O Herdeiro do Mundo 13

/O Herdeiro do Mundo 13
Capítulo Anterior
Índice
Próximo Capítulo

Autor: Edson Fernandes da Costa | Revisor: Yan Fonseca

Capítulo 13 – O resgate de Rose

Rael se ajoelhou espantando Rita. Porque parecia que ele estava apenas esperando para ser morto.

― Rita faça o mesmo. ― disse ele calmamente.

O unicórnio já estava na metade do percurso. Rita obedeceu fazendo o mesmo ao lado de Rael e lá ficaram os dois ajoelhados. A besta que vinha furiosa já preparando o ataque, quando percebeu aquilo diminuiu o passo a um galope comum.

Rael e Rita ficaram de cabeças abaixadas enquanto a besta chegava perto. Embora ela tivesse reduzido a velocidade, os raios ainda continuavam rugindo violentamente sobre seus chifres.

O lendário unicórnio Volutivo, reconhece quando alguém está prestando respeitos, apenas por esse motivo ele não atacou imediatamente Rael e Rita.

Rita continuou segurando a mão de Rael, as mãos dela estavam suando. Ela continuava apavorada. Rael levantou a cabeça e encarou a besta calmamente enquanto ela terminava de chegar.

A besta chegou a frente deles e parou por um tempo. Rita levantou a cabeça e olhou para a besta, ela ficou confusa porque os raios na cabeça do unicórnio sumiram e aparentemente ela estava mais calma.

Rael se levantou devagar e do lado Rita fez o mesmo. Era possível sentir um intenso calor emanar do unicórnio parado na frente deles. A besta ficava com um dos olhos focado em Rael, e ficaram assim por vários segundos.

Rita continuava lá, parada com o peito subindo e descendo lentamente tentando conter o nervosismo. O nível da besta estava muito acima deles dois, se ela resolvesse agir violentamente nenhum deles sairiam vivos.

― Rita preste atenção no que eu vou dizer agora… ― disse Rael se virando repentinamente pra ela a fazendo dar um pequeno salto de susto. ― Eu preciso que você fique aqui por enquanto, eu tenho que resolver uma coisa e nos encontramos mais tarde tudo bem? ― perguntou Rael.

Rita olhava de Rael para o unicórnio. Por que o unicórnio não estava os atacando? E o que Rael precisava fazer?

― Samuel o que está acontecendo? ― perguntou ela com um pouco de medo.

― Você apenas deve ficar aqui nesse exato lugar, eu não vou demorar. ― disse Rael mais uma vez.

Rita olhou para o unicórnio e não pôde continuar calma, mesmo vendo ele parado os olhando.

― Samuel não me deixa aqui com ele. ― disse Rita preocupada. Ela continuava não entendendo porque diacho a besta não estava atacando.

― Preciso fazer algo importante, e você ficara em segurança se me esperar aqui, eu não tenho mais tempo para explicar. ― disse Rael se voltando pra besta.

Rita então viu o unicórnio juntar uma pequena quantidade de raio nos chifres, o suficiente pra forma uma minúscula bola. Essa bola foi lançada lentamente na direção de Rael.

Rael agarrou aquela energia na mão, mesmo usando luvas escuras, a energia não danificou o tecido, apenas sumiu como se tivesse sido sugada pela mão de Rael.

Depois daquela estranha situação, a qual Rita continuava confusa. O unicórnio levantou a duas patas da frente e bateu no chão, seu corpo inteiro se tornou um monte de raios, depois os raios subiram para cima desaparecendo no ar.

Só o que restou do unicórnio foi o espaço vazio, até sua aura desapareceu completamente como se nunca tivesse estado ali uma besta de rank S.

― Samuel onde você vai? O que aconteceu? ― Rita estendeu a mão aberta na direção de Rael como se quisesse agarrá-lo, enquanto ele saia correndo.

― Rita! Não saia daí! Eu preciso fazer uma coisa, mas volto pra te buscar! Então não saia! ― Rael gritou se virando para trás apenas pra confirma que ela continuaria lá. Rita não se moveu. Como sempre ela o ouvia e acreditava nele.

Rael usou toda sua velocidade correndo na direção de onde sentia a aura do unicórnio vindo. Quando conseguiu sair da visão de Rita ele invocou Ralf.

