O Herdeiro do Mundo 44

/O Herdeiro do Mundo 44
Capítulo Anterior
Índice
Próximo Capítulo

Autor: Edson Fernandes da Costa | Revisor: Sneed

Capítulo 44 – Barca Voadora

Rael não sabia ao certo como estava se sentindo. Não era apenas o fator de Isabela ser linda, havia algo mais naquela mulher que ele não podia explicar. Rael não ousaria reagir, mas era um sentimento semelhante a como ele se sentia com Rita, só que muito maior, ele queria aquela mulher com ele, mas não sabia exatamente por que. Eles nunca nem tinham se falado antes. Então como aquilo poderia está acontecendo? Rael não acreditava em amor à primeira vista, aliais, a pouco tempo ele nem sabia o que era isso.

― Eu tenho que tomar um ar ― disse Isabela saindo de lado. Nem chegaram a conversar. Aquela ação fez Rael voltar para a terra, fez ele senti novamente os pés no chão.

― O que será que deu nela? ― perguntou Luana olhando as costas de Isabela.

― Não sei e não é da nossa conta, posso pegar? ― perguntou Bryam olhando os espetos de carne.

― Mas é claro, comam ― disse Rael.

― Você aceita sopa? Fui eu que fiz ― disse Sofia timidamente.

― Você quer Rose? ― perguntou Rael se virando pra ela. Ela fez um sim com a cabeça.

― Pode nos servir duas porções? ― perguntou Rael de volta. Sofia fez um sim com um sorriso tímido e voltou para o seu lado. Ela tirou duas vasilhas de porcelana do bracelete e começou a encher as vasilhas.

― Esse evento acabou sendo um total desastres não acha? ― Perguntou Bryan olhando Rael com uma certa curiosidade.

― Pois é, a gente nunca pode prever ― disse Rael de volta.

Isabela não voltou por quase trinta minutos sobre os quais o grupo dela conversou um pouco com Rael. Coisas bobas como algumas caçadas engraçadas ou coisas dos próprios companheiros nada importante. Eles estranharam que sua líder estava um pouco diferente mais agiram educadamente com Rael e Rose.

Quando Isabela finalmente voltou o ar pareceu ficar novamente tenso. Ela nem se quer perguntou, chegou pegando um dos espetos da carne de Rael e já foi se servindo como se fosse a dona. Mas todos podiam ver que ela parecia estar forçando uma ação para esconder alguma coisa. Ela parecia estar completamente diferente de antes.

― Não é uma delicia a carne dele? ― perguntou Luana assim que Isabela comeu o primeiro pedaço.

― Parece boa ― concordou Isabela e olhou para Rael com um ar um pouco irritada. Parecia que depois que depois ela voltou tinha pegado raiva de Rael.

― Nós estávamos aqui falando a respeito do grupo, não somos ainda um grupo grande mais sempre procuramos novos membros ― disse Bryam. Aquilo foi uma deixa para Isabela fazer o convite. Mas eles realmente tinham tocado no assunto.

― Você tem interesse em entrar no nosso grupo Samuel? ― perguntou Isabela curiosamente.

― Interesse? Pra falar a verdade não sei dizer. Você me quer no seu grupo? ― perguntou Rael de volta com um ar curioso. Ele notou que o tom de Isabela era um pouco ríspido.

― Por que você entrou na guilda imperial? ― perguntou Isabela sem responder a pergunta de Rael.

― Para caçar e poder matar pessoas ― explicou Rael normalmente. Ele estava de pé encostado a parede. Rose estava sentada do lado dele. Ela ainda tinha a vasilha de sopa sobre o colo, agora vazia.

― Matar por prazer? ― perguntou Isabela.

― Mato para evoluir ― disse Rael.

― Eu não busco assassinos de sangue frio para o meu grupo ― disse Isabela de volta. Aquela resposta fez os queixos de todos caírem. Porque Isabela antes acreditava que Rael tinha salvado eles. Então porque ela estava o tratando assim? Todos eles eram assassinos, qual deles ainda não tinha matado bandidos ou procurados por recompensa? Isso por acaso não fazia de todos eles assassinos?

― Eu não tenho interesse em fazer parte do seu grupo ― disse Rael friamente de volta. Mais uma vez os queixos caíram. Por que aqueles dois estavam agindo assim um com o outro? Rael poderia ter se defendido e mostrado que todos eram assassinos, em vez disso, ele recusou abertamente qualquer possibilidade de contornar a situação e também agiu com um ar rude, semelhante a como Isabela estava agindo com ele.

― Se esse é o caso então terminamos aqui ― disse Isabela se virando. Ela deixou o espeto na mesa do lado e saiu caminhando dando as costas sem olhar mais para Rael. Os companheiros dela ficaram todos confusos e sem graça.

