O Herdeiro do Mundo 08

/O Herdeiro do Mundo 08

Autor: Edson Fernandes da Costa | Revisor: Yan Fonseca

Capítulo 08 – Mara do clã Torres

O dia seguinte logo chegou. Rael acordou com um estranho sentimento de que esquecera algo, aliás, ele sempre acordava assim.

Durante o café Rita tentou fazer Rael desistir de ir conhecer a escola, com uma conversa de que ele poderia estar cansado. Obviamente a razão verdadeira era o fato dele ter se envolvido em conflito com Tomas, do clã Asura. Rita temia que eles fossem retaliar na cidade ou na escola. Como Adam era comerciante ele pagava grandes impostos para o rei e por isso tinha uma defesa especial. Quase ninguém ousaria mexer com um comerciante, ainda mais em sua casa, porém longe de casa e com alguém de fora, isso seria diferente. Rita não mencionou isso para não preocupar seus pais, e nem deixar o lado de Rael difícil. Então logo eles partiram.

Enquanto andavam pela cidade de mãos dadas a caminho da escola, Rita deu algumas explicações a Rael. Todas as cidades de porte médio acima, tinham escolas gratuitas fornecidas pelo Império, essas escolas ajudavam a treinar cultivadores comuns. Caso a pessoa se destacasse tendo um talento maior, poderia conseguir um mestre ou uma escola melhor fornecidos pelo mesmo Império. A maioria das escolas do Império, eram simples e serviam apenas como ponto de observação. Por isso ensinavam só o básico do básico.

Rita explicou que quando ela completasse quinze anos, seria enviada para uma escola melhor, essa era a idade mínima aceitável. Filhos de comerciantes sempre tinham essa vantagem mesmo não sendo talentosos. Embora não fosse a mesma coisa de crescer em um clã voltado exclusivamente a treinar cultivadores.

Por isso você não precisa se preocupa, o pai vai conseguir uma vaga pra você, mas não acho que ele precisasse fazer isso. Com o seu atual talento você iria longe mesmo sem ajuda. ― disse Rita se lembrando do quão impressionante era Rael.

Rael por outro lado, ficou em silêncio lembrando-se de sua vida antes de conhecer Seimon e Violeta. Seimon nunca mais apareceu desde a última vez. Se não fosse por Seimon, ele estaria morto, e por Violeta, ele seria um aleijado pelo resto da vida. Rael era extremamente agradecido por aqueles dois terem aparecido em sua vida.

― Samuel estamos chegando, como disse antes, o clã Asura pode querer retaliar, nós deveríamos fazer outra coisa hoje.

Você se preocupa de mais, eu vou ficar bem, e você também. ― disse Samuel dando um leve sorriso para Rita, que ficou embaralhada e em seguida virou o rosto rapidamente. Já estavam de mãos dadas e ainda Rael sorrindo daquele jeito. O coração de Rita realmente não era tão forte assim.

Quando estavam perto de chegar na escola, Rita soltou a mão dele por vergonha, Rael não se incomodou, para ele tanto faz, era só uma mania de querer fazer ela se sentir melhor, assim como Violeta fazia com ele.

Logo na frente dos grandes portões gradeados da escola, estava a formação de alunos esperando a abertura. Tinham alunos de doze até dezoito anos, e eram centenas. Entre eles, estava Tomas e um cara que aparentava ser um pouco mais velho, um adulto. Hoje Tomas não havia trazido os escravos.

Essa não, é o Sérgio. ― reclamou Rita que já o conhecia.

Sérgio tinha cerca de trinta anos e já estava nos passos iniciais do reino Domínio da Força. Ele era capaz o suficiente até para se tornar um instrutor em uma dessas escolas básicas do império.

― Samuel é melhor nós voltarmos, ou pegarmos outro caminho, eles provavelmente nem vão notar. ― disse Rita. Mas nesse exato momento Tomas apontou a mão chamando a atenção de Sérgio que estava ao lado, e seus olhares caíram em Rael e Rita.

Pode deixar, não precisa se preocupar eu posso dar conta. ― disse Rael expressando tranquilidade e focou seu olhar naqueles dois.

O que você está falando? Ele é dois reinos mais forte que você e tem experiência de muitas batalhas. ― indagou Rita.

