O Herdeiro do Mundo 05

/O Herdeiro do Mundo 05
Capítulo Anterior
Índice
Próximo Capítulo

Autor: Edson Fernandes da Costa | Revisor: Yan Fonseca

Capítulo 05 – A Nova Casa

Rael logo chegou a sua nova casa, era considerada uma casa bem grande se fosse comparada com a vizinhança. Adam abriu a porta cantarolando, ele estava feliz por ter seu suposto filho depois de tantos anos, além disso ele tinha uma excelente aparência. Adam mal tinha cruzado a cidade com ele, topando com algumas poucas moças, elas quase fizeram escândalos por causa de Rael.

            Rael não se impressionou com esse fato, agora ele tinha poder, tinha dois braços e era forte, ele tinha um físico de adulto, mesmo com a pouca idade, seus longos cabelos davam a ele um toque mais jovial, o que certamente era um contraste devido as suas roupas e sua altura.

            Rael tinha uma beleza jovial misturado com um ar adulto e isso deixava qualquer mulher delirando. Ou pelo menos as mulheres mais normais. Ele estava muito bem vestido, camiseta de mangas longas azul, calça larga, botas nos pés e um sobretudo aberto que descia até o joelho, todas as peças escuras com exceção a camiseta, era um estilo que combinava com pessoas de classe media e em Rael combinava perfeitamente bem, não era por menos que as mulheres tinham crescido os olhos. Violeta tinha deixado bem claro que ele precisava se destacar em todos os sentidos, seria uma peça de ouro exposta aos olhos de outros. Se Rael queria conhecer grandes organizações, ele tinha que conseguir entrar em qualquer uma delas.

            Quando ele e Adam entraram já encontraram na sala a esposa e filha de Adam que Rael reconheceu de imediato pelas informações deixadas de Violeta. Adam e Rael já tinham a mesma altura e não eram nem pouco parecidos, a não ser o fato de ter o mesmo tom de pele branca.

            Perto de Adam, Rael era quase um príncipe, no físico e nas roupas. Enquanto Adam usava roupas mais naturais como uma calça e uma camisa de botões. O aspecto de Rael e as diferenças entre Adam deixou um ar meio estranho, mas não totalmente inaceitável.

            A postura de Rael era firme e rígida, como o de um grande especialista e esse detalhe já foi suficiente para ajudar na aceitação inicial, afinal nem sempre obrigatoriamente devemos ser parecidos com pai ou mãe. Rael poderia ser mais parecido com a mãe nessa questão, então não havia muito o que debater, uma vez que Adam realmente havia decidido de vez que aquele era de fato seu filho.

            Tanto a esposa quanto a filha de Adam estavam impressionadas e chegavam a suar enquanto olhavam Rael. Para elas, Rael era tão incrível a primeira vista que quase perderam a respiração, ficaram estupefatas com o físico de Rael, misturado a um ar jovial que ao mesmo tempo combinava com suas vestes, adicionando o fator que ele só tinha quinze anos…

― Esta é Barbara minha esposa e esta é Rita minha filha, este é meu filho Samuel sobre o qual falei antes. ― Adam fez as apresentações enquanto estendia a mão e ambas baixaram as cabeças e disseram prazer, Rael educadamente fez o mesmo.

            Barbara era uma mulher de trinta e poucos anos, uma loira de cabelos longos e presos em rabo de cavalo, até bonita para a idade, com um corpo na média, tinha peitos medianos que não perdiam no sentido geral, ela estava usando um vestido descolado que escondiam suas pernas, por isso Rael não pôde ver muito. Já Rita estava de saia até o joelho e blusa, deixava um pouco de suas lindas pernas à mostra, mesmo que não fossem totalmente desenvolvidas já tinham seu charme, os peitos ainda eram pequenos, porém o que mais chamava atenção era o belo formato oval de seu rosto, ela já usava dois pequenos e sutis brincos, seus cabelos eram longos, ondulados e passavam um pouco dos ombros, eram castanhos claros e sua pele era branca igual a do pai e da mãe.

