, mudam até a mente mais distorcida.

「C-cuidado, Yumiko! Você está bem?」

 Ebina-san correu confusa até Miura e a apoiou.

 Miura gemia de dor. Parecia que ela machucou a bunda quando ela caiu enquanto se levantava. Percebendo isso, Ebina-san começou a esfregá-la suavemente. O que há com essa pintura?

「Kuuuuuuuuuh, ugh, Ha-Haya.....」

 Com a dor não diminuindo, Miura olhou para Hayama com os olhos úmidos.

 Aah, isso parecia doloroso. Seu coração e seu corpo.

 Ainda assim, ver uma garota que geralmente é tão confiante e obstinada em lágrimas era uma visão incrível!

 Ou seja o que for, mas não era hora de ficar impressionado. Com base na reação da Miura, ainda faltava algum tempo para que ela se recuperasse. Depois que isso acontecesse, não havia dúvida de que ela iria marchar até Hayama e arranjar uma briga com Orimoto e sua amiga. Se ela trouxesse aquele horror que mostrou quando viu Isshiki pela última vez, seria muito problemático. Afinal, provavelmente acabaria ficando fora mais tempo e voltaria para casa mais tarde.

 Eu furtivamente manobrei meu caminho até as costas do Hayama e falei com ele em um sussurro.

「Hayama. É melhor irmos pra outro lugar logo.」

「Eh?」

 Quando eu disse isso, Hayama olhou seu relógio. Não, eu não estava falando sobre o tempo. Eu estava falando sobre algo mais assustador.

 Mas Hayama arbitrariamente parecia convencido por um motivo ou outro e sussurrou ‘Sim, tá certo.’ Ele então chamou Orimoto e sua amiga.

「Na verdade, tenho algo que gostaria de ver.」

 Depois que ele as chamou, Orimoto e Nakamachi devolveram as roupas e acessórios que pegaram aos seus lugares originais.

「Claaro. O que você vai olhar?」

「Bem, vamos andando?」

 Ele evitou a pergunta da Orimoto e conduziu as meninas caminhando à frente.

 Nos distanciamos da Miura e Ebina e agora era a hora das compras do Hayama.


 A partir de agora, não havia planos para minhas compras. Não é como se eu tivesse algo que queria. Quer dizer, o único lugar que eu iria seria uma livraria e prefiro ir sozinho se for o caso.

「Eu queria verificar alguns equipamentos de snowboard.」

 Hayama falou enquanto se dirigia para a escada rolante. As roupas esportivas costumavam ficar no sexto andar.

 Vindo da escada rolante descendente, vozes barulhentas.

「Irohasu. Como eu disse, Murasaki Sports é bom o suficiente, sabe?」

「Não, isso não vai funcionar. Ah, não havia uma loja da Lions Sports perto da entrada oeste?」

「Espere, aquela loja é para baseball, você conhece. Só tem esportes no nome, só isso.」

 Eram duas pessoas, uma com cabelo curto e curto e o outro com cabelo comprido tingido de castanho. Em suas mãos estavam as sacolas da loja de esportes para a qual estávamos prestes a ir.

「Ah, oh? Não é Hayato?」

 Depois de chegar ao fundo, Tobe notou Hayama primeiro. E então ele começou a chorar.

「Yoo, Haaaayaatoo!」

「O que foi, Tobe?」

 Hayama perguntou de uma forma confusa com Tobe de repente agarrado a ele. Tobe estava com uma expressão descontente e, enquanto puxava o cabelo abertamente, começou a reclamar.

「Cê tem que ouvir. Irohasu de repente queria uma nova camisa do nada, ai tipo, a gente veio aqui para fazer umas compras e agora ela só fala de proteínas.....」

 Enquanto ele continuava a falar, Orimoto, a amiga dela e eu finalmente aparecemos em sua vista. Tobe engasgou com as palavras e deu dois passos para trás. Aparentemente, ele pensou que estávamos em um encontro duplo (risos).

「Eh..... Ah, foi mal, sério, estou atrapalhando? Foi mal, desculpa! Eu vou indo. Certo, Irohasu?」 Riberiru: O certo é perguntar quando você “não” está atrapalhando

 Tobe estava agitado enquanto falava e quando se virou para olhar para Isshiki, ela não estava lá.

 Isso porque Isshiki já havia encontrado seu lugar ao meu lado.

 Tão rápida! Irohasu é tão rápida! Assustadora!

「Senpai, o que está fazendo? Ah, você está passeando é?」

 Ela falou de uma maneira arejada com um sorriso no rosto. Essas palavras eram comuns de se dizer quando você se deparava com seu senpai na cidade. Mas, estranhamente, teve algum impacto.

