O Último Herdeiro Da Luz 22

/O Último Herdeiro Da Luz 22
Capítulo Anterior
Índice
Próximo Capítulo

Autor: Rafael | Revisor: Venus

Capítulo 22 – Sentenciado ao sofrimento

Com um ar de fúria em suas palavras, Ye Zuo bufou: “Vocês… como ousam afrontar as regras da minha ‘Escola Estrela Da Guerra’, bem diante dos nossos narizes?”

“Se qualquer um de vocês ousar atacar o outro… não só o expulsarei da minha escola, como eu mesmo o matarei, aqui e agora!”

A pressão da aura de Ye Zuo fez com que se sentissem sufocados. Ninguém ousava proferir uma única palavra, eles controlaram até mesmo as suas respirações.

Lin Bei rapidamente se ajoelhou em respeito. Zao Tian também fez o mesmo.

“Hahahaha… Moleque… você obviamente está pensando somente com a cabeça do pau! Mas estou vendo que a sua coragem, vai me proporcionar um belo show daqui em diante… Hahahaha…” Gold gargalhava enquanto falava com Zao Tian.

“Então… Apenas sente-se e aproveite o espetáculo!” Zao Tian respondeu com uma fria intenção de matar em seu tom.

“Oh! Só não me decepcione… Hahahahaha…” Gold continuou.

Ye Zuo olhou para os dois ajoelhados e proferiu: “Vocês foram aprovados no exame de discípulo da minha ‘Escola Estrela Da Guerra’. Então… os seus atos não vão passar despercebidos .”

“Júnior Lin Bei. Você e todos da sua família serão advertidos… Não tentem machucar nenhum aluno de minha ‘Escola Estrela Da Guerra’! Rancores pessoais e familiares, devem permanecer dos portões para fora! Espero que entendam as consequências de não obedecerem estas ordens.”

“Júnior Zao Tian. Você feriu gravemente um discípulo de minha Escola Estrela Da Guerra! A sua punição não será tão branda quanto a dele! Você ficará preso no departamento de punição por um mês inteiro; irá receber nove chicotadas por dia; permanecerá incomunicável e não verá a luz do dia durante todo esse período.”

Quando aquela sentença saiu da boca de Ye Zuo, todos ficaram chocados com a severidade da punição.

Zao Tian manteve um rosto indiferente, porém interiormente, ele xingava todos os tipos de palavrões existentes.

Apesar de não demonstrar, Lin Bei ria prazerosamente em seus pensamentos.

“Agora… Todos Vocês! Acompanhem os outros Élderes! Eles irão levá-los até os quartos de vocês!” Ye Zuo disse.

Todos, incluindo Lin Bei, saíram e seguiram os Élderes da ‘Escola Estrela Da Guerra’.

Antes de saírem, os irmãos Ming olharam para Zao Tian, com uma profunda dor no coração. Os olhos de Ming Xue lacrimejaram, ela olhou para Zao Tian e disse: “ Zao Tian… Por favor, volte a salvo.”

Então, Ming Xue se virou e acompanhou os outros da sua família.

Somente Zao Tian e Ye Zuo, ficaram no pátio.

Ye Zuo: “Júnior… você passou dos limites dessa vez! Você teve sorte que eu lhe apliquei essa punição! Qualquer outro Élder… iria te matar na frente de todos aqueles outros discípulos!”

Após escutar àquilo, Zao Tian refletiu e percebeu que Ye Zuo não estava sendo severo. Diferente disso, ele tinha abrandado em muito, a pena de Zao Tian.

“Me desculpe, Élder Ye Zuo! Mas… eu não podia assistir àquela cena e ficar parado! Eu receberei de bom grado a gentileza do Élder!” Zao Tian disse com uma espécie de gratidão em seu tom.

Ye Zuo: “Não diga isso ainda! Essa punição, não é muito diferente da morte! Você vai sofrer bastante nos próximos dias… mas… ao menos, terá uma chance de sobreviver.”

Zao Tian: “…”

Ye Zuo: “Vamos… irei levá-lo para o departamento de punição!”