Ralf surgiu com um ar sério e sem nenhuma relutância. Sempre que estava com Rael, ele podia ver tudo o que Rael fazia, embora não pudesse interagir ou conversar estando do lado de dentro. Ele também não podia sair se Rael não quisesse, nem mesmo desobedecer uma ordem de retorno.

― Ralf vamos rápido! ― disse Rael enquanto se jogava por cima de Ralf.

Ralf imediatamente partiu voando sem pensar duas vezes. Ele era um dos que respeitava o lendário unicórnio Volutivo.

Graças ao DNA de Violeta, Rael tinha conversado mentalmente com Rika, a unicórnio prateada de crina azul. E entendeu que sua filhote chamada Rose, tinha sido capturada por três homens.

Ela não pôde fazer nada porque caiu numa armadilha e ficou três horas inteiras presa, também teve seus instintos familiares bloqueados, de modo que por pelo menos um dia ela não seria capaz de procurar sua filhote, por isso ela saiu desordenada atrás de informações, o que a levou a matar dezenas de cultivadores inocentes.

Rael havia dito que encontraria e resgataria Rose. Com isso ele havia recebido uma pequena essência ligada ao poder delas, o que ajudava Rael a rastrear mesmo que estivesse a uma distância de vários quilômetros.

Lendários unicórnios Volutivo, são bestas celestiais quase impossíveis de serem encontradas.

Seu sangue tem propriedades curativas, e sua energia se bem extraída pode ser usada para criar poderosas pílulas da grande alma. Seus chifres podem ser usados para criar espadas quase invencíveis. Sua pele pode ser usada para criar poderosas armaduras leves que reduzem o dano contra o elemento raio. Por causa de todos esses benefícios, Rael acreditava que os homens não a teriam matado ainda.

Rael sobrevoava trilhas, pequenos morros e alguns poucos rios seguindo a aura. Se esses três ainda não tivessem chegado a uma cidade, Rael poderia tentar libertar Rose, mas se já tivesse em alguma cidade, agir de manhã seria difícil.

Com cerca de sete minutos de voo, Rael finalmente sentiu a energia aumentando. Olhando abaixo, ele viu três homens correndo com velocidade segurando correntes grossas enquanto puxavam uma jaula de metal de rodinhas.

A jaula estava quase inteiramente coberta por uma cortina escura. Eles chegaram a olhar para cima, mas como viram Ralf longe demais não se preocuparam, eles nem se quer perceberam Rael por causa da aura de Ralf ser dominadora.

― Três cultivadores acima do quinto reino. ― disse Rael um pouco surpreso.

Desses três, ele não podia sentir suas energias, então estavam muito acima de seu nível. Poderiam está até acima do nível de Ralf.

Rael apenas relaxou a mente, ele jamais colocaria Ralf em perigo sem conhecer a força do inimigo, então só havia uma coisa a se fazer.

Rael estendeu sua mão direita e concentrou sua energia formando uma bola negra na mão do tamanho de um punho.

A bola negra começou a flutuar em cima do tecido escuro da luva. Uma enorme quantidade de energia foi drenada por aquela pequena bola flutuante na palma de sua mão.

Violeta havia deixado claro, que na situação atual dele só poderia usar aquela habilidade uma única vez no dia pela alta quantidade de energia gasta. Uma vez usada, suas habilidade de batalha cairiam para menos da metade devido a alta queda de energia.

Voe um pouco mais adiante e se aproxime deles Ralf. ― disse Rael mentalmente, porque Ralf estava apenas seguindo a jaula.

Ralf obedeceu e mergulhou ganhando mais velocidade e se aproximando um pouco dos alvos. Rael mirou bem para baixo e atirou o projétil chamado (Mergulho da Escuridão).

Os homens olhavam com frequência para cima, estavam começando a ficar preocupados. Então naquele momento eles viram uma pequena coisa escura descendo e logo após uma pessoa? Uma pessoa saltou de uma besta? E quem seria louco de pular de uma altura daquelas?

A pequena bola de energia caiu alguns metros a frente dos homens, eles já tinham parado confusos esperando o que aconteceria em seguida. A besta voadora que poderia ser uma ameaça a eles estava aparentemente indo embora, e tudo que restou era uma pessoa desconhecida saltando para morte.

Eles sentiram as forças do jovem e souberam de imediato que ele não tinha poder para resistir aquela queda. Era impossível alguém do segundo até o quarto reino resistir a isso.