            Rael não ficou muito interessado nesses detalhes, ele só estava fazendo isso pelo seu desejo de vingança. Aquelas três pessoas entrando na sua vida seria algo passageiro, embora ele também não pretendia tratar mal, pelo menos esse era o seu pensamento. Seu único familiar seria apenas Violeta, não importa nenhum pouco todo o resto.

            O Jantar foi servido e Adam começava a explicar as coisas a Rael sobre sua vida e seus costumes. Os quatro comeram juntos, Adam e Rael de um lado da mesa e Barbara e Rita do outro. As conversas seguiam tranquilas porque ninguém perguntava muito sobre Rael.

― Irmão mais velho você parece tão forte, que nível atual anda seu cultivo? ― Rita foi a primeira a perguntar algo mais pessoal e a mesa inteira parou para ouvir a resposta dele.

― Irmãzinha Rita, estou atualmente no quinto nível da Formação da Alma. ― disse Rael normalmente, procurou não parecer arrogante nem nada, respondeu ela humildemente.

            Rita acabou derrubando a colher de sopa com o susto e Barbara até mesmo tossiu porque se engasgou, pois como tal já sabia que Rael tinha apenas quinze anos, uma coisa que Violeta não achou necessário esconder foi sua idade. Ouvindo aquilo, Rita e Barbara ficaram ainda mais surpresas, com essa idade e no quinto nível da Formação da Alma, Rael já seria um grande gênio. Sem mencionar o fato que ele estava mentindo, na verdade ele estava no reino seguinte: Espiritual Da Alma Profunda nível dois. Como ele podia esconder sua aura isso não seria um problema, mesmo diante de especialista muito mais poderosos, no entanto, se alguém sonhasse que ele realmente estaria nesse nível, com certeza passaria até mal.

― Você tem mesmo apenas quinze anos? ― perguntou Barbara sem conter a curiosidade assim que se recuperou.

― Sim, é claro. ― consentiu Rael balançando a cabeça sem ficar chocado ou surpreso, ele estava muito calmo, pois entendia que as pessoas ficariam impressionadas. Violeta tinha dito para ele faria parecer um nível mais baixo, porém, ele já seria considerado um grande gênio, dessa forma ele ia conseguir status e avançar rapidamente para grandes escolas, seitas e até proteções imperiais.

― Isso é mesmo incrível! ― admitiu Rita ainda muito chocada.

― Esse é meu filho! Eu certamente vou colocá-lo em uma excelente escola pra continuar o progresso. ― elogiou Adam batendo nas costas de Rael com carinho. Rael permaneceu sério e em silêncio, ele não queria falar muito.

― Papai ele mal acabou de chegar, melhor ele começar conhecendo uma escola simples primeiro. ― sugeriu Rita disfarçando a animação, ela estava louca para mostrar aos outros o novo irmão que tinha.

            Ela estava com o coração aos saltos por dentro, nunca imaginou que teria um irmão mais velho, tão lindo e tão forte como Rael. Mesmo ela tentando disfarçar a animação era clara. Rita poderia enganar a todos menos a mãe que conhecia a filha muito bem e viu através dela. Rael era realmente impressionante a primeira vista.

― Verdade meu amor, será melhor para ele se Rita o instruir, ela pode apresentar a cidade e a escola. ― acrescentou Barbara. Mais cedo ela havia brigado com o marido sobre trazer Rael para morar com elas, mas depois de vê-lo e ainda ouvir isso, ela só podia sorrir e ficar agradecida pela chegada dele. Seu marido era conhecido por ser um bom comerciante, e sua filha já estava sendo considerada uma pequena gênio, por ter treze anos e já está no nível dez do Espiritual Nascente da Alma. Talvez com catorze anos ela já conseguiria avançar para o reino seguinte. Além disso, casamentos entre meio irmãos não era tão complicado assim como o de irmãos de mesmo pai e mãe. Barbara estava disposta a apoiar a filha caso isso fosse necessário, só quem não tinha percebido ainda a animação da filha era Adam.