Zao Tian seguiu Ye Zuo.

——————–

Departamento de Punição.

Ye Zuo e Zao Tian, haviam chegado ao Departamento de Punição.

O Departamento de Punição era um grande palácio. Contudo, diferente de outros palácios, este não possuía sinal algum de luxo; sua cor era cinza escuro; na entrada, estava pendurada uma grande placa, com os seguintes dizeres: ‘ As manchas da alma e os crimes de uma pessoa, só podem ser limpos, através da dor.”

Aqueles dizeres, causaram um arrepio na espinha de Zao Tian.

Qualquer pessoa, ao ler aquilo, podia imaginar o sofrimento que lhe esperava.

Dois guardas, equipados com armaduras de ferro vermelho, guardavam um grande portão, de seis metros de altura. Ao perceberem a aproximação de Ye zuo, os guardas se curvaram em sinal de respeito.

“Élder Ye Zuo, a que se deve a vossa presença?” O guarda da direita perguntou.

Ye Zuo: “ Eu vim trazer um aluno para ser punido.”

“Certo! O Élder Huolong Ji, está na sala dele. O senhor necessita que alguém o acompanhe?” O Guarda perguntou.

Ye Zuo: “Está tudo bem! Eu já conheço o caminho!”

“Pois bem. O senhor pode entrar… apenas… peço para que o senhor tome cuidado, o fluxo de energia espiritual do palácio, está extremamente violento. Então, eu sugiro que o senhor siga rapidamente, para a sala do Élder Huolong Ji.” O Guarda disse.

Ye Zuo: “Obrigado pelo aviso! Eu apenas irei deixar esse júnior aos cuidados do Huolong Ji e sairei.”

Os dois guardas acenaram e o grande portão começou a se abrir.

Após o portão se abrir, Ye Zuo e Zao Tian, caminharam para dentro. Porém enquanto passava pelos guardas, Zao Tian escutou os dois dizerem em coro: “Seja bem vindo ao Departamento de Punição! Esperamos que você aproveite a sua estadia!”

Zao Tian não pôde deixar de se sentir incomodado com aquilo. Porém ele não disse nada ou demonstrou qualquer expressão, ele apenas continuou a caminhar e seguiu Ye Zuo.

Após Ye Zuo e Zao Tian entrarem, um dos guardas olhou para o outro e comentou: “ Que garoto estranho… normalmente, quando eles escutam essas palavras… Eles começam a se borrar. Mas… esse garoto… Não demonstrou qualquer expressão.”

“Humph. Tanto faz! Ele não faz ideia do que significa entrar por aquele portão. Ele terá muito tempo para se borrar ainda.” O outro guarda disse.

Quando Zao Tian entrou no Departamento de Punição, ele notou que Ye Zuo começou a fazer uma cara feia, como se estivesse sentindo dor. No momento em que Zao Tian iria perguntá-lo se estava tudo bem, ele foi impedido por Gold.

“Finja estar sentindo dor! Depois explicarei o motivo. Por hora, apenas finja estar sofrendo.”

Mesmo sem entender, Zao Tian decidiu escutar Gold e começou a atuar.

Os dois caminharam por um longo corredor escuro, até chegarem na sala do Élder Huolong Ji.

Huolong Ji, que já havia sido informado anteriormente pelos guardas sobre a chegada de Ye Zuo, foi recebê-lo na porta de sua sala. Ele era um homem gordo; seus cabelos pretos, possuíam um grande rabo de cavalo; ele aparentava ter uns 40 anos de idade e possuía um semblante gentil em sua face.

“Ye Zuo, é um prazer tê-lo aqui. Por favor, me acompanhe.” Huolong Ji disse com respeito.

Após entrarem, Zao Tian percebeu que a expressão de Ye Zuo voltou ao normal. Não havia mais aquela expressão de dor em seu semblante.

“ Huolong Ji, eu serei breve em minha visita. Eu apenas trouxe esse garoto para ser devidamente punido.” Ye Zuo falou.