Rita estava extremamente preocupada, tinha até baixado a velocidade dos passos, porém Rael não. Ele sabia que Sérgio era forte, mas não se incomodou. Mesmo que tivesse um reino a menos que ele isso não seria um grande problema, porque Rael tinha muitas outras vantagens.

Então você é o lixo que se meteu com meu irmão? ― perguntou Sérgio de braços cruzados, assim que Rael e Rita se aproximaram por alguns metros. Os alunos imediatamente se afastaram porque previam que aquilo não ia ser bom. Tomas estava carregando um sorriso desdenhoso, ele estava imaginando a grande surra que Rael tomaria agora. Os dois usavam vestimentas azuis cumpridas, onde tinham o nome (Asura) nas costas, ao lado de um símbolo que parecia uma meia lua.

Oh, então pelo visto ainda temos assuntos inacabados? ― perguntou Rael, ignorando Sérgio e dirigiu seu olhar a Tomas. ― Eu tinha deixado bem claro que se você se mete-se comigo de novo não ia ficar barato. ― Rael disse parecendo casual. Não só Sérgio ficou surpreso, todos os outros e até mesmo Rita atrás de Rael, isso porque ele tinha ignorado completamente a presença de Sérgio. Tomas tirou, na mesma hora, aquele sorriso desdenhoso quando se lembrou do sentimento que Rael passou a ele da última vez. Em choque, Tomas deu um passo se escondendo atrás de Sérgio. Aquela situação era completamente estranha, e por vários segundos ninguém ousava acreditar. Alguém estava mesmo colocando medo em um membro da família Asura?

Eu estava pensando em quebrar apenas um braço seu e deixar isso de lado, já que foi apenas um pequeno incidente. Agora com a sua arrogância, acho que vou tirar suas duas pernas também! ― Sérgio soltou os braços e deu um passo a frente na direção de Rael.

Espere! ― Rita pulou na frente de Rael fazendo Sérgio parar. ― Este é meu irmão Samuel, nós somos filhos do comerciante Adam. Se você nos machucar eu vou te denúncia pros guardiões! ― ameaçou Rita.

Guardiões eram os homens do rei que rondavam e protegiam as cidades, eles eram vistos raramente, porque na maior parte do tempo as cidades não tinham problemas. Eles ficavam mais nas entradas vigiando a presença de bestas.

Então você vai deixar sua irmã mais nova te proteger? Pelo que meu irmão contou, eu achava que você tinha coragem ! Hahahaha! ― zombou Sérgio soltando uma gargalhada.

Você tem o dobro da idade dele e é dois reinos… ― antes que Rita prosseguisse defendendo Rael, ele a empurrou de lado cuidadosamente e tomou a frente.

Deixe isso comigo, eu disse que daria conta. ― com um passo a frente Rael ficou a sete metros de Sérgio. Rita até tentou mais uma vez persuadi-lo a desistir, mas Rael não ouvia. Ele apenas repetia, “confie em mim”.

Então você tem coragem mesmo. ― Sérgio continuou zombando.

Irmão quebre as pernas e os braços desse maldito, faça-o ficar um ano sem poder se mexer. ― disse Tomas atrás de Sérgio. Ele com certeza fez um grande esforço para parecer mais valente, mas na verdade qualquer um podia ver ele que estava suando frio. Ele mal ousava olhar no rosto de Rael.

Não se preocupe, quando terminar com ele, ninguém mais irá se quer reconhecê-lo. ― disse Sérgio carregando um sorriso frio.

Mesmo eu não tendo qualquer problema pessoal com você, você ainda vem se meter comigo? Acho que os membros da família Asura tem problemas na cabeça. ― Disse Rael tirando onda. Ele não parava de surpreender os alunos que a cada momento, acreditavam mesmo que ele era um suicida.

Continue provocando seu inseto, você está apenas buscando a morte! ― rugiu Sérgio irritado. Rael havia o chamado de você, como se ele não fosse nada. Aquilo deixou Sérgio ainda mais nervoso.

Então quero ver você tentar. ― disse Rael com um olhar sério de volta.

Todos ficaram chocados. Rael não só ousava provocar Sérgio de frente, como também tinha coragem de desafiá-lo. Alguns podiam prever o que estava prestes a acontecer, seria um massacre de um lado só. Algumas alunas até suspiraram de tristeza, Rael tinha uma ótima aparência e um físico excepcional. Porém agora ele estava se metendo com uma pessoa muito mais forte, e ainda por cima não parava de provocar. Qualquer um podia imaginar que ele levaria uma surra feia.