― Melhor ainda! Irmãos devem se dar bem, e como eu fico sempre muito ocupado não tenho tempo pra isso. ― disse Adam apoiando também.

― Ok. ― respondeu Rael que não conseguiria chamá-lo de pai ainda, Violeta tinha dito para ele o fazer, porém era bem estranho. Adam não se incomodou com isso, nem mesmo esposa e filha. Era natural, Rael ainda não se sentia a vontade. E talvez nunca fosse se sentir…

            Depois do jantar foi apresentado um quarto onde Rael finalmente pôde começar a arrumar suas roupas nas gavetas de uma cômoda. Cama, cômoda, pinturas nas paredes, até mesmo a cama estavam novas. O quarto parecia ter sido montado recente e com cuidado.

― Irmão mais velho você precisa de ajuda? ― perguntou Rita chegando timidamente na porta do quarto de Rael. Rael a observou sem entender porque ela parecia ter o rosto tão vermelho.

― Desde que minha irmãzinha queira ajudar não vejo problema. ― disse Rael tentando parecer gentil. Com um sorriso mais descontraído e confiante Rita entrou e se pôs a ajudar Rael. Ele estava apenas tentando ganhar mais confiança dela.

― Eu estou muito feliz que o irmão mais velho veio morar conosco, tenho certeza que iremos nos dar muito bem. ― Rita falava com carinho enquanto ajudava Rael a ajeitar a gaveta.

            Naquele momento Rael teve uma lembrança de Natalia sua verdadeira irmã, ficou pensando em como ela estaria agora. Esse pensamento fez a imaginação dele trabalhar em um corpo parecido com o de Rita só que um pouco mais desenvolvido. Ele naturalmente quase podia ver a forma nítida de Natalia em sua imaginação, de como ela seria hoje em dia, mesmo cinco anos depois, isso deixou ele meio perdido, porque ele não sabia de onde essas ideias fluíam na mente dele.

― Então como o irmão mais velho ficou tão forte assim? Quem foi seu mestre? Seu treinamento deve ter sido bem difícil. ― perguntou Rita curiosa. Rael não pensou muito antes de responder.

― Foi uma mestra, ela era bem gentil. ― disse ele sem querer contar muito. Rita ficou o observando depois que ele se calou e notou que ele não queria falar a respeito disso.

― Ainda está triste pela morte da sua mãe? Papai me contou que foi uma doença terrível. ― disse ela em um tom menos animado.

― Não se preocupe com isso, eu apenas não gosto de falar do meu passado. ― disse Rael em seguida.

― Oh! Então me desculpe, tentarei não ser mais impertinente. ― disse ela sem jeito.

― Você não está sendo. ― respondeu Rael em seguida tentando forçar um sorriso.

― Então posso te incomodar um pouco mais? ― perguntou ela se sentando na cama de Rael. Rael ficou em pé olhando a pequena jovem com uma expressão animada. Ele não se incomodou com a maneira dela nenhum pouco de se sentar na cama dele sem permissão ou algo assim.

― Claro, vá em frente.

― Não se preocupe, não falarei mais sobre o seu passado, é sobre outra questão. ― explicou ela rapidamente e balançou a pernas pra fora da cama como se quisesse mandar embora traços de vergonha.

Como Rael ficou apenas olhando por um tempo ela prosseguiu.

― O irmão mais velho poderia me guiar no meu treinamento? Se isso não incomodar você? ― perguntou ela cuidadosamente e nesse momento suas pernas pararam, ela ficou olhando com expectativa para Rael.

― Claro, eu não vejo problema, a irmãzinha pode me mostrar a sua maneira de cultivação?

            Minutos depois Rita estava no meio do quarto de pernas cruzadas com as mãos juntas em concha próximas ao peito. Uma pequena aura roxa fluía pelo corpo dela, imediatamente Rael reconheceu, era a aura da amplificação.