Quando a bola negra tocou no solo, ela flutuou subindo um metro de volta pra cima e parou completamente. Depois soltou duas imensas ondas negras, que irradiou centenas de metros em volta e para cima. Em seguida uma imensa sombra escura se espalhou, tudo em volta foi mergulhado numa escuridão nunca presenciada antes.

Nem mesmo a escuridão de uma noite sem lua e estrelas seria tão forte quanto aquilo. Ela engoliu completamente tudo. Os homens foram todos pegos de surpresa, porque a partir daquele ponto eles não estavam enxergando nem as próprias mãos.

― O que diabos aconteceu? Vocês estão sendo atacados? Eu não estou vendo merda nenhuma! ― gritou um dos homens sacando um machado.

Ele ficou girando em volta e olhando preocupado embora não adianta-se nada estar de olhos abertos agora. Não conseguia sentir nem a aura de seus colegas.

― Eu estou bem! Mas não consigo ver carai nenhum! ― disse o outro.

― Que porcaria é essa? ― perguntou o outro irritado. Eles conseguiam se ouvir, mas não conseguiam se ver, nem se sentir.

Usando uma habilidade de controle chamada (Queda da Sombra), Rael conseguia fazer o peso de seu corpo desaparecer por inteiro, como se fosse apenas uma sombra pairando no ar. Essa habilidade só poderia ser usada em ambientes escuros.

Ele usou isso somente quando faltava cerca de uns dez metros antes de pousar reduzindo o impacto da queda e chegou a flutuar no ar. Depois ele cancelou a habilidade, voltou ao peso normal caindo agachado sem problemas.

O Mergulho da Escuridão não duraria muito, e Rael sabia que se ele fosse descoberto no meio daqueles cultivadores morreria em segundos.

Ele correu rapidamente para a direção da jaula passando pelos cultivadores cegados. Eles já tinham soltado as correntes e seguravam suas várias armas esperando algo acontecer.

Se mantinham conversando para terem certeza que tudo estava bem. Como não escutavam barulhos nas correntes, e nem nas grades, acreditavam que ninguém estava mexendo no tesouro deles.

Rael se atirou do lado da grade e estendeu sua mente para tocar os pensamentos de Rose.

Pode me ouvir princesa Rose? Eu me chamo Rael e estou aqui para te resgatar. ― disse Rael e puxou a cortina de lado. Revelando o pequeno unicórnio confuso. O unicórnio também não estava vendo nada, estava na mesma situação dos homens.

Como sabe o nome dessa princesa? ― perguntou ela de volta se dirigindo em pensamentos a Rael.

Rael que tinha analisado a grade conseguiu entender que não havia como destruir aquilo rapidamente. O metal usado era de alta qualidade chamado (Veron), além disso o metal tinha a capacidade de selar poderes de bestas com rank abaixo de B.

Apesar de Rose ser uma espécie celestial ela ainda era pequena e por tanto seu poder atual não passava de um rank C. Isso poderia ser comparado a um cultivador do quarto reino.

Eu não tenho tempo para explicar tudo. Sua mãe a rainha Rika, pediu que te resgatasse, mas eu não conseguirei quebrar essas grades a tempo. ― disse Rael mentalmente apressado.

Você viu minha mãe? Você a conhece? ― Rose ficou surpresa.

Rael sabia que não ia ganhar a confiança dela rapidamente se não dissesse aquilo.

Se você quer ver sua mãe novamente só tem uma saída, e não há tempo para pensar. ― disse Rael fazendo uma rápida pausa, enquanto olhava os homens que estavam ainda lá parados de pé. Eles estavam conversando entre si planejando o que iam fazer. ― Precisa formar um contrato comigo, dessa forma você será tirada dessa jaula sem precisarmos destruí-la. ― disse Rael.

Mas isso é… ― Rose não podia deixar de se espantar, se ela formasse um contrato com alguém, sua vida seria acorrentada a essa pessoa e ela teria que fazer tudo que essa pessoa pedisse.

Somente o humano poderia romper o contrato, se ele estivesse mentindo apenas para fazer ela formar o contrato, no futuro ela jamais poderia se libertar. Nenhuma besta se curvaria para um humano comum.

Rael tinha o DNA de uma violadora e Rose obviamente já havia percebido. O fato dele poder entrar em contato com a mente dela já dizia isso, no entanto, ela não era qualquer besta, ela era uma princesa celestial!