Nunca vi ninguém tão arrogante em toda minha vida. ― disse Sérgio sorrindo e deu mais um passo a frente, enquanto se preparava levantando os punhos. Rita estava tremula e tentou tomar a frente de Rael, mas foi impedida pelo braço dele.

Rita, eu não vou conseguir fazer isso se você ficar tentando atrapalhar toda hora. ― reclamou Rael gentilmente, olhando de lado por um breve segundo para ela, depois voltou a encarar Sérgio. Rita não pôde fazer nada a não ser ficar em silêncio carregando toda aquela preocupação.

Sérgio já estava concentrando sua força, ele tinha olhado o atual nível de Rael e acreditava que usar vinte por cento seria o suficiente para o quebrar em vários pedaços. Sua energia explodiu, causando calafrio em quase todos presentes, porque ali ele era o mais forte e sua energia era dominante. E então ele rugiu se lançando a frente com agilidade, enquanto sua mão direita seguia levantada no ar. Rael desviou jogando o corpo para o lado esquerdo, fazendo o punho de Sérgio passar direto. Em seguida, Rael girou a perna esquerda levantando no ar e como um raio acertou as costelas de Sérgio, fazendo ele ser jogado alguns metros para o lado da rua.

PAH!

Todos puderam ouvir o forte som do impacto, e acharam que Rael estaria morto. Quando perceberam o que na verdade tinha acontecido, seus queixos quase caíram no chão. Rael estava inteiro em cima da calçada, enquanto Sérgio estava se levantando com uma das mãos, na região das costelas do lado direito, a alguns metros na rua.

O que diabos tinha acontecido? Como aquilo poderia ser possível? Rita parecia estar sonhando, ela achava Rael forte, mas aquele resultado era impossível. Para todos ali, Rael estava dois reinos abaixo, e ele conseguiu contra-atacar um adversário muito mais forte sem sofrer danos! Tomas do lado fazia caretas, ele pareceu se lembrar de um estranho pesadelo que tivera no dia anterior.

Nada mal, parece que eu subestimei você. ― disse Sérgio, voltando a ficar de pé e se esforçando para não gemer, a dor era forte mesmo não tendo quebrado ossos. Ele não entendeu, como um chute de um cultivador, do reino Espiritual Formação da Alma nível cinco, poderia fazer aquilo.

Não era apenas a questão de reinos inteiros de diferença. Quando um especialista alcança o domínio da força, o quarto reino, mesmo nos níveis iniciais sua força já sofria um grande avanço. Todos os três primeiros reinos são focados no controle da energia interior, enquanto o domínio da força se foca em aumentar suas potências físicas no que se refere a força. Por isso era praticamente impossível pra alguém de baixo ganhar contra alguém de cima. A única resposta que Sérgio presumiu, era que ele tinha calculado mal a força usada. Mas ele não pôde fazer nada sobre o movimento vergonhoso de antes, todos viram o que ocorreu, ele estava passando vergonha.

Você teve sorte que eu não usei muita força antes, mas meu próximo movimento não será tão simples como o primeiro. ― Sérgio apertou os pulsos e sua aura em volta aumentou, ele estava agora usando sessenta por cento. Os alunos próximos imediatamente se afastaram mais ainda, eles podiam sentir a forte intenção assassina que fluía de Sérgio.

Rita, saia. ― disse Rael que sabia que ela estava do seu lado. Rita pareceu acordar de um transe e se afastou relutante sem poder fazer nada. Rael sentiu a força que Sérgio apresentava agora, mesmo assim ficou calmo, ele não estava com medo, e nem preocupado.

Mesmo que fosse um reino de diferença, Rael tinha muitos meios de vencer. Algumas pessoas perceberam, inclusive Rita, que Rael estava sorrindo. Rael era louco? Ele estava mesmo sorrindo diante do perigo?

Para Rael aquilo era como um treinamento, a melhor forma dele por em prática tudo que Violeta o ensinou. Agora ele poderia ter uma ideia fixa, da diferença de seu poder contra os inimigos.

Se prepare para morrer! ― rugiu Sérgio prestes a atacar.