 Porque de alguma forma, parecia que ela estava dizendo 「você com certeza tem um pouco de coragem para se esquecer do meu pedido e sair para se divertir com meninas, hein」. Não, não, eu realmente não esqueci, tá bom? E quanto ao seu pedido, eu já pensei nisso do meu jeito, ok.....

「Bem, não é como se eu estivesse passeando ou algo assim.....」

 Enquanto eu pensava em como me explicar, Isshiki agarrou minhas mangas e olhou para mim com olhos voltados para cima, parecendo um pequeno animal. Mas que droga? Ela com certeza era fofa, espere um segundo, que problemático.

 À medida que comecei a suspeitar dela, ela continuou a puxar minha manga. Uma força inesperada me fez cair os ombros e me inclinei ligeiramente para a frente.

 Quando o fiz, meu rosto desceu quase à altura da Isshiki. Isshiki, que estava bem ao meu lado, deu um sorriso alegre. Seus lábios levemente rosados e trêmulos começaram a se mover.

「Mas, sério, quem são essas garotas? Ah! A namorada do Senpai talvez? Eh, mas espere, são duas..... Como elas estão relacionadas?」

 Assustadora.... Você é realmente assustadora.

 Como você estava dando um sorriso tão feliz com aquela sua voz fria.....?

「Não, bem, é que.....」

 Enquanto eu refletia sobre como deveria responder para acalmar a situação, Hayama chamou Isshiki.

「Iroha, desculpe. Na verdade, ele veio comigo.」

「Aaah, então é isso~. Ah, na verdade estou prestes a ir a algum lugar também, vocês gostariam de ir junto?」

 Ela rapidamente largou minha manga e fez uma curva na direção do Hayama. Ela era surpreendentemente forte, não era?

 Por ali estava Tobe, que tentava chamar Isshiki. Graças a Deus eu fui libertado de suas garras.....

「Vamos, Irohasu. Já devíamos ir. Né?」

「Vocês dois estavam fazendo compras certo.....? Certo, Iroha, Tobe. Vejo vocês depois.」

 Hayama suavemente levantou sua mão e Isshiki fez o mesmo e acenou de volta enquanto fofamente dizia ‘waaa’.

「Tááá. Te vejo depois.」

 Isshiki então acenou com as mãos para mim.

「Da próxima vez que nos encontrarmos senpai, por favor, me informe sobre os detalhes, ok~.」

 Ah, esquece, eu não estava livre dela afinal. Ela definitivamente vai me fazer desembuchar na próxima vez que nos encontrarmos.....

 De qualquer forma, na próxima vez que nos encontraríamos provavelmente seria no dia da eleição. Então, novamente, provavelmente precisaríamos nos encontrar pelo menos mais uma vez antes do dia real do evento.

 Tudo bem se o discurso que faria Isshiki perder por um movimento de desconfiança não fosse tão bom, mas se fosse muito mal pensado, faria com que sua imagem caísse. Dito isso, há sempre uma pequena chance dela ser votada, independentemente de quão lixo fosse o discurso da campanha. Esta era uma consideração bastante difícil de levar em conta.

 Em todo caso, era algo que se resolveria em um único momento. Vou tentar falar com ela no início da próxima semana..... Então, como devo explicar o passeio de hoje, me pergunto?

 Enquanto pensava em como eu estava desnecessariamente encarregado de questões mais preocupantes, vi Isshiki e Tobe indo embora.

 Enquanto caminhava, Tobe dizia「beleza」,「vamo lá!」 e outras coisas, tentando ter consideração por Isshiki sendo enérgico. Que parceiro.

「Certo! Irohasu, vamos para a loja Lions Sports!」

「Ahh, tudo bem. Essa loja é principalmente para beisebol, de qualquer maneira.」

「Eh?」

 Eu podia ouvir uma voz muito lamentável em sua direção.

「..... Ela realmente incrível.」

 Ao me despedir deles, deixei escapar minhas impressões. Ao ouvir isso, Hayama deu um sorriso amargo.

「Sim. Ela é um pouco problemática.」

「Hoo......」

 Ah? Você está se gabando? Ah? Estava pensando, mas Hayama disse algo surpreendente.

「Então Iroha age assim com você também, hein.....?」

「Hã?」

 Eu perguntei a ele, sem entender o que ele queria dizer. De repente, Hayama fez uma careta.

「..... Não é que ela só faça comigo, mas a Iroha conhece muita gente e tem tendência a querer mostrar o seu lado fofo. Tenho certeza de que ela pensa que tem uma certa imagem de si mesma que precisa proteger. Tenho certeza que ela quer ser amada..... É por isso que é raro para ela mostrar seu lado honesto assim.」

 Isso não significa apenas que ela não queria que eu amasse ela, por isso ela era capaz de mostrar suas verdadeira face.....?