― Irmãzinha segue o caminho do apoio ― concluiu Rael em uma rápida análise e Rita concordou com a cabeça, ela estava de olhos fechados, concentrada deixando seu poder fluir enquanto estava sentada no chão.

― Meu professor disse que eu deveria cultivar o poder do Lendário Tigre Dourado, era o que mais combinava com a formação das minhas raízes espirituais e veias. ― explicou ela.

            Rael estendeu a mão esquerda nas costas dela e lançou um pouco de seu poder escuridão, fechou os olhos e viu através da energia toda a extensão das raízes espirituais do corpo de Rita.

            Rita ficou surpresa quando sentiu a mão de Rael tocando suas costas, porém ela não percebeu a energia nem as ações de Rael, por isso começou a ficar nervosa e vermelha, achando que Rael estava a tocando por alguma outra razão, isso quase fez ela perder o controle e parar completamente a concentração. Até mesmo sua respiração tinha aumentado um pouco, obviamente ela achava Rael extremamente lindo, mas jamais ela ousaria fazer qualquer coisa além de um contato como irmãos, já Rael, parecia está tomando a iniciativa, será que era porque ele também tinha gostado dela? Se fosse o caso, o que ela deveria fazer? Isso fez o coração dela bater muito mais forte enquanto tentava controlar essa série de pensamentos.

― O Tigre Dourado não é ruim pra irmãzinha, o estado corporal e formação de suas veias espirituais é muito bom, porém você deveria pensar um pouco mais longe ― disse Rael impressionando Rita.

            Rita parou imediatamente de cultivar e se virou olhando Rael com surpresa que agora estava do seu lado. Naturalmente ela não estava entendo muito daquela conversa, porque ela esperava que ele fosse dizer alguma outra coisa.

― O que irmão mais velho disse? ― perguntou ela confusa. Ela não entendia que Rael tinha inspecionado suas veias espirituais com apenas um rápido toque, esse tipo de coisa levava vários minutos e era feito com anciões extremamente talentosos e ainda tinha que ter vários cuidados antes de fazer para não haver erros, até mesmo uma pílula deveria ser tomada antes se o ancião não tivesse muita experiência.

― Exatamente o que a irmãzinha ouviu, eu analisei seu corpo e acho que o melhor método de cultivar seria usando o poder do Lobo Cinza das Montanhas Geladas ― explicou Rael continuando naturalmente calmo.

― Analisou minhas veias? Eu não entendo. ― disse ela surpresa.

            É claro que ela não iria acreditar de primeira, ela só não diria que era mentira ou riria como se fosse uma piada porque Rael era seu recente irmão, então ela não sabia ainda como se expressar sobre isso e acabou ficando com uma expressão sem graça, quase amarga.

― Sim analisei, usei um método passado pela minha mestra. ― Explicou Rael sem dar detalhes. Rita decidiu dar uma chance, embora não tenha acreditado ainda.

― Mas dizem que o cultivo do Lobo das Cinzas é lento, é até um dos mais baratos quando alguém tenta adquirir. ― indagou Rita representando uma certa dúvida, na verdade ela estava sendo mais uma vez educada, porque Rael era seu recente irmão, mas por dentro já começava a achar ele estranho por sugerir algo tão incomum e por dizer que tinha visto suas veias espirituais. Isso definitivamente não estava certo.

― Sim é verdade, geralmente a cultivação é lenta usando ela, porém isso é variante das veias de cada pessoa. Por exemplo, a maioria das pessoas tem veias separadas longe das demais, já a irmãzinha, suas veias são juntas quase alinhadas uma das outras. Nesse caso o que mais combina é o Lobo mesmo, porque ele é um espírito que caça em bandos, geralmente um próximo ao outro, eles se auxiliam e por isso ficam mais fortes. Devo lembrar também que o seu ponto principal é a Amplificação e os lobos unidos ampliam o poder um do outro. ― explicou Rael.