― Com licença Samuel e obrigado pela carne ― Bryam foi o primeiro a dizer e sair atrás de sua líder.

― Obrigada ― Sofia foi a segunda e saiu.

― Qual é problema de você dois? ― perguntou Luana olhando Rael. Rael ficou em silencio, ele não queria ter dito aquilo, mas como Isabela tinha começado acabou revidando.

No fim o grupo de Isabela não teve certeza se Rael ajudou, eles iam perguntar, mas não conseguiram achar uma brecha. Depois da estranha briga entre os dois o assunto acabou sendo morto de vez.

Isabela ficou no canto parecendo irritada, ela não queria agir impulsivamente, acabou parecendo uma ignorante. Ainda por cima continuava sem ter certeza sobre Rael.

O dia seguinte veio e com o dia a noite caiu mais uma vez. A barca voadora surgiu no céu animando todos os participantes.

Era a primeira vez que Rael vislumbrava uma barca voadora. Ela era enorme, carregada por hélices giratórias tanto dos lados quanto em cima. Essa barca voadora imperial era azul, moldada como um grifo, toda a parte da frente parecia ser o rosto dele, enquanto o restante o resto do corpo. Tinha até mesmo as asas de um grifo pelo meio. A barca era bem iluminada com varias pedras de luz em volta.

A barca não pousou. Ela baixou ficando a uns vinte metros sobre eles, depois foram atiradas escadas de cordas. Vários guardiões imperiais desceram para ver como estava a situação.

Os participantes foram subindo através das cordas, logo todos estavam em cima. A barca tinha cerca de trezentos metros de cumprimento. O convés do navio era largo e espaçoso, com varias grandes de segurança nas beiradas que iam até altura do peito. Pelo meio havia estruturas construídas, quartos, banheiros, corredores, cozinha…

Os grupos receberam cada qual uma numeração com chave. Cada numeração dava direito a um quarto.

Rael e Rose entraram curiosos para conhecer junto com alguns outros até acharem seu próprio quarto. Rael ficou maravilhado, aquilo era como ter uma casa voadora.

Depois eles saíram e acompanharam a partidada proa do barco. Rose e Rael ficaram ali sentindo o vento forte que faltava pouco para os empurrar, enquanto as hélices passavam a girar mais rápido. Logo a barca voadora estava beirando os céus mais uma vez enquanto se dirigia para Améria. As estrelas pareciam brilhar com muito mais intensidade do que o comum, através da vista da proa. Rael e Rose ficaram lado a lado admirando aquele belo brilho sobre o céu com poucas nuvens.

Agora já consigo sentir a essência da minha mãe de novo ― disse Rose mentalmente para Rael assim que a barca cruzou o a fina linha de energia azulada.

Que bom, sendo assim ela já pode sentir a sua e ficar despreocupada ― disse Rael de volta.

A viagem foi rolando tranquila. Os participantes não tinham qualquer restrição além dos quartos vizinhos e ficavam à vontade zanzando pela barca voadora.

Rose quase não saia das beiradas, ela era a mais animada com o fato de que ficariam ali por mais de um dia. Rael também não achou ruim, tudo que ele podia conhecer e aprender era um fato a mais.

Isabela continuava irritada. Desde que conversou com Rael estava furiosa e quando alguém tocava no nome dele, recebia até ofensas. Se Isabela estava caminhando e via Rael em algum local, ela logo mudava de rumo tomando qualquer outro caminho. Ela parecia ter raiva só de vê-lo. A coisa estava realmente estranha.

Rael não se importava, ele se sentia muito estranho com essa mulher e chegou a pensar que isso era muito esquisito, algo sem explicação e inaceitável. Talvez Isabela pensasse de uma forma semelhante. Mas ao contrario dela, ele até queria entender aquele sentimento, o problema é que quando Isabela agia daquela maneira o irritava e ele acabava agindo de forma igual.

Naquela noite enquanto dormia Rael teve um sonho estranho. Violeta estava falando algo sobre Isabela, algo sobre ela ser uma parte especial.

Quando ele se acordou ainda podia senti o perfume de Violeta no ar. Ele se lembrava de estar em uma gigantesca biblioteca, sendo ainda um local bem familiar.

Ainda na cama Rael se virou para Rose, ela estava dormindo confortavelmente. Os dois tinham ganhado um quarto de casal quando disseram que eram noivos.

Rael e Rose tomaram café na cozinha juntos com alguns outros participantes. O café foi servido pelos cozinheiros que os tratavam muito bem. Depois de toda merda ocorrida eles não paravam de agradar os participantes, como se isso fosse amenizar algum futuro problema.

O dia passou mais uma vez e ultima noite chegou. Rose e Rael ficaram um bom tempo na proa.