Princesa Rose! Eu vou romper o contrato assim que voltarmos para sua mãe, se eu tentar te enganar ela com certeza me punirá. ― disse Rael apressado.

O tempo estava cada vez mais curto, Rael não sabia nem se ia conseguir fugir.

Está bem! Onde está você? ― perguntou Rose olhando em volta ainda sem ver nada.

Ela sentia a sinceridade dos pensamentos de Rael e de alguma forma confiava nele. O fato que mais ajudou, foi Rael ter falado da mãe dela.

Dois passos a sua esquerda, venha rápido. ― disse Rael e passou a mão direita por entre a grades, por pouco, quase a mão dele não entra.

Rose caminhou e sentiu a mão de Rael beirando seu focinho.

É você? ― perguntou ela.

Sim! Sou eu! Rápido, se o efeito acabar agora eu serei morto e você não terá sua liberdade de volta! ― disse Rael apressado.

Rose abaixou a cabeça e encostou a testa na palma de Rael. Fechou os olhos enquanto dizia mentalmente para ele ouvir.

Eu, a princesa Rose Livial, firmo agora um contrato com esse humano de nome Rael, eu o seguirei e servirei aos seus desejos. ― disse ela sendo o mais breve possível.

Eu Rael Raymonde, aceito esse contrato com a Princesa Rose Livial e a terei como parte de mim, como parte da minha alma.

Rael sentiu a energia dela começar a se fundir com a dele. Então um forte brilho explodiu na mão de Rael, e Rose foi completamente sugada para dentro dele. Rael sentiu a energia do próprio corpo tremer, ele não suportava carregar dois contratos.

Violeta tinha dito que no momento ele só suportaria ter contrato com uma besta de rank B no máximo, tentar ir mais longe que isso poderia ser perigoso, mas Rael não teve escolha.

Rael você está bem? ― perguntou Rose de dentro preocupada.

No momento que ela firmou o pacto, ela se interligou a Rael e percebeu tudo que estava ocorrendo com ele. Rose também tinha acesso aos pensamentos e lembranças de Rael, desse modo, ela rapidamente percebeu que tipo de pessoa ele era e ficou extremamente feliz. Ela estava certa em confiar nele.

Vou aguentar não se preocupe. ― Rael se esforçou, juntou energia e partiu correndo se afastando das grades, na direção a queda de um penhasco.

Uaau! Você tem a porta do infinito! Nunca imaginei encontrar algo assim em um humano! ― por alguma razão Rose estava tão animada que se esqueceu até da péssima situação de Rael.

Rael mal estava conseguindo correr, seu corpo inteiro doía e seu interior queimava. Mas ele não se importava, ele odiava todas as coisas que envolviam escravidão e iria lutar contra isso com todas as suas forças.

Além do mais, ele já tinha passado por muitas dores nessa vida e aquela seria só mais uma que ele iria superar.

Rael você não deveria ter feito isso, sua energia está entrando em desordem. ― Rose voltou a ficar preocupada se lembrando da situação atual.

Rael teria chamado Ralf se o mesmo pudesse ver através da escuridão, mas também não podia. Rael ali era o único capaz de enxergar naquela intensa escuridão. Ele mal tinha corrido uns cem metros e toda a escuridão desapareceu fazendo o tempo retornar ao normal.

Os três homens se olharam e olharam para as grades, perceberam que estava tudo em ordem, depois perceberam em seguida que o unicórnio não estava mais lá.

Lançando suas percepções eles sentiram Rael correndo a um pouco mais que uma centena de metros, mas como não tinha nenhum unicórnio com ele, o ignoraram por pelo menos três segundos, até terem certeza de que não havia mais ninguém ao redor.

― Só pode ser ele! ― o homem carregando o machado foi o primeiro a se antecipar. Sua velocidade era monstruosa quando comparado com Rael mesmo no seu melhor estado.

Rael olhou para trás sentindo ele se aproximar. Seus nervos estavam doendo e suas pernas reclamando, seu corpo estava se sobrecarregando cada vez mais devido os dois contratos. A queda do penhasco não estava longe, porém o homem chegaria até ele muito mais rápido.


Rita estava parada no mesmo lugar desde o momento que Rael sumiu como ele havia pedido. Ela estava muito preocupada, mas não podia fazer nada além de permanecer esperando.

De repente ela sentiu duas presenças de cima da subida. Levantando a cabeça ela viu dois homens de capuzes e vestimentas largas descendo em uma caminhada lenta.

