Deus Imperador dos Taos 32

/Deus Imperador dos Taos 32
Capítulo Anterior
Índice
Próximo Capitulo

Autor: Matteus Germano | Revisor: Skarr

Cidade da Brisa Gentil, Capítulo 32

Ao chegar na estalagem, uma multidão encontrava-se na rua. A neve, para aventureiros como Lianjie, era algo banal, mas para o povo mortal era uma ocasião e tanto. E eles celebravam isso! A sua animação era tanta que contagiaram até mesmo os cultivadores!

Yuen Ling acendeu fogueiras e pôs seus cozinheiros para servirem as pessoas do lado de fora. Enquanto isso, uma grupo musical tocava músicas animadas; fazendo as pessoas dançarem eufóricas.

“É neve!”

“Eu nunca tinha visto isso!”

Não demorou muito para perceber que até mesmo seus amigos haviam embarcado nos festejos. Lianjie se dirigiu até eles e sussurrou. “Vocês, venham comigo.”

Yan e Yuanjie se entreolharam e mexeram os ombros. Logo após, seguiram Lianjie até seu quarto.

“O que foi, irmão Lianjie?” Yan perguntou enquanto franzia a testa.

“Você nos tirou da festa… Eu gosto de festas! Falaram que é um milagre nevar!” Yuanjia cruzou os braços e o olhou com cara de birra.

“Não é um milagre… Foi ela…” Lianjie mostrou seu braço onde Tianhou estava enroscada.

“UM PARASITA!” Yuanjia sacou uma faca e estava prestes a atacá-la.

“Não! Não! Calma, Yan sabe o que é!” Lianjie deu três passos para trás e sinalizou com as mãos para que Yuanjia parasse.

“O… Ovo?” Yan inclinou a cabeça e se aproximou de Lianjie para inspecionar a criatura.

“Sim! Quando o ovo começou a rachar, a temperatura já havia caído muito. Porém, depois de quebrar totalmente começou a nevar!” Lianjie disse de maneira entusiasmada.

“Wow… Deve ser uma criatura divina!” Yuanjia arregalou os olhos e se aproximou de Lianjie. Ao observar a pequena serpente seus olhos brilharam. Ele nunca havia visto criaturinha tão bonita. “Céus! Como é elegante e bonita!”

“Sim, Yuanjia, ela é uma serpente celeste. Eu dei o nome de Sheng Tianhou. O que acharam?” Lianjie sorriu gentilmente enquanto acariciava sua nova amiga.

“Oh, incrível! A serpente imperatriz do céu! É muito adequado, quantas rainhas não gostariam de ter a pele branca como a dela? Hahahaha.” Yuanjia gargalhou.

“A serpente imperatriz… A serpente que governa os céus…” Yan ficou murmurando repetidamente. “Quem sabe Hou Shi Xue? Acho que é mais adequado à ela.”

Imediatamente a pequenina serpente balançou sua cauda e soltou um sonoro ‘hissss’. Em seguida, voou até Yan e lambeu-o.

“Eu acho que ela gostou.” Lianjie sorriu enquanto assistia à cena. “Certo, Hou Shi Xue, a imperatriz branca como a neve.”

Hisssssss. Hisssssss.

“É… Nitidamente ela gostou mais deste nome.” Yuanjia tirou sarro de Lianjie.

BOOOOOOOOOOOOOM.

De repente, uma enorme explosão ocorreu próxima da estalagem. Vinha das ruas.

Lianjie, Yan e Yuanjia correram para a janela. Um grupo de homens vestidos com mantos negros havia explodido uma loja e saíram correndo. Em seguida, um homem gorducho e careca saiu correndo da loja.

“Minha filha! Minha filha! Eles levaram minha filha, me ajudem! Meu deus, a minha pequena Ziyi!” O homem gritava em dor e desespero enquanto as silhuetas dos homens de preto começavam a sumir lentamente.

Rapidamente uma multidão cercou o homem. Transeuntes consolavam-no e soldados do vilarejo faziam perguntas.

Da janela de seu quarto, Lianjie, Yan e Yuanjia observavam tudo. “Vamos ajudá-lo!” Falou Yuanjia determinado.

“É arriscado… Não sabemos quem são aquelas pessoas e se são fortes.” Respondeu Lianjie.

“Eu concordo com o irmão Lianjie. Parece ser arriscado… Vamos deixar os soldados cuidarem disso.” Yan deu as costas para os dois. “Devemos voltar a treinar.”

“Só saberemos se eles são fortes ou não se os enfrentarmos! Os soldados daqui são patéticos! Eu conseguiria derrotá-los usando somente uma das minhas armas. Além do mais, existe melhor treinamento do que o combate real?” Yuanjie estava visivelmente desapontado com os dois garotos.

BOOOOOOOOOOOM.

Outra explosão aconteceu, desta vez de uma parte mais afastada da vila. Rapidamente, chamas surgiram no horizonte.

BOOOOOOOOOOOM.

Mais e mais explosões em sequência. Em um intervalo de quinze minutos, dez lugares haviam sido destruídos.

“Mas que merda…” Yuanjia assistia da janela preocupado com a situação. Haviam diversos focos de incêndio.

Yan voltou a janela para observar o quadro da situação e viu algo de errado. “Irmão Lianjie… Aquela loja… Não é a…”

Yuanjia arregalou os olhos e em instantes sua expressão era de desespero. “A Hulha Negra! Shishi!”

Lianjie apavorou-se. “Shishi! Vamos até lá agora!”

Os três correram desesperadamente até o local. Quando chegaram, a pequena loja ardia em chamas.