Chega! ― uma voz feminina arrogante gritou parando todas as ações. Todos se viraram para o lado, e imediatamente rostos começaram a ficar pálidos. Até mesmo Sérgio, que estava prestes a fazer seu movimento, parou de boca aberta e olhos arregalados.

A dona da voz era uma jovem mestra de vestido vermelho, o símbolo do clã Torres podia ser visto na altura da coxa do vestido, um pouco abaixo da cinta de prata, que estava na altura do quadril. Todos ficaram pálidos, ninguém no continente Sul ousaria ofender o clã Torres.

Grande sênior! Eu, Sérgio do clã Asura, a cumprimento! ― Sérgio foi o primeiro a se recompor, tão rápido como o brilho de uma luz, ele retirou toda a raiva do rosto e deu o melhor sorriso que pôde.

Rael ainda não tinha se virado, mas ficou surpreso com a cara de espanto de todos ao redor e do comportamento de Sérgio. Depois ele se virou descobrindo a dona da voz ao lado de Rita.

Ela era uma jovem de uns dezoito anos, seu rosto no formato de coração era bonito, seus olhos azuis brilhavam como o mar enquanto mantinha um de ar grandeza, isso misturado a sua beleza dava um grande destaque. Não havia do que reclamar em termos de rosto e corpo, ela tinha belas curvas que seriam levemente comparadas as de Violeta, e isso chamou um pouco a atenção de Rael.

Desde que ele havia chegado nessa cidade não tinha encontrado nenhuma mulher que chegasse se quer aos pés de Violeta, mas ali estava uma. Rael até estava mantendo sua seriedade com um toque de admiração, mas quando seus olhos reconheceram o símbolo de duas torres, eles imediatamente se fecharam um pouco enquanto suas sobrancelhas enrugaram.

Era impossível para ele controlar facilmente a raiva que cresceu em seu peito. A mulher em sua frente se chamava Mara, na época que ele ainda morava no clã, ela vivia humilhando ele, o chamando de aleijado e fracassado. Quando ela o via com Natalia, ela sempre a tirava de perto dele, só que na época ela tinha apenas treze anos, então não era tão desenvolvida como agora, por isso Rael demorou um pouco a reconhecer, mas no momento que a reconheceu, toda a beleza dela caiu como uma mascara se quebrando no chão. Mara fazia parte de um dos ramos principais, ela era prima de sangue de Rael.

Clã Asura? Eu achei que estivesse vendo um monte de lixo em minha frente. ― disse Mara arrogantemente. A voz dela soou tão fria que todos ficaram gelados. Sérgio só pôde baixar a cabeça e se tremer sem poder fazer nada.

Grande sênior, este humilde homem pede perdão se de alguma forma eu a ofendi. ― disse Sérgio baixando a cabeça.

Hunf! ― resmungou Mara. Ela passou andando em passos lentos e parou ao lado de Rael.

Rael estava se tremendo, tentando conter toda a intenção de matar em si, por sorte, a atenção de Mara estava mais voltada a Sérgio.

Eu tenho interesses especiais nesse jovem, por acaso estava tentando machucá-lo? ― perguntou Mara, olhando para Sérgio.

Sérgio e Tomas ficaram mais brancos do que fantasmas. Os alunos em volta ficaram chocados e até Rita ficou impressionada. Rael tinha mesmo tal apoio por trás? Não era por menos que era tão arrogante.

Eu sinto muito. ― na mesma hora Sérgio baixou a cabeça quase se ajoelhando. ― Este homem cego, não percebeu seu interesse e acabou a ofendendo, por favor, me perdoe! ― Sérgio falava firme e estava contendo a tremedeira que tinha dado nele. Suas pernas quase não estavam segurando seu corpo.

O clã Torres no passado destruiu cinco clãs rapidamente só por causa de comentários e piadas, não seria um trabalho eles destruírem o clã Asura. Dizem que dos cinco clãs destruídos, ninguém sobreviveu pra contar a historia do massacre. O rei não ousava contrariar nenhuma das cinco maiores potências, por isso teve que fazer vista grossa na época.

Perdão? Então suma da minha frente, seu cheiro já está me incomodando. ― disse Mara fazendo um sinal com a mão.