― Ela está mesmo sozinha como eu disse. ― disse o da direita de capuz branco.

― Eu também sabia disso seu idiota. ― disse o de capuz azul.

― Olhe para ela, não é uma menina feia, mas não se compara com nossa jovem mestra. ― disse o da esquerda de capuz branco.

― Esse tal de Samuel deve ter merda na cabeça, a jovem mestra praticamente revelou seus desejos e ele se quer foi atrás dela. ― disse o de Azul.

― Não é? Se fosse eu tinha mergulhado de cabeça, ― disse o outro rindo e acrescentou ― mas ainda sim é um desperdício, porque essa menina até que é bonita.

― Sempre você gostando de crianças, a menina mal tem peito. ― disse o de capuz azul.

Os dois continuavam descendo e falando alto sem se preocuparem, eles sabiam que estavam sozinhos com ela. Rita na mesma hora sentiu que algo estava muito errado. Incondicionalmente ela deu alguns passos para trás sem tirar os olhos dos dois. Ela sabia que eles eram muito mais fortes que ela.

― Já que vamos matá-la, deixe-me experimentá-la primeiro, gosto dessas porque são bem apertadinhas. ― disse o de capuz branco se apressando tomando a frente do outro.

― Sempre você com essas imoralidades. ― reclamou o outro, mas parou no caminho e cruzou os braços esperando.

― Qual é o problema? No final ela morre do mesmo jeito, pelo menos vou dar a ela algo inesquecível para se lembrar quando for pro outro lado.

― Não sei quem são vocês dois! Mas é melhor não se aproximarem! ― gritou Rita sacando sua lança e apontando para o cara de capuz que agora estava a menos de vinte metros.

Ela estava nervosa e conhecia as intenções dos dois. Ela tinha treze anos, mas não era uma tapada, eles pretendiam abusar dela e matá-la em seguida.

― É dessas que eu gosto mais, do tipo que lutam até o último fio de cabelo! Hahaha! ― disse o de capuz branco animado, e partiu gargalhando para cima de Rita como um vulto.

(Yamasuke: Ta rolando um desafio no face para sair o final desse acontecimento ! https://goo.gl/tZ2aSB)

Capítulo Anterior
Índice
Próximo Capítulo
Contribua com o novo site da Saikai Scan
By | 2017-08-26T14:43:20+00:00 26/08/2017 as 10:55|Herdeiro do Mundo|59 Comments

About the Author:

Yamasuke
Mais um procrastinador de plantão !
  • Murilo Reis

    Ave que foda em!!!!!
    O autor vc poderia mandar um combo ainda hoje só para completar essa parte

  • Alex Nunes

    “Rael não me deixa aqui com ele” deveria ser samuel

    • z_TREVOL_z

      vdd

    • Lordletal

      Cara isso sempre confudi hahaha … obrigado por notar ^^

      • z_TREVOL_z

        Já sei q no futuro não terá mais troca de nomes kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        • Lordletal

          Você se engana. O nome verdadeiro e falso costuma me causar muita confusão. De modo que quando estou em terceira pessoa passando uma cena descrevo como Rael mesmo. Ai depois Rita fala com ele em sequencia e acabo me confudindo. Essa já é a segunda vez que apontam esse erro, mas sei que terá outras. Não é falta de atenção eu costumo chamar de acidente de percuso kkkk

          • Dannyel Batista

            tem que pedir pro revisor(a) prestar atenção nisso também kkkk
            mas passa despercebido facinho facinho mesmo

  • Tyrone Costa

    ― Eu estou bem! Mas não consigo ver carai nenhum! ― disse o outro
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Brentyu

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Tyrone Costa

    ― Uaau! Você tem a porta do infinito! Nunca imaginei encontrar algo assim em um humano!
    Mas q porra é essa porta do infinito? kk

    • rafael1295

      Deve ser um tipo de teleporte que ele deve ter colocado no lugar que ele ta indo pra poder fugir pro lugar onde ta o unicórnio

      • Tyrone Costa

        Eu acho q seja algo muito além disso, crei q até o Rael não saiba da existência disso.

        • Brentyu

          também acho..