“Shishi! Shishi! Meu deus, Shishi!” Yuanjia caiu de joelhos enquanto gritava na frente do estabelecimentos que estava sendo consumido pelas chamas.

De repente, uma silhueta humana emerge das cinzas. Era um gigante incandescente.

“Dawei!” Lianjie correu até ele e jogou-o no chão para apagar as chamas. O gigante senhor apresentava veias negras por todo seu corpo. “O que houve com o senhor? Onde está a Shishi?”

Dawei abriu os olhos forçosamente e, com muito esforço, começou a falar. “Eles… a levaram…”

Instantaneamente os olhos de Yuanjia arderam em chamas. Ele estava possuído pela fúria. “AHHHHHHH! MALDITOS MISERÁVEIS!” Yan segurou-o e tentou acalmá-lo. O que foi em vão.

Yuanjia segurou os braços de Yan e arremessou-o contra um telhado. “NINGUÉM VAI ME PARAR!”

Lianjie encarou-o enfurecido. “Seu idiota, nós vamos ajudá-los, mas antes precisamos saber o que houve com Dawei e Shishi.”

Yuanjia respirou fundo e começou a chorar. “Shishi…”

“Calma, não sabemos o que aconteceu com ela ainda! Me ajude aqui.” Lianjie acenava para ele aproximar-se. Logo depois, Yan desceu do telhado, limpou a poeira em si mesmo e se aproximou dos amigos. Ele estava bravo com Yuanjia.

Lianjie voltou a sua atenção a Dawei. Deu-lhe um pouco de água e voltou a fazer perguntas. “O que aconteceu com você? Quem eram as pessoas?”

“Fracos… Usaram veneno… Não humanos… Serpentes…” Dawei respondeu com extremo cansaço, pois naquele momento ele estava focado em circular todo aquele estranho veneno para expeli-lo de seu corpo. Em seguida, desmaiou.

Quem diria que, em um momento de felicidade coletiva em razão do fenômeno da neve, uma tragédia sucederia. Para Lianjie, isto era digno de um roteiro de novela.

“Não humanos?” Yan coçou a cabeça. “Mas as silhuetas eram humanas. Será que eles são como você, irmão Lianjie?”

“Talvez… Sabemos que eles costumam utilizar veneno. Então estejamos preparados.” Lianjie levantou-se e colocou Dawei em seu ombro. “Primeiro vamos leva-lo à uma clínica.”

Yan e Yuanjia assentiram positivamente com a cabeça. Sendo assim, levaram-no até um centro médico. Após deixarem ele sob o cuidado de um doutor, saíram apressadamente atrás dos rastros daquelas pessoas.

BOOOOOOOOOOM.

Foi então que outra explosão aconteceu. Porém, desta vez, o local estava próximo deles. Yuanjia não perdeu tempo e correu como um touro enfurecido. Em poucos instantes eles estavam na cola do grupo de pessoas. Neste, eram três homens.

Ao perceberem que estavam sendo seguidos, arremessaram adagas contra os garotos. Lianjie pressentiu algo de errado e tratou de avisar: “É veneno! Desviem!”

Como um relâmpago, Lianjie desviou para sua esquerda; Yan ergueu um pequeno muro; Yuanjia defendeu-se com um leque.

“Ah, seus filhos da puta!” Yuanjia sacou um arco e atirou contra os homens. Acabou acertando um deles, que foi ao chão rapidamente. Seu manto descobriu sua face, revelando um rosto híbrido entre humano e serpente.

“Ah… Não me deixem aqui!” O homem gritou para seus companheiros; que rapidamente voltaram.

Ao ver que os homens decidiram parar de fugir e lutar, Lianjie sequer hesitou. “Investida Abrasadora!” Ele se transformou em um feixe de chamas com a sua guan dao empunhada e direcionada ao peito do inimigo.

Despreparado, o homem tentou se esquivar de Lianjie, mas sem sucesso acabou tendo o ombro direito atingido. Perdendo assim seu braço e tendo a lateral do corpo consumida em chamas. Em sequência, Lianjie ativou seu domínio do vento, potencializando as chamas.

Em poucos instantes, o homem-serpente havia se transformado em cinzas.

O homem que estava no chão tentou se levantar, mas Yan o recebeu com uma martelada na lateral direita de seu corpo, arremessando-o contra uma árvore. O homem vomitou sangue.

“Quietinho…” Yan gargalhou. “Sempre quis dizer isso.”

Yuanjia alternou para duas garras e avançou contra o homem restante, golpeando seu acuponto Guanyuan e selando-o. Em instantes o homem foi ao chão colapsando.

Desta forma, o único sobrevivente fora o homem atingido por Yan. Yuanjia olhou para os garotos e tomou a dianteira. “Eu faço ele responder. No final, tenho certeza que seremos amigos.” Foi então que um sorriso maléfico surgiu em seu rosto. “Hehehe…”

Capítulo Anterior
Índice
Próximo Capitulo
Contribua com o novo site da Saikai Scan
By | 2017-11-13T13:17:55+00:00 13/11/2017 as 1:17|Deus Imperador dos Taos|4 Comments

About the Author:

Scryzz
Gamer, Otaku e Trophy Hunter. Fã absoluto de One Piece, Dragon Age, CSR, TDG, PS3, PS4, PSV, Cinema, Música e, é claro, Linkin Park!
  • Breno Luke

    O modo Sádico foi ativado fiquei até com do fdp kkkkkkkkkkkkk

  • Janailson Barbosa Granja

    Obrigado pelo capítulo

  • Marcelo

    Acertei

    • GeneralXin

      Como prêmio você ganhou o lendário Elixir do Andarilho Transcendental e pode criar uma personagem na novel.