Huolong Ji : “Está tudo bem! De qualquer forma, a energia espiritual do palácio está extremamente violenta nesses dias. Apenas dentro salas seladas, como a minha, pode-se ter um descanso da grande pressão de energia lá fora.”

“Mas… Então, qual é a punição que deve ser aplicada? O que esse garoto fez?”  Huolong Ji, cotinuou.

“Ele arrancou a língua de outro discípulo e o fez engolir. Eu decidi, que ele deve ser trancado na cela escura e receber nove chicotadas, diárias, durante 30 dias.” Ye Zuo disse enquanto olhava para Zao Tian.

“Não poderia ter uma escolha melhor! Se… esse garoto sair daqui com vida, ele sairá ciente de que deve cumprir as regras da ‘Escola Estrela Da Guerra’. Eu,  Huolong Ji, irei pessoalmente aplicar a punição. Considere isso como uma forma de respeito.”  Huolong Ji disse enquanto esfregava as mãos. O seu semblante, mudou drasticamente, ele parecia estar ansioso para começar a punir Zao Tian.

“Então, é agora que eu me despeço. Deixarei o Júnior sob seus cuidados. Apenas… não se exceda e faça algo além daquilo que eu defini! Essa punição já é muito difícil de suportar.” Ye Zuo disse com um tom de aviso. Ele então se virou e saiu. Dessa vez, ele nem mesmo passou o olhar sobre Zao Tian.

“Júnior… Nós iremos nos divertir bastante!”  Huolong Ji disse para Zao Tian. Ele segurou Zao Tian pelo braço e começou a arrastá-lo até a cela.

Zao Tian não ofereceu nenhuma resistência. Arrastado por Huolong Ji, ele chegou até o subsolo do Departamento de Punição, onde nenhuma luz chegava, a única pouca iluminação existente, vinha de uma pequena lamparina que estava no topo da cela.

Huolong Ji jogou Zao Tian na cela e acorrentou as suas pernas e braço no chão.

“Aqui, o cliente sempre tem a razão! Então… como você prefere… receber as nove chicotadas de uma vez… Ou três, a cada período do dia?” Huolong Ji disse de forma irônica.

Zao Tian, que tinha sido respeitoso até agora, finalmente decidiu falar. Ele olhou para Huolong Ji e com desprezo em sua face, ele disse : “Dê as nove de uma vez! Ao menos assim… Eu não terei que olhar para a sua cara durante o resto do dia!”

A Expressão de Huolong Ji se tornou furiosa; um chicote, marrom, apareceu em sua mão direita.

“Júnior insolente! Eu irei aumentar a sua punição e irei me divertir bastante nos próximos dias!”

*Shhhh tá…* . Huolong Ji começou a chicotear Zao Tian em diferentes partes do corpo.

Após doze chicotadas, ele finalmente parou.

“Hihihihihi… Amanhã eu voltarei! Nossa diversão apenas começou! Hihihihi”. Huolong Ji fechou a porta de ferro da cela e saiu gargalhando.

Capítulo Anterior
Índice
Próximo Capítulo
Contribua com o novo site da Saikai Scan
By | 2017-03-13T19:39:23+00:00 18/02/2017 as 8:33|O Último Herdeiro Da Luz|9 Comments

About the Author:

Scryzz
Gamer, Otaku e Trophy Hunter. Fã absoluto de One Piece, Dragon Age, CSR, TDG, PS3, PS4, PSV, Cinema, Música e, é claro, Linkin Park!
  • Janailson Barbosa Granja

    Obrigado pelo capítulo

  • Augusto Julio

    Ae!!!! muito obrigada caras!

  • Krauser

    Obrigado pelo capítulo.

  • Ana Paula

    Que velho fdp, justo pq Ye Zuo abrandou um pouco a punição.

  • obg pelo cap

  • Tyrone Costa

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • rafael1295

    que é isso o cara é um louco gosta de torturar o povo

  • Kyoua Eduardo

    E começaram a aparecer os personagens cuzoes. :u

  • Julio Corridoni

    Kkkkkkkkk lembrei dos 50 tons de cinza, o mister sádico aí