  • z_TREVOL_z

    Oxi, mas o Rael disse que não deixaria ela só por causa dos dois homens no cap passado? e nesse ele logo no início do cap deixa ela sozinha?! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • emerick

      A unicórnio tá vigiando ela

      • z_TREVOL_z

        Humm, entendi, acho q não vi essa parte direito kkkkkk

        • Dannyel Batista

          não foi citado que ele ta vigiando, mas também acho que tá

  • Janailson Barbosa Granja

    Obrigado pelo capítulo

  • toBebado

    Esse cap ficou nice! Final deixou a expectativa grande pelo próximo kkk

  • Meliodas

    Um combo seria top

    • Tyrone Costa

      Vai na página da saikai, lá tem um desafio para liberar um cap extra.

  • Craudiao

    Poxa, e a mulher mandou “passar” a menina mesmo…
    Quando ela apareceu de primeira imaginei que ela iria se aproximar dele a acabar falando que tem remorso da forma que tratava o primo dela e por alguma razão ele lembrava dele, por isso ela o protegia como uma forma de se redimir, mas depois que ficou claro que os interesses dela eram outros, ainda achei que poderia rolar algo parecido, mas agora mostrou que ela é ruim mesmo…
    Acho que tenho “fé na humanidade” demais…kkkk

    • rafael1295

      Pessoas assim não tem remorso cara

      • Craudiao

        Poxa, não é bem assim, pelo que entendi ela ainda era bastante nova, portanto muito influenciada pelas pessoas no local, mas ao receber a noticia que ele havia morrido talvez pudesse sentir culpa e/ou até saudades já que maltratá-lo poderia ser parte do cotidiano e a forma de interação dela para com ele.
        Não lembro a idade dela na época, mas se for até uns 10 anos, poderia não ser maldade e sim o que aprendeu vendo os adultos ao redor.
        Mas ficou claro que não é isso e ela é ruim mesmo, só falando no que me baseei ao pensar inicialmente nisso.

        • Tyrone Costa

          kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Tyrone Costa

      eu falei kkkkkk

  • yanmorais

    “― Esse tal de Rael deve ter merda na cabeça, a jovem mestra praticamente revelou seus desejos e ele se quer foi atrás dela. ― disse o de Azul.” Deveria estar escrito Samuel em vez de Rael

  • Henrique Neiva

    Vlw pelo cap

  • Fullero.com

    Ox solta mais um Cap ai Plzzzz!!!!

  • Lordletal

    Pessoal tem um desafio rolando.
    75 reações na página da postagem do capitulo na Saikai
    40 Comentário aqui
    20 Compartilhamentos lá para soltar + 1 capitulo extra. Obrigado

    • z_TREVOL_z

      Vamos bater essa porra ainda essa tarde kkk

    • Nromar

      Cara acabei de dropar mdt no cap 64 por o moleque virar Dante e não ser kyoran como estava a gostar no inicio. Por gentileza não me decepcionar outra vez.. criei conta só mesmo pra reclamar. Tô puto mesmo, espero que neste projeto faça um personagem menos troxa, que personagens troxas vejo anime.. Desculpe a forma rude que estou a falar mas puta q pariu que ódio desse Dante, estragou a história todinha do kyoran e ficam a vida falando dele. Como mdt era livro e este é ln peço que não estrague a história como antes por favor 🙁 espero que não faça nenhum harém aqui também prefiro romance Romeu e Julieta, mas isso é opinião própria a história é sua é tô vendo que o cara vai roda geral.. tirando o que reclamei, esteve tudo ótimo, você não fica enrolando texto e é simples o que facilita leitura.. normalmente salto parágrafos mas com você leio tudo, obrigado pela atenção ( sou português se nao entendeu algo desculpas tentei.. ) boa sorte com este novo projeto e se as coisas mudam para frente do CAP 64 alguém que dirga ae que perdi a vontade que tinha

      • Ranger

        Oieee eu li MDT até os capitulos atuais, kyo demora mesmo a evoluir. Lá na frente surge novos personagens e a historia volta a crescer, infelizmente existi sim um pouco de sofrimento até chegarmos lá. Mas olha ficou bem legal, no terceiro volume tem até saltos no tempo, kyo pode voltar no tempo e é incrveil rsrsrs…

      • Lordletal

        Admito eu errei mesmo em MDT e entendo suas reclamações você não está errado. Espero não decepcionar você e nenhum dos meus leitores nessa obra. Se a história melhora ou não, eu não posso e não tenho o direito de dizer isso. Mas agradeço por você me dar mais uma chance mesmo que seja em um novo projeto.
        Você citou que costuma pular parágrafos nas novels? Cara eu tbm faço isso kkk! Admito, tem vezes que os autores ficam enrolando muito até descrevendo tecnicas que poderiam ser descritas simples. Não sei se alguém pulou parágrafos aqui mas eu sempre procuro ser simples e objetivo.