Tão rápido quanto ela acenou, Sérgio virou-se e partiu correndo sem olhar para trás. Tomas ficou de canto tentando se misturar com os outros para não ser notado e por sorte dele, o interesse de Mara recaiu sobre Rael. Em volta todos estavam encarando aquela cena e ninguém ousava abri a boca pra falar. Na vista dos outros, Rael era um homem sortudo e abençoado, ter a proteção e o interesse de tal beldade…

Você está bem? Está machucado? ― perguntou Mara gentilmente olhando Rael. Quando ela se dirigia a Rael, seu tom de voz era mais calmo e natural.

Rael estava olhando para o chão e continuava fazendo um grande esforço pra continuar mantendo suas intenções assassinas. O passado tinha vindo a tona e essa mulher atualmente, além de fazer parte do seu antigo clã, tinha sido também umas das pessoas que mais o humilharam. Como ele não poderia está nervoso?

Eu-eu… Estou bem. ― disse Rael controlando sua voz e repetindo mentalmente para se acalmar, ele ainda continuava olhando para o chão, se olhasse nos olhos dela provavelmente não suportaria.

Não vai me dizer nenhum obrigado? A propósito meu nome é Mara, você pode me chamar diretamente pelo meu nome. Qual seria o seu nome? ― perguntou ela.

Ninguém acreditava que ela tinha dado permissão para ele a tratar pelo nome normalmente, aquilo era chocante. Mara era como uma princesa para qualquer um ali. Se aquelas palavras fossem ditas a outros, eles se ajoelhariam e a adorariam com todas as forças que tivessem. Na verdade eles já adoravam sem precisar disso.

Samuel. ― disse Rael, mantendo-se na defensiva de cabeça baixa.

Se importa se eu te chamar pelo nome também? E por que você está escondendo o rosto de mim? ― perguntou ela em seguida.

Mara achava que ele estava com vergonha dela, por ela ser tão bonita que se quer conseguia encará-la e isso a deixou feliz. Aliás, qual homem nesse continente sul não cairia de joelhos por uma beldade como ela? Ainda mais com o clã Torres por trás.

Quando todos ainda estavam presos sobre aquela cena, o portão finalmente foi aberto por um senhor. Isso ajudou Rael a evitar respostas. De cabeça baixa ele passou por Mara, pegou a mão de Rita e praticamente a puxou quase a derrubando. Depois ele passou por Mara, sem ainda olhar pra ela enquanto carregava a chocada Rita em sua mão.

Samuel o que houve? ― perguntou Rita olhando para Mara que ficou lá parada com um olhar travado sobre eles.

Só preciso sair de perto dela o mais rápido possível. ― disse Rael contendo a voz. A mão dele apertava firmemente a mão de Rita tornando impossível dela se soltar, não que ela estivesse tentando, mas ela percebeu que Rael tinha ficado muito nervoso.

Os alunos foram entrando tomando o maior espaço possível de Mara, ninguém nem se quer ousava passar perto dela. Mara ficou ali parada encarando os dois seguirem caminho e mais uma vez sentiu seu sangue esquentar. Esta era a segunda vez que seu alvo saia de mãos dadas com uma garotinha, uma misera pirralha perto dela. Mesmo assim ela ainda estava satisfeita, a reação de Rael mostrou claramente que ele estava com vergonha. Qualquer um podia perceber isso. Mara melhor que ninguém conhecia seu própria beleza.

Nunca encontrei um homem que fosse tão forte, e que fosse tão corajoso, meu pai dessa vez ficará satisfeito ― disse Mara baixinho e sorriu para si mesma. Depois ela deu alguns passos a frente entrando na escola, enquanto o velho a cumprimentou rapidamente e em seguida fechou os portões atrás dela.


Sérgio tinha parado de correr vários quilômetros depois. Ele parou pra respirar e apertou os punhos de tanta raiva que estava. Ele tinha sido humilhado e pisado por Mara, mas esse não era o ponto principal, ele estava mentalmente culpando Rael pelo ocorrido.

Você vai pagar caro por isso ― pensou ele.

Ele não ousaria mexer com Rael na frente de Mara, mas quando ela não estivesse por perto, então ele definitivamente faria seu movimento. Pensando no que faria a Rael ele não conteve um sorriso frio que se formou em seus lábios.

Contribua com o novo site da Saikai Scan
By | 2017-08-16T12:23:59+00:00 15/08/2017 as 5:03|Herdeiro do Mundo|34 Comments

About the Author:

Yamasuke

Mais um procrastinador de plantão !