 Quando os dois desceram a escada rolante e desapareceram, Orimoto e Nakamachi, que estavam de pé a uma certa distância, se aproximaram. Elas estavam sendo atenciosas ou pensaram que era uma boa ideia não se aproximarem mais do cabelo encaracolado do Tobe e da obviamente problemática Isshiki?

 Subimos a escada rolante até o sexto andar. Quando chegamos ao topo, entramos na loja de esportes que estava bem na nossa frente.

「Aqueles eram seus amigos antes?」

「Sim, eles estão no clube de futebol comigo.」

 Hayama respondeu à pergunta da Nakamachi. Orimoto entrou na conversa com uma reação apropriada e surpresa.

「Eu entendo totalmente! Eles realmente exalaram essa sensação!」

 É mesmo ...? Tobe realmente não deu a impressão de que jogava futebol. Embora se você perguntasse o que se encaixava nele, eu não seria capaz de responder. Afinal, não estava interessado em saber.

 Mas não era como se Orimoto estivesse interessada em Tobe.

 「Hayama-kun, você tem cara de quem joga futebol. Você fez isso quando era mais jovem?」

 Aparentemente, era isso que ela queria perguntar.

「Sim. Mas eu só comecei a sério no Ginasial.」

 Uau. Isso é um choque. Acho que uma escolinha de futebol se encaixa na imagem dele. Na verdade, eu não disse isso em voz alta, mas pode ter ficado evidente em meu rosto quando Hayama deu um sorriso amargo e acrescentou.

「Bem, no primário, eu fiz um monte de coisas, mas nunca cheguei a jogar futebol, só isso.」

 Enquanto eu pensava, ‘oh, entendo’, eu concordei. Então, novamente, essa reação parecia que eu tinha mais interesse em Hayama do que nas meninas aqui. Sério, eu não me importava e só ouvia porque não tinha nada melhor para fazer.

 Era um pouco estranho, então decidi desviar brincando com as roupas esportivas penduradas e as garras de mão.

 Mas agora que penso sobre isso, Hayama era um homem cheio de mistérios. Não é como se eu nunca tivesse me incomodado em tentar aprender alguma coisa sobre ele, mas ele nunca falou realmente sobre si mesmo. E isso de alguma forma se assemelhava a Yukinoshita. Era isso que eles chamam de modéstia da alta sociedade?

 Graças a isso, até minha disposição desinteressada me levou a ouvir sua história. As duas garotas, é claro, morderam a isca.

「Oooh. Mas a sua Escola Ginasial não era muito forte, Hayama-kun?」

「Uau. O clube da nossa escola era muito fraco. Certo?」

 Orimoto virou apenas a cabeça em minha direção e queria uma confirmação. Zombar do próprio ambiente para bajular a outra parte era, bem, o pudor da classe média. Eu devolvi um aceno de cabeça.

 Quando eu fiz, Orimoto parecia que de repente ela pensou em algo e disse ‘ah’.

「Falando nisso, Hikigaya. Você não estava em nenhum clube, mas você não, tipo, ganhou um prêmio para o teste de esportes ou algo assim?」

「Sim.」

 Agora que ela mencionou, algo assim aconteceu..... Então, novamente, o chamado ‘teste esportivo’ era simplesmente os alunos registrando os resultados uns dos outros. Todos normalmente registravam os resultados que desejavam. No meu caso, meu parceiro não teve motivação e para a corrida de ônibus de 20 metros, ele estaria muito cansado e apenas colocaria o número que pudesse. Graças a isso, ganhei um A. Mas mesmo sem isso, os padrões eram bastante soltos de qualquer maneira. Afinal, havia um monte de gente que tirou A na classe.

 Claro, imagino que Hayama também tenha obtido a mesma nota.

 Hayama estendeu a mão para algumas das roupas esportivas e de repente falou.

「Você não ganha algo como uma medalha por isso?」

 Hayama tirou de suas memórias vagas. Graças a isso, a porta para minhas memórias se abriu.

「É, é! Então, durante a cerimônia de encerramento, quando Hikigaya saiu para recebê-lo, todos meio que começaram a rir!」

 Orimoto explodiu em gargalhadas como se, se lembrasse de como era naquela época. Nakamachi também começou a disparar quando ela colocou a mão nos lábios porque estava imaginando como seria.

 Ahaha. Eu mesmo dei uma risada seca.

 Coisas assim eram muito comuns quando um cara que normalmente não se destacava de repente se tornava o centro das atenções. Era semelhante a quando você lia em voz alta em japonês ou inglês. Chamar atenção para a cultura era a modéstia das classes mais baixas.