Quando você era uma besta celestial não via coisas mais bonitas? ―perguntou Rael curioso.

Eu via sim, embora não tivesse o mesmo brilho como agora. Quando éramos bestas celestiais nós não tínhamos os mesmos pensamentos, era tudo um pouco frio e silencioso ― explicou Rose.

Mudou tanto assim ter se tornado humana?

Eu não sou exatamente uma humana comum, mas sim, mudou muito. Eu não posso falar por todas as questões, mas nossas vidas eram um tipo padrão sem novidade alguma, vivendo sempre dias repetidos. Desde que me tornei humana não paro de ter surpresas, todos esses sentimentos, essas coisas novas, sensações. Eu não sei explicar direito, é como se tudo fosse muito mais vivo.

O que quer dizer com padrão?

― Minha mãe e eu, na antiga forma tínhamos que cumprir uma determinada meta. Visitar lugares e fazer oferendas. Foi assim que eu acabei sendo capturada daquela vez. Eu não conseguia ver na época, mas aquilo era muito chato. Ficar fazendo passeios sem importância apenas por um motivo bobo era muito idiota.

― Oferendas? ― perguntou Rael curioso.

Nós temos um deus, ele não nos responde a vários anos, mas ainda seguíamos as regras sabe? Nós precisávamos de um macho e por isso sempre seguimos os antigos costumes. Minha mãe e eu desistimos dele depois de encontrar você ― explicou Rose.

Vai ver ele ouviu suas preces e acabou fazendo vocês me encontrarem― disse Rael por dizer.

Mas tivemos que evoluir, foi diferente ― disse a garota.

― Vocês dois nunca se desgrudam? ― perguntou uma voz já conhecida. Rael e Rose se viraram e era Bryam. Ele estava com um sorriso casual.

― O que faz por aqui? ― perguntou Rael e já olhou em volta procurando Isabela ou os outros.

― Passeando apenas. Esse lugar é um pouco entediante ― disse Bryam.

― Sério? Bem pelo menos estamos a caminho de casa já, entediante estava aquela ilha.

― Posso perguntar se você e Isabela já se encontraram alguma outra vez?

― Por que? ― perguntou Rael confuso.

― Ela nunca ficou assim com ninguém, geralmente ela costuma criar um ódio profundo e gélido contra pessoas. Principalmente homens, mas no seu caso é diferente, ela tem um tipo de ódio explosivo. O que me fez pensar que talvez vocês se conheçam de alguma outra situação e não quiseram contar.

― Conhecer Isabela? Não, a única vez que a vi antes dessa foi na guilda.

― Interessante. Foi você que nos ajudou? Se sabe do que estou falando ― perguntou Bryan.

― Foi sim, vocês estariam ferrados se eu não estivesse por perto ― confirmou Rael depois de alguns segundos. Não tinha motivos de esconder mesmo.

― Você é muito bom de mira ― disse Bryam.

― Nada que um pouco de veneno junto não resolva ― disse Rael que observou que aquele era uma indireta de Bryam para ter mesmo certeza se era Rael. Bryam sorriu conformado, não havia mais duvidas.

― Nunca imaginei que um dia deveria minha vida pra alguém tão novo. Esse mundo está mesmo mudando ― disse Bryam que apesar de parecer apenas um adulto, já tinha 39 anos.

― Não pense muito nisso. Tenho certeza que se fosse o contrário, você ou seu grupo teriam feito o mesmo. Foi a coisa certa afinal ― disse Rael. Na verdade Rael sabia que o motivo de ajudar ele era somente Isabela. Mas porque exatamente nem ele sabia.

― Não posso concordar com isso tão facilmente mais agradeço mesmo assim. Agora vou deixar vocês namorando em paz ― disse Bryam e deu as costas saindo. Rael e Rose apenas se voltaram a olhar a paisagem.


Isabela estava em pé no corredor da entrada do quarto pensativa, quando Bryam apareceu.

― Preciso te contar uma coisa ― disse Bryam sem demora.

― O que é? ―perguntou Isabela se virando para ele.

― Acabei de ter uma conversa com Samuel, foi ele mesmo que nos salvou, eu confirmei ― disse Bryam bem rápido antes que Isabela tivesse tempo de surtar.

― Agora o que você vai fazer com essa informação eu não sei ― depois de dizer isso Bryam abriu a porta do lado de Isabela e entrou. Isabela ficou com um olhar furioso, ela nunca deveu nada a alguém. Mas ficar devendo justamente a Rael? Aquilo não podia ser pior.


Desafio especial do Dia das Crianças:

40 Reações, 5 Compartilhamentos.  Muito fácil, não? Link: Desafio

Não se esqueçam da página de Herdeiro do Mundo!