            Tudo eram ensinamentos que ele continha, mas não tinha certeza se haviam sido passados por Violeta, de alguma forma ele sempre sabia de coisas que nunca se quer viu na vida. Quando Rita ouviu essa explicação já começou a ficar mais acuada sobre o que tinha acabado de pensar a respeito de Rael e ficou aliviada por não ter dito nada de estranho. Porque de certo modo fazia um pouco de sentido e suas palavras eram sérias e firmes, dificilmente um mentiroso agiria daquela maneira. Mesmo ainda não tendo certeza absoluta, ela já estava balançada e a duvida tinha sido plantada.

― Tudo bem, pela manhã comprarei um pergaminho com os ensinamentos do cultivo Lobo Cinzas das Montanhas Geladas ― disse ela por fim desistindo de discutir com ele. Tudo que ela podia fazer por enquanto era adiar isso até ter certeza.

― Não é necessário, eu posso passar o ensinamento a você agora mesmo, apenas feche os olhos ― Disse Rael ficando em pé a frente de Rita.

― Irmão mais velho segue a luz? ― perguntou Rita curiosa, isso porque só as pessoas que seguiam a luz seriam capazes de passar imagens na mente de outra pessoa. Mas mesmo que ele fosse capaz de fazer isso, ele não poderia passar a essência que era o mais importante para iniciar o cultivo, a essência vem junto com o pergaminho que passa a imagem e as palavras de ativação, pelo menos era o que Rita pensava.

― Apenas feche os olhos e confie em mim ― Rael insistiu. Rita não deu importância e obedeceu.

            Quando a palma de Rael cobriu a testa de Rita as imagens foram passadas, assim como a essência. Rita viu tudo que precisava ver perfeitamente e sem erro, conheceu as palavras e sentiu-se recebendo a essência. Ela começou a ter uma serie de pensamentos duvidosos sobre Rael, porque uma pessoa que segue a luz não poderia ser capaz de ter a vida com combinação, além disso, só adultos poderiam ser capazes de passar essências e o meio era tão cansativo que levava vários minutos, por isso os pergaminhos não costumavam ser tão baratos. Rael fez aquilo em segundos o que deixou ela bastante impressionada. Impressionada era na verdade uma palavra bem simples, comparado com o que ela realmente estava sentindo naquele momento.

― Como fez isso? Como isso é possível? ― perguntou ela de olhos arregalados logo em seguida. Rael percebeu que tinha passado um pouco dos limites e suspirou para si mesmo.

― Irmãzinha pode apenas guarda esse segredo entre nós? Aproveitando, porque já não testa o cultivo? ― perguntou Rael mantendo a calma, se sentindo aliviado que Violeta não estava vendo isso.

            Além disso ele não aparentava está nem um pouco cansado o que surpreendeu Rita mais ainda, talvez alguns ensinamentos que ela recebeu antes estivessem errados, mas ela não ficou pensando muito sobre isso e obedeceu. Abaixou a cabeça, fechou os olhos, juntou as mãos em forma de concha, assimilou seus pensamentos com o Lobo Cinza enquanto pronunciava mentalmente e repetidamente as palavras. Logo seu corpo inteiro explodiu em energia, duas vezes mais forte e mais rápido que antes, ela se sentiu completa e cercada de poder, a sensação que teve é que agora todas as veias de seu corpo estavam sendo usadas para o cultivo. Coisa que com o cultivo do Lendário Tigre Dourado não ocorria. Rael ficou apenas do lado olhando Rita cessar a cultivação.

― Por favor, perdoe minhas palavras de antes eu estava completamente errada a seu respeito, tudo que o irmão mais velho disse até aqui foi realmente verdadeiro. ― explicou ela ainda impressionada. ― Eu me senti completamente diferente usando o cultivo do lobo, a essência, a imagem, as palavras, tudo que o irmão mais velho me passou foram tão perfeitos que eu até conseguir ativar de primeira. Eu estou muito impressionada de ter um irmão tão incrível assim, eu jamais imaginaria que o irmão mais velho seria tão impressionante assim, nem em dezenas de anos! ― disse ela chocada.