        Mas uma vez… obrigado por ler ^^

        • Dannyel Batista

          tem vezes que dou uma puladinha também, mesmo sendo raro, mas na tua não senti necessidade até agora 😀
          ele é inocente demais no quesito relação homem-mulher, o que chega a ser plausível. Mas espero que ele não aja de forma “tímida” exageradamente, dá um pouco de agonia kkk

          Mundo dos titãs eu dei uma paradinha no cap 78, ficou um pouco cansativo, não sei explicar direito, mas no geral eu gostei bastante dela (tava meio enjoado de sistema de cultivo com nível toda hora e ela veio em boa hora kkk).
          O que me incomodava era mais o fato de ele ter escolha entre 2 mulheres e as duas não servirem muito pra ele (a meu ver), ainda mais pelo fato de o quererem pela vida passada e não pelo ele presente. a melhorzinha só liga pra ele e é totalmente doida para com os outros kkk
          Mas não droparei, vou voltar a ver sim, só esperar dar uma aliviada na facul kkk

          Parabéns pelos 2 trabalhos cara (agora que fiquei sabendo que tu fazia MdT também), abraços e boa sorte!

      • Tyrone Costa

        Hahaha eu tb dropei MDT, mas eu acho q foi lá pelo cap 50, quando ele volta para o mundo humano, fiquei muito puto, como é q ele foi tão facilmente? Ele nem pensou na escolha dele e mais umas paradas q eu não lembro kkkkkkk

    • Pedro Molina

      falta 1 compartilhaemento e uns 5 coments aqui gogogo

  • MS. Vírus

    Só falta ela morrer tbm,o Rael entender os sentimentos do ”amor” e sua sede de vingança aumentar mais ainda ‘-‘

    • z_TREVOL_z

      Pode acontecer, MAS sempre existirá o protagonismo e ele irá salva-la kkkkkkkk
      Não q eu não goste do protagonismo mas só q é bem provável kk

  • rafael1295

    Será que o unicórnio vai salvar a Rita?

    • z_TREVOL_z

      Eu creio q sim

  • Tyrone Costa

    Bora bater essa meta kkkkkkk

  • vitor

    top

  • Pedro Pinto Barbosa

    vai dar merda isso ai

  • Brentyu

    Cap top!

  • Linley dragon

    So comentando por causa do desafio kkk vicio é foda

  • Josias

    Sou um leitor oculto que só pronunciou-se por causa do desafio e tenho de dizer que bela história tá se formando

  • Daniel Huggo

    Vamos lá também quero saber.

  • Pedro Molina

    OBG PELO CAP

  • Ranger

    Não costumo comentar quando leio essas novelas, comento apenas quando me envolvo bastante.
    A historia começou bem e eu me impressionei com os nomes dos personagens serem tão a cara de BRs foi o que mais amei de começo. Depois fui acompanhando por curiosidade e tenho que admiti a historia me pegou mesmo rsrsrs
    sei que ainda está no inicio mas é uma historia muito envolvente. Parabéns aos envolvidos na criação e na disposição da obra

  • Nromar

    Queremos capitulo extra, o Rael vai virar playboy, ctz

  • Steiverson Lucas R Vieira

    q foda, otima novel

  • Andre dragneel

    Kkkkkk gostei E ja quero próximo ep 😀
    Obrigado pelo Capitulo 😀

  • Andre dragneel

    Vamos completa essa Praga de desafio Ja completamos maiores que isso pra de capitulo Extra hohohohohoho . https://uploads.disquscdn.com/images/168661f23ae77e379861e31fa7fecea20e785e09b33442106c3d27e97fe58fb3.gif

    • Tyrone Costa

      Sim kkkkkkkkkk

  • Dannyel Batista

    tem 5h de desafio e ja foi batido, ê coisa boa hahaha
    Capítulo extra <3

  • Anna Byah Lima

    Extra 😍😍😍😍

  • KaoriMiyazono

    ‘ Ela continuava não entendendo porque diacho a besta não estava atacando.’
    DIACHO kkkkkkkkkkkkk

  • Kyoua Eduardo

    Uma dúvida: Lordletal=Elder Yan?