 As duas pareceram satisfeitas depois de uma boa risada e começaram a pegar diferentes roupas esportivas que serviriam a Hayama enquanto falavam「snowboard pode ser divertido, hein!」.

 Enquanto eu os observava dois passos atrás, Hayama silenciosamente veio ao meu lado.

「..... Você com certeza tinha uma vida escolar estranha.」

「Não enche.」

 Não era tão estranho. Provavelmente havia muitas outras pessoas que tiveram a mesma experiência. Se alguma coisa, Hayama parecia se encaixar mais no projeto.

 Mas Hayama aparentemente não quis dizer isso. Ele encolheu os ombros e continuou.

「Eu não estou falando sobre isso..... Durante o ginasial, ouvi dizer que gostava dela? 」

 Ele disse isso e olhou para Orimoto.

「Então esse era o seu tipo, hein.....? Meio surpreendente.」

「Você com certeza é irritante.....」

 O sorriso do Hayama parecia estar zombando de mim. Hayama era do tipo que não desfazia o sorriso com seus bons modos sociais, mas era a primeira vez que o via se divertindo.

 Mas ele não precisava me dizer. Já a conhecia.

 Eu ousaria dizer que não foi nada, mas uma indiscrição juvenil de minha parte.

 Mesmo se eu virasse minha cabeça para o outro lado, o fato de que eu achava que gostava de Orimoto Kaori não mudaria e eu também confessei para ela. Mas isso não significava que Orimoto fosse a única especial.

「Não é como se fosse apenas Orimoto. Completamente errado, eu diria. Garotas que eram mais quietas ou mais barulhentas eram as que eu gosto..... bem, esses tipos.」

 Na verdade, botar em palavras como essas foi um pouco embaraçoso para mim. Hesitei um pouco antes de tentar falar.

「Eu não diria que esses tipos são o que você gosta.」

 Hayama deu um sorriso amargo. Essa atitude madura dele me irritou. Uma irritação indescritível começou a crescer dentro de mim. Eu segurei e falei lentamente.

「..... Além disso, pode ser o caso naquela época, mas isso não significa que é assim agora.」

「..... Sei.」

 Hayama assentiu, parecendo convencido. Nossa conversa terminou aí.

 Mesmo assim, Hayama continuou ao meu lado.

 Ficamos parados em silêncio enquanto ouvíamos o BGM tocando ao fundo e a conversa animada de Orimoto e sua amiga.

「Então, basicamente.....」

 Hayama falou de repente.

 Mas ele parecia estar tendo dificuldade para falar e suas palavras foram cortadas. Enquanto pensava se ele tinha mais a dizer, me virei para olhar seu rosto e Hayama silenciosamente desviou o olhar para outro lugar. Foi direcionado para algum lugar longe, em algum lugar fora da loja.

「Então, basicamente, você nunca gostou de alguém de verdade, certo?」 Riberiru: Meu Deus, estou com medo dele se candidatar

 Essas foram as palavras que tomaram meu estômago. Naquele momento, minha respiração parou. Por reflexo, não havia palavras que eu pudesse pronunciar. Era algo sobre o qual nunca pensei.

 Mas eu intuitivamente senti que ficar em silêncio não era algo que eu deveria fazer e abri ligeiramente minha boca. Mesmo assim, minha voz não saía.

 Enquanto eu estava lá sem palavras para responder, Hayama deu um sorriso auto-zombeteiro.

「..... Somos iguais, você e eu.」

 Ele calmamente olhou para cima como se estivesse olhando para o céu. O perfil do Hayama parecia que ele estava se arrependendo de algo.

「É por isso que eu cometi um engano.」 Riberiru: hmm, revelador.

 Seu pequeno murmúrio derreteu na atmosfera e desapareceu.

「Hayama-kun, que tal isso?」 Riberiru: Cala a boca mulher, deixa ele continuar.

 A voz da Orimoto veio de longe. Hayama fechou fortemente os olhos uma vez e os abriu rapidamente. Era seu rosto alegre e sorridente de sempre.

「Qual?」

 Ele caminhou em direção a Orimoto e sua amiga enquanto dizia isso. O jeito que ele saiu era o Hayama Hayato que eu conhecia.

 No entanto, o Hayama Hayato que eu não conhecia estava com uma expressão triste que parecia estar prestes a chorar. Riberiru: Cara, como eu estou feliz de ler essa novel e ser capaz de ver esses detalhes que o anime não tem.


Patrocinadores do Projeto: Suicchi; Clubedoeletrônico; Kendy; Warasu; Yuiti

Por Riberiru | 20/09/20 às 14:49 | Romance, Comédia, Vida Escolar, Slice of Life, Japonesa