― Não se preocupe com isso, apenas mantenha esse segredo, tudo bem? ― perguntou Rael. Rita fez um sim com um sorriso tímido e o cumprimentou baixando a cabeça.

― Se o irmão mais velho tem tanto conhecimento assim e pode até mesmo fazer coisas incríveis, por que quer guarda esse segredo? O irmão mais velho certamente seria considerado um imenso gênio se os outros soubessem. ― disse ela voltando a olhá-lo, agora com muito mais admiração.

― Eu não quero esses títulos exagerados, quero apenas conhecer o mundo aos poucos. ― explicou Rael sendo modesto.

            Rita sorriu sem saber o que dizer, depois disse um boa noite, Rael fez um sim e respondeu outro de volta, com o rosto mais uma vez vermelho ela se virou graciosamente e saiu fechando a porta do quarto. Rael apenas virou-se para sua cama e se deitou, sacudiu a mão esquerda liberando uma onda de vento que correu apagando o fogo de todos os lampiões que estavam nas paredes. Depois fechou os olhos e pensou em Violeta, enquanto sentia saudades.

Capítulo Anterior
Índice
Próximo Capítulo
Contribua com o novo site da Saikai Scan
By | 2017-08-09T20:10:33+00:00 09/08/2017 as 8:07|Herdeiro do Mundo|17 Comments

About the Author:

Scryzz
Gamer, Otaku e Trophy Hunter. Fã absoluto de One Piece, Dragon Age, CSR, TDG, PS3, PS4, PSV, Cinema, Música e, é claro, Linkin Park!
  • Luis Eduardo Magalhães

    Ótima novel, parece ser muito promissora, estou ansioso para ver o decorrer da historia!!!

  • Janailson Barbosa Granja

    Obrigado pelo capítulo

  • Tyrone Costa

    Pensou em Violeta, enquanto senti saudades. Sei como ele pensou kkkkkkkkkkkkk

    • Ranger

      Depois de viver 5 anos com ela acredito que isso seja o natural. Ela deve pensar nela como uma mãe ou até mesmo uma namorada talvez, eu não vejo nada de errado dentro da relação deles. É algo muito bonito de qualquer ponto que se olhe

      • Tyrone Costa

        Deixa quieto, é melhor manter a tua inocência msm kkkkk

        • Fênix Divina

          Nós que somos poluídos
          Tenho que parar de ler ATG

  • Higorcrazy silva

    E que se forme o harem

  • Henrique Neiva

    Vlw pelo cap.

  • Daniel Huggo

    Esse capítulo teve um momento interessante. Meu like

  • rafael1295

    Rael mostrando que é o gênio

  • Shirosaki

    Já estou vendo, nosso MC tem como herança o conhecimento do Mundo!
    Estou ansioso com o desenvolvimento dele, e como ele vai agindo ‘-‘
    Vlw’s por mais um cap. zD

  • Raiden ►тнε gคмεя◄

    kkk rael ta ficando xonadão na violeta/ ou ve ela como mãe, oq ela falou pra não fazer kksskkk

  • Andre dragneel

    Obrigado pelo capítulo

  • KaoriMiyazono

    Aí que emoção por conseguir decorar os nomes 😢

    • Lordletal

      Melhor comentário kkkk (senti como essas palavras fossem minhas) modo de dizer.
      Não tema, sua dificuldade em ler outras novelas é a minha tbm. Por isso eu só acompanho as que eu acho muito boa mesmo. Não tenho paciencia com nomes chineses e foi por isso que decidir criar essa novela com nomes tradicionais e faceis de lembrar ^^

      • Tyrone Costa

        Isso de decorar os nomes é vdd, mas para mim tanto faz em chinês ou português msm já me acostumei kkkkkkk

  • Fullero.com

    muito bom.