  • Tyrone Costa

    “― Então você vai deixar sua irmã mais nova te proteger? Pelo que meu irmão contou, eu achava que você tinha coragem ! Hahahaha! ― zombou Sérgio soltando uma gargalhada.”
    Ora! Se o teu irmão chamou tu o mais velho pq ele não teve a competência de enfrentar Rael e tu fala sobre a irmã mais nova dele se entrometer?! Ora bolas kkkkk

    • z_TREVOL_z

      Q controverso não? kkkkkkkkkkkkk

    • Dannyel Batista

      Pensei a mesma coisa kkkkk

  • Davi Rhodis

    ― Nunca encontrei um homem que fosse tão forte, e muito menos que fosse tão lindo, meu pai dessa vez ficará satisfeito ― disse Mara baixinho e sorriu para si mesma. EUQ MALUKO

    https://uploads.disquscdn.com/images/765b5ac7ec502316ed5241f75b6b67d55f1af1b6c9891f5c2318f3a786899868.jpg

    • Lordletal

      kkkk

    • Andre dragneel

      KKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Janailson Barbosa Granja

    Obrigado pelo capítulo

  • Dannyel Batista

    Obrigado pelo capítulo!

    Pena que só serão 3 capítulos por semana :/

  • Rafael Borges Borri

    Essa novel está muito boa. Só tem 8 capítulos ainda, mas é melhor que muito outros primeiros capítulos de muitos livros e novels que já li. Seu timing cômico é ótimo. Parabéns e obrigado pelo capítulo.

    • Lordletal

      Obrigado pelo elogio ^^

  • Gabriel Nascimento

    Vixi mal sabe ela q em vez de tentar controlar a vergonha dele ele tava era tentado segura o seu desejo assassino kkkk

  • All

    to gostando da serie kkk bom capitulo

  • rafael1295

    Na verdade ela te salvou Sérgio kkkk

    • Daniel Huggo

      Isso é verdade.

    • Igor Ribeiro

      kkk realmente

  • Dioben

    Vlw pelo capítulo. Só tem que acertar alguns diálogos entre Rael e Rita, pois ela o chama de Rael e tenho quase certeza que ele não contou seu verdadeiro nome pra ela.

    • Lordletal

      realmente eu só percebi agora que vc disse

      • Tyrone Costa

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk eu nem me toquei hahaha

        • Lordletal

          O erro ja foi corrigido xD

  • Ericki MIguel Miguel

    @saikaiscan-99bcfcd754a98ce89cb86f73acc04645:disqus kkk Viu vc mudou a “tematica” em si e a glr voltou. Não que Mundo dos Titans tbm não seja ótimo mais rapaiz…. Tu manja muito lek.

    • Lordletal

      vlw… espero que goste dessa obra tbm ^^

  • Brentyu

    Cada vez melhor, ansioso para os próximos cap!

  • Andre dragneel

    Essa ai si acha kkkkkk
    Obrigado pelo capitulo
    MAS ESSA PARTE (Nunca encontrei um homem que fosse tão forte, e muito menos que fosse tão lindo, meu pai dessa vez ficará satisfeito) fico muito estranho kkkkkkkk.

    • Tyrone Costa

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      caraca mano, agora entendi o q o mano lá embaixo quis dizer kkkkkkkkkkkkkk
      Hummm o pai dela tem interesses em homens kkkk

      • Andre dragneel

        rsrs

    • Lordletal

      Pior que nem foi essa a intenção mas pareceu mesmo agora que vocês estão falando hahaha

      • Tyrone Costa

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Henrique Neiva

    Já tá decidido os dias que sairá os capítulos ?

    Vlw pelo cap.

  • Matheus Raimundo

    Novel e top e tudo mas esses nomes nao deixa a quela sensaçao de “puta q pariu fudeu” os nomes dos personagens na MINHA opniao deixa um pouco a desejar

  • Fullero.com

    😈😈😈😈

  • Micael D. Valerio

    Bem q podia almenta o lançamento dos cap pelo menos até a história desenvolver pq se n perde o interesse por n ta apegado a história ainda

  • Shirosaki

    Coitado, vai apanhar e não sabe!
    E pqp Rael ta precisando aprender mais sobre a vida, k k k k k

  • Kyoua Eduardo

    Bem que esse Sérgio podia ir tomar naquele lugar. XD

  • Yun Zynnnn

    kkkkkkkkkkkkk eu vou rir muito dela dps