Capítulo Anterior
Índice
Próximo Capítulo
Contribua com o novo site da Saikai Scan
By | 2017-10-12T12:18:51+00:00 12/10/2017 as 12:14|Herdeiro do Mundo|40 Comments

About the Author:

Yamasuke
Mais um procrastinador de plantão !
  • Tyrone Costa

    Quero os cap extra hj ai kkkkkkkkk

    • KING

      EU TBMMMMM

  • Tyrone Costa

    Rael tá é com birra? kkkkkkk

    • KING

      os dois hahhahahhaha

  • Alex Nunes

    Como hoje é dia das crianças, quero presente, um capítulo extra esta bom

    • Tyrone Costa

      Já está lá, curta e compartilha para a gente ganhar mais de dois cap extra hj hehehe

  • Meliodas

    Capítulo nice !

  • KING

    Que mistério esse cap… Pq a violeta foi falar com a Isabela?? Qual o motivo da Isabela estar brava com Rael? Pq ela é uma parte especial? ta me deixando cada dia mais empolgado essa noveeeellllllll

    • Henrique Neiva

      Parece que a Violeta está controlando tudo só colocando as peças de dominó nas suas posições, e fica vendo uma a pois a outra cair, deves em quando ela meche uma ou outra peça pra ir do jeito que ela quer, ( não que ela não tenha sentimentos, e só tá usando Rael como bem entender, todos sabem que Rael é muito, mais é muito desligado dos sentimentos então Violeta tem todo esse trabalho com ele. ) e ver a onde isso vai da

      • MS. Vírus

        Embora Violeta tenha alguma feição por Rael ela está usando seu potencial pra ”resolver seus problemas”, volta quando ela tinha ido procurar Rael e disse que ele não tinha desperto o poder zZzZz

        • Henrique Neiva

          Tá longe pra explicar essa parte da história, é a história da Violeta, o poder que ainda não desperto do Rael e tem o Deus do tempo, ainda tem muito mistério

    • koloke

      deu vontade de dizer veja isso e tudo mais no saikai responde rsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsrsrsrsrsrsrsr

  • Ander

    Está ficando tenso Entre Rael e Isabela.

  • Luis Gomes

    ta ficando interessante

  • rafael1295

    Porque será isso?

  • Lordletal

    A cada 40 reações e 5 compartilhamentos é um capitulo extra e tudo hoje.
    Se houverem 120 reações e 15 compartilhamentos vocês ganham 3 capitulos ainda hoje

    • Tyrone Costa

      hehe, quando batemos a meta nós iremos dobrar ela hahaha

  • Vitor Vieira

    Mais capitulos

  • Gil Gabriel Dorneles

    Ajuda aí galera vamos ler mais alguns capítulos

  • Rian Martins

    Bmmm

  • Diego Oliveira Rapozo

    Muito bom cadê o combo das crianças kkkkkkkkk

  • eduardo arnhold

    obr pelo capitulo…….MISTÉRIOOOO

  • vitor

    Topppp mais uma para o harem, vivas

  • Fullero.com

    Kkkkk muito bom. 😈😈😈😈

  • Raiden ►тнε gคмεя◄

    Uma parte essencial? Será Rael parte de uma fusão?

  • Daichi

    Muito bom, manda mais!

  • Letícia

    Rael e Isabela ser apaixonaram a primeira vista

  • Coqueixo Henrique

    todo mundo sabe que quanto mais se briga mais se ama xD

  • Samuel Teixeira

    Opa que combo é esse kkkk <3 Vlw Elders da Saikai, não entendi essa raiva deles(creio que devido a minha vida antissocial)

  • Ermeson

    Isabela tá caidinha pelo Rael

  • Henrique Neiva

    Vlw pelo cap

  • Samuel Teixeira

    Com 400 reações e 50 compartilhamentos podemos garantir DEZ capitulos só hj
    Já temos muitos compartilhamentos falta agora reações. Marca os amigos, compartilha etc. Vamos garantir esses caps e ver o desenrolar dessa saga já agora. Vou botar essa mensagem em todos os capitulos para garantir que todos vejam. Lembrando que é o no post referente o capitulo *44* então tem que reagir e compartilhar o que está com o nome link:Desafio no final do capitulo 44

  • Janailson Barbosa Granja

    Obrigado pelo capítulo

  • Rafael Marques

    Ta show ;D

  • Michel Michels

    Bom cap, acho q esse odio eh amor

  • thiago klinger

    Ler essa novel é como terapia para mim. Obrigado.

  • Vicente Kleiton

    continua interesante

  • Andre dragneel

    Obrigado pelo capitulo 😀

  • eduardo campos

    N to entendo nada dessa Isabela, parece uma criança..mas sei que deve haver um bom motivo. Otimo capitulo.

  • Yun Zynnnn

    vlw pelo cap